Preposto de ex-presidente cobra R$ 5 mil de “custas” para aprovar jogador na base do Corinthians

André Campoy

André Campoy

Recentemente, jogador de grande potencial, com apenas 16 anos, após período de testes de três meses, foi aprovado pelos avaliadores do Corinthians, e iria assinar contrato com o clube.

No grande dia, o pai do garoto, que por razões óbvias estava feliz da vida, foi chamado para “conversar” com o associado alvinegro André Campoy, histórico preposto do ex-presidente do Corinthians Andres Sanches, desde os tempos que o deputado ocupava o cargo de monitor do futebol amador, sob as ordens do nada saudoso Nesi Curi.

Disse o “empresário”, segundo familiares do jogador:

“Parabéns” O garoto é bom, tem potêncial, vai jogar aqui… mas, para que isso aconteça, preciso que me traga R$ 5 mil, em dinheiro, que serão utilizados nas ‘custas” do contrato”.

Não é a primeira denúncia desse tipo de prática associada a Campoy.

Em contato com o blog, dirigente do Corinthians disse que as tais “custas” não existem, mas que prefere não comentar, abertamente, o assunto específico:

“Você conhece essa gente… e eu tenho família…”

Sem condições financeiras e absolutamente decepcionado, o pai do menino não mais voltou ao Corinthians e a jovem promessa já está encaixada noutra equipe de São Paulo, que preservaremos, a pedido da família e de um amigo jornalista, que testemunhou o desabafo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.