Reunião no Corinthians é marcada por constrangimento de ex-diretor de finanças

raul-correa-da-silva_thumb.jpg

Ontem, no Parque São Jorge, reuniram-se conselheiros e associados do Corinthians para discutir condutas a serem adotadas na Assembléia Geral do próximo dia 22, em que, espera-se, as mudanças estatutárias, votadas em Conselho, serão referendadas.

Existe, porém, grande temor de que o trabalho da diretoria do clube, contrária às mudanças, consiga esvaziar o pleito, inviabilizando o quorum mínimo de votantes, que é de 500 + 1.

Surpreendentemente, esteve presente o vice-presidente alvinegro, Jorge Kalil, que disse ter tomado providências para garantir a presença de associados, tendo marcado torneios esportivos para o referido dia, que, segundo sua opinião, atraem público para o clube.

Em sendo verdadeira que trata-se de sua iniciativa, evidencia-se, se não uma espécie de traição aos atuais gestores, um rompimento do vice com os desejos da presidência.

Kalil travou, ainda, áspera discussão com o oposicionista Osmar Stabile (que criticou diversos atos dos atuais dirigentes), a quem acusou de fazer campanha na reunião.

O grande momento do encontro nada teve a ver com a pauta pré-determinada e foi protagonizado pelo associado Rolando Wohlers, o famosos Ciborg, que, inconformado com uma exposição financeira do ex-diretor do clube, Raul Corrêa da Silva, não se conteve e emendou:

“Sr. Raul, estou aqui com documentos do empréstimo envolvendo Caixa, Corinthians e Odebrecht… estas assinaturas neles não são suas ?”

raul-documento-caixa

Constrangido, Corrêa ruborizou, mas, sem coragem ou pego de surpresa, se calou.

Ciborg prosseguiu, segundo testemunhas, exigindo explicações sobre os acordos do estádio, chegando até a utilizar-se do termo “bandido” no trato com o dirigente.

A turma do “deixa-disso” e alguns bajuladores do ex-diretor trataram de abafar a situação, sob argumento de que ali não seria o momento para tratar do espinhoso assunto, e sim para falar das eleições.

Depois de algum tempo, Raul Corrêa prometeu responder dúvidas de associados no próximo dia 22, “desde que sejam formuladas de maneira educada”, espetou, mas Ciborg, sem recuar, respondeu: “No Senadinho (local citado para esclarecimentos) eu te pego”.

Voltando ao tema principal da reunião, ficaram todos imbuídos de, cada qual por seus meios, informar os associados alvinegros, já que o clube, nitidamente, não parece disposto a fazê-lo da maneira que deveria.

reuniao-1

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.