Escândalo da Base: vice-presidente vs. conselheiro das cargas

Jorge Kalil e Mané da Carne (ou das cargas)

Jorge Kalil e Mané da Carne (ou das cargas)

Segue, na Justiça e nos Distritos Policiais, a briga entre o vice-presidente do Corinthians, o médico Jorge Kalil, contra o conselheiro alvinegro Manoel Ramos Evangelista, vulgo Mané da Carne, tratado também como Mané das “cargas” de Ferraz.

No clima quente do episódio que indicou possíveis corruptos nas categorias de base do Timão, antes mesmo da imprensa tomar ciência do assunto, ambos discutiram asperamente no Parque São Jorge.

Kalil teria tratado Mané como “ladrão”, aos berros, chegando quase às vias de fato.

Em sequencia, o conselheiro das cargas denunciou-o por injuria, calúnia e difamação.

No último final de semana, após longo período sem comparecer ao clube, Mané da Carne o fez para espalhar a versão de que, em depoimento no inquérito que investiga o caso, Kalil teria recuado da acusação:

“O Kalil “mijou” pra mim na polícia.. disse que não falou nada, que não era bem assim…”, disse o conselheiro com seu português, digamos, peculiar.

Ontem, questionado por associado do Corinthians, Kalil não quis entrar em detalhes sobre o depoimento, mas garantiu que os desdobramentos futuros, na Justiça, embasados em provas e testemunhos, indicam punição pesada aos acusados de corrupção da base.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.