Por irregularidade, associado pede anulação de aprovação das contas passadas do Corinthians

Ciborg

Ciborg

O associado do Corinthians, Rolando Wohlers, o Ciborg, logo após o segundo adiamento de reunião do Conselho Deliberativo que previa votação da Previsão Orçamentária alvinegra para o período 2017, irregular por não estar adequado ao Profut e por não conter parecer do Conselho Fiscal, em contato com o blog, demonstrou toda a sua indiganação:

“A irresponsabilidade do Presidente do Conselho Deliberativo (Guilherme Strenger), que marca reunião para aprovação de contas à margem da lei, sabedor que membros do conselho fiscal estavam irregulares no cargo, e seus substitutos sem o período suficiente para avaliação dos documentos para posterior parecer… tal desrespeito ao tempo de avaliação envergonha a associação Corinthians”

Ciborg pede, diante do quadro, a anulação da aprovação do Balanço de 2015:

“(…) a aprovação do balanço de 2015, com parecer irregular do agora afastado Conselheiro Fiscal (era funcionário do Presidente na vida privada) tem que ser anulada, evitando recurso jurídico”

“(…) a irresponsabilidade do Presidente do Conselho, neste tema, também tem que ser avaliada, sendo ele membro do CORI, que é orgão fiscalizador do Corinthians, não pode cometer erro de marcar reunião do Conselho Deliberativo no mesmo dia do CORI”

“(…) estes atos geraram a reação, como aconteceu nas duas últimas reuniões (que foram suspensas), resultando em constrangimentos, nos mostra que temos bons corinthianos no corpo diretivo de nosso clube, que não permitiram as mazelas de um passado recente”

Nos próximos dias o associado deverá interpelar, oficialmente, os poderes alvinegros com seu pedido de anulação de aprovações de contas retroativas do Corinthians, segundo ele, amparadas em pareceres de um órgão fiscalizador que não se apresentava, à época, em situação de regularidade.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.