Roberto “da Nova” Andrade já está no Brasil e decidirá, nas próximas horas, entre a honra e a subserviência

Roberto Andrade, em Cumbica, retornando dos EUA

Roberto Andrade, em Cumbica, retornando dos EUA

O presidente do Corinthians, Roberto “da Nova” Andrade, chegou ontem ao Brasil, oriundo dos EUA, e deverá, segundo cronograma apresentado pelo próprio, nas próximas horas reassumir o cargo no clube, que deixou, após pedir licença, nas mãos do “ex-bicheiro” André Negão.

Enfrentará pressões de todos os lados.

A escolha, que muito provavelmente já deve estar pensada, passará pelas seguintes opções:

  • manter-se no cargo, e, com honra, enfrentar o processo de impeachment ou até mesmo renunciar por sentir-se incapaz, politicamente, de permanecer na gestão;
  • vender a presidência (e a alma) ao grupo de Andres Sanches, pedindo licenças diversas (sob os mais falsos argumentos), jogando o Corinthians, que ajudou a prejudicar, num mar de lama ainda mais profundo do que o atual.

Seja qual for a solução adotada, o clube enfrentará dias turbulentos na sequencia, sem dinheiro no caixa, com as receitas futuras comprometidas e uma renegociação de dívidas (principalmente a do estádio) que exigirá firmeza e honestidade do próximo gestor alvinegro.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.