Advertisements
Anúncios

“O Brado Retumbante” é esperança pura

Poucas vezes uma emissora de televisão acertou tanto quanto a Rede Globo ao exibir a magnífica série “O Brado Retumbante”, nas últimas semanas.

De absoluto bom gosto, diálogos inteligentes, a mini-série deveria ser exibida no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, para, quem sabe, um ou dois dos bandidos aprendam como, de fato, um político teria que agir em seu mandato.

Mostra um país dirigido por um presidente honesto, Paulo Ventura, que não aceita se submeter a conchavos políticos, faz uma devassa em seu ministério, formado por corruptos, e, mesmo com sofrimento decorrente de sua atuação, não sucumbe aos desonestos que o cercam.

Uma obra preciosa, em que é demonstrado, num belíssimo roteiro, que a união de um presidente com os desejos populares pode ser muito mais forte do que as realizadas nos porões do submundo das ratazanas políticas.

Está em tempo, ainda, de ser assistida e assimilada por nossa presidente, Dilma Rousseff, ou quem sabe, pelo próximo que está por vir.

Esperança pura, de que um dia desses, um homem corajoso e sem compromisso com a bandidagem possa ao menos tentar ser diferente de todos os que estiveram por ai.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

44 comentários em ““O Brado Retumbante” é esperança pura”

  1. Fala sério Paulinho.
    De novo sua imparcialidade político pesou…
    Isso é uma ode ao Aécio Neves (o político que “cheira” bem), tão imparcial quanto o debate do Collor, ou o “dossiê”do Tralli…
    Se o BBB tivesse um cara de destaque expondo opiniões reacionárias, eu não me surpeenderia se vc eleogiasse o programa.
    Fala de esporte que vc se compromete menos…

    Paulinho: Somente alguém que pensa na politica como um jogo de futebol poderia comparar um presidente honesto com Aecio Neves…

  2. O espaço, sempre tão crítico,não teria percebido a semelhança entre o ator principal da referida série e o mineiro radicado no RJ Aécio Neves?Semelhança,aliás,não só física quanto de algumas características conhecidas do público (o gosto pelas coisas da noite-mulheres e bebidas)…Seria a série um teste para 2014? Salvador da Pátria e Que Rei Sou Eu já se prestaram a pavimentar caminhos pré-eleitorais de acordo com os interesses da família Marinho.Brado Retumbante segue o mesmo caminho.

  3. Só quem assistiu sabe realmente que esta é a nossa utopia, de ver um político serio governando nosso país e lutando pelo POVO.
    Parabéns Paulinho, por estas e outras que te admiro e acopanho seu trabalho!

  4. Discordo Paulinho

    Realmente esse seriado é uma propaganda da globo em favor do Aecio. A história é mto parecida, inclusive os dois se parecem fisicamente.

    Vc não acha q a globo teria um rompante de honestidade intelectual e faria uma obra despretensiosa né?

  5. Paulinho, quanta ingenuidade!! A Globo se inspira no alto escalão do PSDB para fazer a série e vc aplaude como se não percebesse que toda essa “moral” não passa de demagogia. A minissérie não faz nada mais do que preparar a cena para Aécio em 2014, deixando-o palatável, via Paulo Ventura!

  6. “…Está em tempo, ainda, de ser assistida e assimilada por nossa presidente, Dilma Rousseff, ou quem sabe, pelo próximo que está por vir…..”

    Assisti toda essa mini série, concordo com vc em quase tudo, só acho que antes de ser assistida pela Sra. Dilma, devia ser assimilada pelo público brasileiro, pela massa, por quem elege.
    Trabalho em uma assembléia legislativa e sei como funciona os meandros políticos de nosso país….onde um “Paulo Ventura” não tem a mínima chance de chegar ao poder, nem por acidente como na mini-série….o sistema político não favorece os honestos, que pode ter certeza, mesmo sendo minoria ainda existem.

