Vice-presidente do Corinthians se afasta do cargo: “desaprovo as condutas do presidente”

Andres Sanches e Jorge Kalil

Andres Sanches e Jorge Kalil

O segundo vice-presidente do Corinthians, Jorge Kalil (André Negão é o primeiro), pediu licença do cargo por 60 dias, mas, tudo indica, não voltará mais a ocupá-lo no futuro:

“Desaprovo as condutas do Roberto”, disse ao blog.

“Não sei o que acontecerá daqui a 60 dias”, respondeu, questionado se a decisão era definitiva.

Falou ainda: “não sou favorável ao impeachment, acho que se trata de uma manobra politica, mas uma pessoa com a minha condição profissional e moral não pode se juntar a algumas coisas”.

Fontes do Parque São Jorge garantem que forte discussão com o secretário geral de Andrade, Antonio Rachid, teria sido a gota d’água para uma relação estremecida há alguma tempo.

Kalil nega.

O afastamento do vice-presidente enfraquece ainda mais a posição de Roberto Andrade no Corinthians, cada vez mais isolado diante de tantas polêmicas e em meio a um duro processo de impeachment.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.