Odebrecht indicou “preposta” para se ocultar nas obras clandestinas do estádio em Itaquera

Izaias Xavier de Oliveira

Izaias Xavier de Oliveira

Publicamos, ontem, que obras não previstas em contrato algum do estádio em Itaquera estão sendo realizadas, clandestinamente, sem que se saiba quais são os motivos e, principalmente, os financiadores.

Corinthians: obras clandestinas no estádio de Itaquera ?

Corinthians e Odebrecht tentaram esconder o problema, ordenando trabalhos durante a madrugada, e, mesmo após flagrados, recusam-se a esclarecer do que se trata.

Pessoas bem informadas do clube comentam que os frequentes vazamentos do estádio (negados pelo Timão) teriam comprometido o sistema de drenagem, gerando consequencias graves, difíceis de serem avaliadas.

Mas a irresponsabilidade não parou por ai.

Acordada com o Corinthians (em novo conluio), a Odebrecht, no intuíto de se ocultar, indicou para as obras uma empresa (que só existe no papel) de nome IZAIMP IMPERMEABILIZAÇÕES E COMÉRCIO – EIRELI, CNPJ: 17.541.482/0001-90.

izaimp-jucesp

O “proprietário” indicado é o pernambucano IZAIAS XAVIER DE OLIVEIRA, morador de uma modesta residência em Guaianazes, periferia extrema de São Paulo, situada à Travessa Alberto Martins Torres, nº 11, apresentada, também, como sede da empresa:

sede-empresa-e-residencia

Chama a atenção, também, uma tática frequentemente utilizada por empresários, normalmente em má-fé, quando necessitam comprovar tempo de existência que a empresa, em verdade, não possui:

  • Izaias informou à JUCESP que a empresa iniciou atividade em 08/01/2013, porém, a própria Junta Comercial indica, no campo “Data da Constituição”, ou seja, data de abertura oficial, o dia 21/10/2016, pouco mais de um mês atrás.

Coincidência ?

Mais um entre tantos mistérios que os conselheiros do Corinthians, e também a Polícia Federal, precisarão se esforçar para esclarecer, ainda mais, levando-se em consideração que, em quase todas os jogos, 25 mil pessoas (em média) podem estar correndo risco de morte, sem ao menos darem-se conta disso.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.