  7. Somente no Brasil, Presidente e Vice fazem uma viagem juntos!
    Estorinha pra ignorantes desinformados, típicos da audiência global, dormirem contentes e iludidos!

  8. Com todo respeito, a séria era fraca, ruim e com situações tão irreais que seu maior trunfo foi produzir vergonha em quem assistia. Francamente, Paulinho, não acredito no post que você escreveu. Que péssimo gosto. E não estou me referindo a atual teoria da conspiração, que liga o protagonista da série ao senador mineiro Aécio Neves, mas ao enredo. Ruim… Uma disputa militar com um país vizinho, o casamento em crise, o filho transexual, nossa… Como a teledramaturgia brasileira atingiu seu patamar mais baixo em criatividade. Foi constrangedor assistir e mais ainda ver que muita gente gostou daquela bobagem. Realmente vivemos em tempos sombrios, onde idiotas são reis.

  9. PAULINHO, O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM VOCE?
    ESPERO QUE VC NÃO FAÇA PARTE DA FOLHA DE PAGAMENTO DA GLOBO.
    FALAR BEM DA GLOBO, É A MESMA COISA QUE ADMITIR QUE É UM “TELEALIENADO SEM CÉREBRO”.
    COMO EU SEI QUE VC TEM CÉREBRO PAULINHO, POR FAVOR, NUNCA MAIS FALE BEM DESSA EMISSORA DO INFERNO.
    TALVEZ MINHA OPINIÃO NÃO TENHA IMPORTANCIA PRA VC PAULINHO, MAS SINCERAMENTE, SE VC CONTINUAR FALANDO BEM DESSA EMISSORA, EU NUNCA MAIS ENTRAREI NO SEU BLOG.

    Paulinho: Não sou “anti-Globo” nem a favor da Globo. Elogio quando merece e critico quando necessário

  10. Paulinho, você teve uma visão ingênua da coisa. A minissérie foi um panfleto político muito mal feito.

    Primeiro, um sujeito “puro” sequer chega ao alto clero da Câmara, ainda mais à Presidência da Casa.

    Depois, é impossível que ele governe com essa pretensa honestidade: o jogo do poder é sujo, todos sabem disso.

    Depois, se trata de uma obra panfletária de quinta: diversas “cutucadas” merecidas, diga-se de passagem, no governo petralha, sem que houvesse o mesmo nos antecessores tucanalhas. Vide a pendenga com o governo boliviano, que na minissérie quase resultou em guerra.

    Ainda sobraram algumas cutucadas: o episódio que a primeira-dama gostosa (quem me dera se tivéssemos uma assim) denuncia o esquema dos livros didáticos lembra muito o caso envolvendo a coleção Nova História Crítica, de Mário Schmidt, retirada do programa do MEC após sofrer duras críticas de Ali Kamel, graúdo do jornalismo da Globo.

    No mais, é inegável a associação de Paulo Ventura com Aécio Neves: cheio de defeitos pessoais, trai a esposa compulsivamente, mas mesmo assim, é se faz passar por honesto no trato com a coisa pública.

    No mais, o roteiro é previsível, os diálogos são repletos de clichês, embora reconheça que a parte cenográfica é elogiável

    Lamentável que um serrista como você (nada contra) tenha caído nesse conto.

  11. PARA OS ALIENADOS DESSE PAÍS… A GRANDE MASSA QUE FOI EMBURRECIDA PELO SISTEMA… O GRANDE MOLUSCO É O MESSIAS DA POLÍTICA QUE ESPERAVAM PARA COLOCAR O PAÍS NO EIXO E O PIOR… MUITOS ACREDITAM QUE O PAÍS ESTÁ NOS EIXOS HOJE… AHAHHAHAHAHAHHAHAH…

    É RIR PRA NÃO CHORAR! TAMO LASCADO SE ESSAS MASSAS NÃO TIVEREM OS OLHOS ABERTOS A TEMPO PARA CONSEGUIR ENXERGAR PELO MENOS UM PALMO AFRENTE DE SEUS NARIZES.

