Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

DESRESPEITO AO SER HUMANO

Lamentável o episódio promovido por torcedores santistas que jogaram moedas para dentro do gramado, antes, durante, e depois da partida Santo x São Paulo, tendo como alvo, o ser humano, cidadão e futebolista profissional Paulo Henrique Ganso.

Este comportar demonstrou que maioria é desprovida de cidadania; portanto, são merecedores de processo e punição.

5ª e 6ª Rodada do Campeonato Paulista – Série A 1

Domingo 03/02/2013

Santos 3 x 1 São Paulo

Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra

Árbitro Assistente 01: Herman Brumel Vani

Árbitro Assistente 02: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

Quarto Árbitro: Roberto Pinelli

Assistente Adicional 01: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

Assistente Adicional 02: Marcelo Rogério

Item Técnico

Flavio Guerra cometeu inversões após sinalização de faltas

– estando distante da área defensiva do São Paulo,

Lance do Impedimento

– por volta do quadragésimo minuto da etapa inicial, ocorreu falta favorável ao São Paulo, logo após a cobrança,

– entendi que a assistente Tatiane S. dos Santos Camargo,

– acertou ao levantar a bandeirinha e sinalizar impedimento do são-paulino Rodolfo,

– no lance que seu consorte Luiz Fabiano, subiu e cabeceou a pelota pro fundo da rede santista; explico:

– depois da cobrança, quando na descendente da pelota, no ato,

– pela imagem da TV observei que três atletas faziam movimento com objetivo de alcançar a bola, sendo o do meio, um santista;

– dentre os três, percebi, que o são-paulino logo atrás do santista, estava pouco a frente, quando do complemento da descida da redonda,

– os três estavam em movimento corporal objetivando cabeceá-la,

– no cabecear do atacante Luiz Fabiano, aconteceu a correta participação da assistente, já que, no mesmo instante, seu consorte Rodolfo havia prosseguindo,

– com isto, intervêm indiretamente na jogada,

– fato que pode e deve ser interpretado como ilegal, por tirar a concentração dos oponentes, ou seja;

– do defensor santista que estava entre os dois, como também, do goleiro.

Pênalti a favor do Santos

Aos três minutos da etapa final, Neymar estava pelo lado esquerdo do seu ataque,

– no momento que adentrou com a bola na grande área são-paulina,

– seu oponente Paulo Miranda foi pro tudo, ou, pro nada,

– praticando o popular carrinho,

– no ato, mesmo distante, Flavio Rodrigues Guerra assoprou seu instrumento de trabalho (apito),

– pra mim, penalidade máxima, no entanto,

– percebi que quando se aproximou Flávio Guerra fez menção de ir até Neymar,

– ligeira e acertadamente, apontou a marca da cal; indicando que houvera sido penalidade máxima,

– deva ter acatado o parecer do assistente adicional – 02,

– Neymar, cobrou e marcou.

Item Físico

Flávio R. Guerra, apesar de saber arbitrar, como sempre, esteve distante dos lances.

Corinthians 5 x 1 Oeste de Itápolis

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Pouco exigido, sinalizou corretamente a penalidade sofrida pelo corintiano Guerreiro.

6ª Rodada

Quarta Feira 06/02/2013

Linense 2 x 2 Santos

Árbitro: Adriano de Assis Miranda

Item Técnico

No transcurso da contenda ocorreram algumas disputas fortíssimas entre os litigantes, em umas marcou falta, porém, na advertiu com o amarelo, em outras, nada marcou.

Não Foi

Erro do árbitro influiu no resultado final, vez que,

– marcou penalidade máxima a favor do Santos,

– quando da disputa normal pela bola,

– que envolveu Fausto, defensor da equipe da casa, com o zagueiro santista Neto.

– Miralles, atleta santista, cobrou, empatou 2x 2

Item Físico

Esteve distante dos lances

REMINISCÊNCIA

Na tarde da sexta feira 08/02/2013, encontrei e conversei longamente com o senhor Calil José Calil Daher, árbitro formado pela escola da Federação Paulista de Futebol na condição de ouvinte.

Lembro que Calil José Calil Daher iniciou no posto de observador de árbitro e instrutor da escola FPF no ano 1983, findando no ano 1990.

AULAS

Sou convicto que alguns dos atuais dirigentes do SAFESP, que não respeitam o passado de muitos que freqüentaram os gramados das diversas divisões do futebol paulista, seja dentro do campo, ou na parte administrativa, conhecem ou participaram das aulas proferidas por Calil José Calil Daher;

Calil, aquele abraço.

POLITICA

Senador Eduardo Suplicy, sabedor que seu partido (PT) apoiava a candidatura do ex-inimigo e agora amicíssimo Renan Calheiros, “o impoluto”, ocupou a tribuna do senado e jogando para a platéia, solicitou para seu consorte Renan Calheiros retirar a candidatura para o cargo de presidente da casa; fiquei na expectativa.

Na seqüência, depois de muito falar, não deu outra! O senador Suplicy, em quem votei, mostrou sua subserviência afirmando que seguiria a orientação de seu partido.

Conclusão

Quem vota em malandro, mesmo não o sendo, é conivente, por este e outros motivos, nosso querido Brasil, brasileiro, dificilmente conseguira se livrar dos bandidos que se hospedam nas casas legislativa, executiva, judiciária, como também, nas promotorias, e nos diversos setores do funcionalismo nacional, estadual ou municipal.

EM TEMPO

Os membros do Exercito, Marinha e Aeronáutica, fazem parte do funcionalismo nacional; componentes das forças fardadas estaduais fazem parte do funcionalismo dos respectivos estados.

VERDADES

coluna 1 coluna 2

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo,

Acorda Brasil

SP- 09/02/2013

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: