Conselheiros tentam, na Justiça, barrar utilização do terceiro uniforme do São Paulo

spfc-camisa-amarela

Na última segunda-feira (12), nove conselheiros do São Paulo ingressaram com ação judicial, com pedido de liminar, para impedir a utilização, pelo clube, do terceiro uniforme, de cor amarela.

São eles: Joandre Antonio Ferraz, Francisco de Assis Vasconcellos Pereira da Silva, Silvia Saddi Cury, Leandro Alvarenga Miranda, Milton José Neves, Carlos Kherlakian, Omar Álvaro Orfaly, Armando Souza Pinheiro e Newton Luiz Ferreira.

Alegaram que o procedimento afronta o Estatuto Social, que impede a disputa, pelo Tricolor, de qualquer competição com as cores diferentes das oficiais (vermelha, preta e branca).

O pedido liminar foi indeferido pela juiza Mônica de Cassia Thomaz Perez Reis Lobo, que alegou:

“(…) não vislumbro, pelo menos em cognição sumária, o perigo real de dano ou situação que possa comprometer o resultado útil do processo, ainda que seja razoavelmente aparente a probabilidade de direito respalda pelas normas do Estatuto do Clube.”

“Ademais, os autores noticiam apenas dois eventos em que foram utilizados uniformes com cores estranhas àquelas determinadas pelo Estatuto do Clube como causa de pedir da presente ação, deduzindo que questões de interesse econômico e de “marketing” permeiam a decisão da Diretoria de incluir novas cores ao vestuário oficial do Clube.”

“Desse modo, os fatos são controvertidos e somente podem ser melhor analisados sob o contraditório. Diante do exposto, INDEFIRO a tutela pleiteada”

A ação seguirá, então, o curso normal, com audiência de conciliação marcara para o próximo dia 07 de novembro, às 14h30, na sala 115, 1º andar, na 1ª Vara Civil do Butantã.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.