  12. Tá certo paulinho, vc elogia quando merece e critica quando necessário, mas neste caso me desculpe, vc nos passa a impressão de ser parcial.
    Eu admiro o teu trabalho muito, mas como eu já conheço a tal “Venus Platinada”, que durante anos e anos vem emburrecendo o povo brasileiro, comprando politicos, influenciando nas decisões de nosso país, monopolizando o nosso futebol que é propriedade do povo brasileiro e não dela, ela entende que uma cessão publica de tv é propriedade privada. SINCERAMENTE paulinho, tudo que vem dessa emissora sempre desconfio; além do mais, eu já descobri o controle remoto e não assisto esse “lixo” e muito menos elogios serão dispensados a ela.
    Paulinho, obrigado por responder ao meu comentário e tenha um ótimo final de semana.

  13. só um imbecil político pode achar que Aécio não sucumba diante de seu passado, ou presente, de consunidor voraz de mulheres e outras coisas mais…

  14. COM CERTEZA HUGO, A GLOBO É RESPONSAVEL PELA GRANDE PÁRTE DO NOSSO QUADRO DE POLITICOS. SE A GLOBO QUISESSE MUDARIA O BRASIL. ESCREVE AI, A GLOBO VAI FAZER COM RICARDO TEIXEIRA , IGUAL QUE FEZ COM O REGIME MILITAR. USOU DEPOIS MASSACROU

  15. Acalmem o Lulla vem nos salvar em 2014, por isto os bandidos estão tratando de roubar td agora, pois qdo ele chegar ja era!

  16. joseirineu Disse:

    janeiro 29, 2012 às 10:23 am | Responder
    Discordo Paulinho

    Realmente esse seriado é uma propaganda da globo em favor do Aecio. A história é mto parecida, inclusive os dois se parecem fisicamente.

    Vc não acha q a globo teria um rompante de honestidade intelectual e faria uma obra despretensiosa né?

    ———————————————-

    o negocio é que a maioria dos telespectadores,não conseguem identificar essa semelhança entre paulo ventura e aecio neves

  17. Polícia na cracolândia é aprovada por 82% em SP

    UM TAPA NA CARA DOS PETISTAS SIMPATIZANTES ESQUERDOPATAS

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/1040936-policia-na-cracolandia-e-aprovada-por-82-em-sp.shtml

    A operação da Polícia Militar para combater o tráfico e o consumo de drogas na cracolândia, no centro de São Paulo, tem o apoio de 82%dos moradores da cidade, mostra a pesquisa Datafolha na reportagem de Vaguinaldo Marinheiro na Folha deste domingo.

    Conduzida pelos governos municipal (PSD) e estadual (PSDB), a ação está no centro do debate entre pré-candidatos a prefeito de SP.

    Parabéns gov. Alckmin, por combater o trafico e o consumo dessa maldita droga (Crack) que tanto os petralhas defendem, corja de bandidos chefiados pelo Lullladrão

  18. SAIBAM PORQUE O PT NÃO GOSTA DOS GOVERNOS QUE COMBATEM O CRIME
    SAIBAM PORQUE O PT NÃO COMBATEU O TRÁFICO E IGNOROU A CRACOLÂNDIA::::
    PT E PCC —> migre.me/7IIYn
    PT E AS FARC—> migre.me/7II88
    …….. ………………………… ………………………… ………………………… ……..
    SUGIRO QUE TODOS OS ALIENADOS QUE ACHAM QUE O PT É DEFENSOR DOS DIREITOS HUMANOS QUE COPIEM E COLE OS LINKS NO SEU NAVEGADOR!
    E LEIA ANTES DE FALAR ABÓBORA!!!!!!
    QUEM LEU POSITIVE!

  19. POBRE PAULINHO.

    Quando vai falar sobre um assunto que NÃO DOMINA, como maconha e política, acaba falando merda.

