A comercialização de ingressos para a partida final entre Corinthians e Santos foi exatamente como esperávamos.

Muita confusão e pouco respeito o torcedor de verdade.

Separaram uma pequena cota para aqueles que aderiram ao “Fiel Sofredor”, mais uma das “fumaças” do departamento de marketing corinthiano.

E uma ENORME quantidade, quase a totalidade, para as torcidas organizadas do clube.

A grande parte é claro, nas mãos dos co-gestores, os Gaviões da Fiel.

Além disso, a farra de ingressos para conselheiros e amigos da atual gestão funcionou como nunca no dia de ontem.

Nada pagaram, mas muito levaram.

Cambistas amigos saíram felizes, como sempre.

O torcedor de verdade, que compra camisas oficiais, e se comporta dignamente nos estádios, foi preterido, mais uma vez, pra dar lugar àqueles que se utilizam do clube para favorecimento próprio.

A relação promíscua entre a cúpula corinthiana, representada por Andres Sanches, Raul Correa da Silva, Luis Paulo Rosenberg e os bicheiros, depõe contra o clube e afastam ainda mais torcedores e associados de suas dependências.

Tudo abafado pelo ótimo desempenho de Ronaldo, que obviamente, nada tem a ver com isto.

O torcedor e o associado estão revoltados.

Mas eles pouco se importam com isso.

Facebook Comments
Advertisements