    Imagina se ele resolver falar de música? Já consigo até imaginar os posts(pérolas) do tipo:

    “Iron Maiden – Banda Satânica”

    kkkkkkkkk

    Paulinho, faça um favor aos seus fiéis leitores, continue postando APENAS sobre FUTEBOL, que é o ÚNICO assunto que você realmente domina e o faz com desenvoltura.

    Por favor, não faça mais postagens sobre política, maconha, ou qualquer outro assunto além do Futebol, PARA NÃO PASSAR VERGONHA.

    Você não tem capacidade intelectual e cultura suficiente para comentar coisas que vão além do Futebol.

    Continue comentando sobre os podres do Futebol ,pois nessa matéria, você é craque.

    Cordialmente, um leitor desde o começo do blog, e admirador do seu trabalho.

    (Não é por admirar o seu blog, que tenho que concordar com tudo que você posta, não é mesmo?).

    Paulinho: Conheço bem ambos os assuntos, apenas tenho opinião diferente da sua. E nem por isso o trato com a prepotencia que me tratou…

  20. Paulinho, você que tanto fala em corrupção e problemas políticos, porque não falou nada sobre o crime cometido contra o povo do Pinheirinho pelo Alkimin? Se fosse a Dilma você subiria nas tamancas….perdeu um fã ao apoiar Globo e Aécio….foi muito ingenuo esse teu texto.

  21. O pessoal confunde combater a pobreza com combate ao pobre, porque não um tiro na nuca?

    É mais humano…

  22. http://www.brasil247.com/pt/247/poder/38786/Governo-Alckmin-%C3%A9-condenado-por-racismo.htm

    Fernando Porfírio _247 – O governo paulista foi condenado por disseminar o medo e a discriminação racial dentro de sala de aula. A decisão é do Tribunal de Justiça que deu uma “dura” no poder público e condenou o Estado a pagar indenização de R$ 54 mil a uma família negra. De acordo com a corte de Justiça, a escola deve ser um ambiente de pluralidade e não de intolerância racial.

    O Estado quedou-se calado e não recorreu da decisão como é comum em processos sobre dano moral. O juiz Marcos de Lima Porta, da 5ª Vara da Fazenda Pública, a quem cabe efetivar a decisão judicial e garantir o pagamento da indenização, deu prazo até 5 de abril para que o Estado dê início à execução da sentença.

    O caso ocorreu na capital do Estado mais rico da Federação e num país que preza o Estado Democrático de Direito instituído há quase 24 anos pela Constituição Federal de 1988. Uma professora da 2ª série do ensino fundamental, de uma escola estadual pública, distribuiu material pedagógico supostamente discriminatório em relação aos negros.

    De acordo com a decisão, a linguagem e conteúdo usados no texto são de discriminatórias e de mau gosto. Na redação – com o título “Uma família diferente” – lê-se: Era uma vez uma família que existia lá no céu. O pai era o sol, a mãe era a lua e os filhinhos eram as estrelas. Os avós eram os cometas e o irmão mais velho era o planeta terra. Um dia apareceu um demônio que era o buraco negro. O sol e as estrelinhas pegaram o buraco negro e bateram, bateram nele. O buraco negro foi embora e a família viveu feliz.

    O exercício de sala de aula mandava o aluno criar um novo texto e inventar uma família, além de desenhar essa “família diferente”. Um dos textos apresentados ao processo foi escrito pela aluna Bianca, de sete anos. Chamava-se “Uma Família colorida” e foi assim descrito:

    “Era uma vez uma família colorida. A mãe era a vermelha, o pai era o azul e os filhinhos eram o rosa. Havia um homem mau que era o preto. Um dia, o preto decidiu ir lá na casa colorida.Quando chegou lá, ele tentou roubar os rosinhas, mas aí apareceu o poderoso azul e chamou a família inteira para ajudar a bater no preto. O preto disse: – Não me batam, eu juro que nunca mais vou me atrever a colocar os pés aqui. Eu juro. E assim o azul soltou o preto e a família viveu feliz para sempre”.

    A indenização, que terá de sair dos cofres públicos, havia sido estabelecida na primeira instância em R$ 10,2 mil para os pais do garoto e de R$ 5,1 mil para a criança, foi reformada. Por entender que o fato era “absolutamente grave”, o Tribunal paulista aumentou o valor do dano moral para R$ 54 mil – sendo R$ 27 mil para os pais e o mesmo montante para a criança.

    De acordo com a 7ª Câmara de Direito Público, no caso levado ao Judiciário, o Estado paulista afrontou o princípio constitucional de repúdio ao racismo, de eliminação da discriminação racial, além de malferir os princípios constitucionais da igualdade e da dignidade da pessoa humana.

    “Sem qualquer juízo sobre a existência de dolo ou má-fé, custa a crer que educadores do Estado de São Paulo, a quem se encarrega da formação espiritual e ética de milhares de crianças e futuros cidadãos, tenham permitido que se fizesse circular no ambiente pedagógico, que deve ser de promoção da igualdade e da dignidade humana, material de clara natureza preconceituosa, de modo a induzir, como induziu, basta ver o texto da pequena Bianca o medo e a discriminação em relação aos negros, reforçando, ainda mais, o sentimento de exclusão em relação aos diferentes”, afirmou o relator do recurso, desembargador Magalhães Coelho.

    Segundo o relator, a discriminação racial está latente, “invisível muitas vezes aos olhares menos críticos e sensíveis”. De acordo com o desembargador Magalhães Coelho, o racismo está, sobretudo, na imagem estereotipada do negro na literatura escolar, onde não é cidadão, não tem história, nem heróis. Para o relator, ao contrário, é mau, violento, criminoso e está sempre em situações subalternas.

    “Não é por outra razão que o texto referido nos autos induz as crianças, inocentes que são, à reprodução do discurso e das práticas discriminatórias”, afirmou Magalhães Coelho. “Não é a toa que o céu tem o sol, a lua, as estrelas e o buraco negro, que é o vilão da narrativa, nem que há “azuis poderosos”, “rosas delicados” e “pretos” agressores e ladrões”, completou.

    O desembargador destacou que existe um passado no país que não é valorizado, que não está nos livros e, muito menos, se aprende nas escolas.

    “Antes ao contrário, a pretexto de uma certa “democracia racial”, esconde-se a realidade cruel da discriminação, tão velada quanto violenta”, disse. Segundo Magalhães Coelho, na abstração dos conceitos, o negro, o preto, o judeu, o árabe, o nordestino são apenas adjetivos qualificativos da raça, cor ou região, sem qualquer conotação pejorativa.

    “Há na ideologia dominante, falada pelo direito e seus agentes, uma enorme dificuldade em se admitir que há no Brasil, sim, resquícios de uma sociedade escravocrata e racista, cuja raiz se encontra nos processos históricos de exploração econômica, cujas estratégias de dominação incluem a supressão da história das classes oprimidas, na qual estão a maioria esmagadora dos negros brasileiros”, reconheceu e concluiu o desembargador.

  23. “Menas” Paulinho!!!
    Gosto das suas críticas sobre futebol, mas não se empolga não, dramaturgia e política tem que estudar um pouco mais.
    Vai estudar, ler um pouco mais sobre o que está acontecendo no Brasil e no mundo, mas precisa pesquisar pessoas sérias, não veja, globo etc.
    Não seja mais um corintiano raso.

  24. a Globo assim como todo o resto da grande midia nacional foi indiretamente comprada pelo PT atraves de patrocinio das estatais (tira a grana da Petrobras e BB que a Band fecha) e vcs vem com teoria da conspiração de que é uma propaganda do Aecio? meu deus.

    melhor ainda é falaram da semelhança física. kkkkkkk se o ator se parece com o Aecio, então ele se parece tbm com o Clive Owen, Steven Gerrard, William Bonner… fosse ele negro, diriam que é a cara do Pelé, Eddie Murphy, Michael Jordan…

    estou com o Alexandre que comentou abaixo. a série era uma porcaria pelo enredo fantasiaso, digno de filme infantil da Disney. isso sim. não por ser propaganda do PSDB. kkkkkkkk

  25. Parabens Paulinho, continue cada vez mais abordando assuntos mais importantes que o futebol em seu blog, é o processo natural vejam qtos otimos jornalistas esportivos migraram para a editoria economica e politica, ah e não ligue para o patrulhamento do PT em seu blog, é uma praga disseminada em nossa NET, eles não admitem nada, e já apelam para a ignorância e apenas reproduzem as bobagens que os “chefes” pedem, o pedido agora é falar mal do Pinheirinho e da cracolândia, pois querem dominar os paulistas e paulistanos, mas nós não cairemos no conto de fadas lullopetista. Força Paulinho!

  26. Paulinho, quer trabalhar na globo?
    Escreve ai, daqui uns dias, a globo vai fazer uma reportagem sobre o aecio neves ,o candidato da minissérie.

  27. Achei que somente eu tivesse visto alguma semelhança física entre esse ator e Aécio Neves…

    Penso que a intenção da Globo é preparar as mentes da massa de manobra para uma possível candidatura do Aécio…

    VERGONHA GLOBO!

  28. …..E AÍ, CHEIRADONA??? MEU AMIGO TEM UM JUMENTO CORINTHIANO…..

    ….TÁ LOUCO PRA TE CURRAR NO PASTO….

    ….TOPA????

  29. ELE CAGOU NO PAU ISSO SIM!!!!!

    E AINDA POR CIMA MODERA OS MEUS COMENTARIOS.

    PAULINHO VENDETA.

  30. O cara dá a opinião dele e por isso é parcial???
    Me ajudem aí né ô “grandes cérebros” deste país!!!

  31. mas a merda do BBB continua, e não tem um promotor, juiz, o escambau, com culhão, pra chegar e meter o nariz na fuça da grobo e proibir essa imundície.

  32. Li alguns posts, vejo os ptralhas com uma arrogancia de dar inveja, sao os donos da verdade (quem dera), nao admitem ser contrariados, mas sao manipulados pela corja vermelha, que juram serem honestos e sinceros, da mesma foram aos alienados da Globo. Conclusao: acham que vao levar alguma coisa em apoiar a corja, mas ficarao de mao abanando como ficam os alienados da Globo, a nao ser que estao mamando nas tetas da Dilma. Nao querem ser alienados da Globo basta nao assistir, o dificil eh ter ter que conviver com essa corja de ladroes, mas antes que alguem de a sugestao, nao mudo do pais.

  33. FHC e intelectuais pedem legalização da maconha

    Grupo, que tem presença de Vargas Llosa e Cesar Gaviria, levará sugestão para ser debatida na ONU

    A posse de maconha para o consumo pessoal é o que defende o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A sugestão foi dada, ontem, na abertura da 3ª Reunião da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, no Rio de Janeiro.

    O Estado de S. Paulo

    Manchete: Operação na Cracolândia foi deflagrada pelo 2º escalão

    Cúpula dos governos estadual e municipal não sabia que o cerco,previsto só para fevereiro, havia sido autorizado.

    A presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira (17) o maior programa de ataque ao Crack com a implantação de 49 Centros Regionais de Referência em Crack e Outras Drogas (CRR) em universidades federais das cinco regiões brasileiras. Em solenidade no Palácio do Planalto, a presidenta reafirmou o compromisso de seu governo na luta contínua do combate às drogas, especialmente o crack, “para que um país como o nosso não tenha sua juventude vulnerabilizada”.

    Dilma ataca o crack. Descriminalização é coisa de tucano

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: