STJD acerta na punição de Palmeiras e Flamengo, mas clubes poderiam fazer melhor

stjd

Em decisão elogiável, o STJD proibiu Palmeiras e Flamengo de vender ingressos, durante algumas rodadas, para os setores de estádios que, costumeiramente, são utilizados pelas facções criminosas “organizadas”.

Dentro do contexto equivocado de tratamento que os clubes mantém com a bandidagem, era, a princípio, o que poderia se fazer.

Muito pouco, porém, do que realmente deveria ser adotado.

Em exemplo, somente nesta punição, o Palmeiras calcula prejuízo em torno de R$ 2,5 milhões, mas, ainda assim, insiste em separar setor de sua Arena para acomodar a escória da sociedade.

Dirigentes dos clubes terão coragem de pedir ressarcimento ?

A regra diz, infelizmente, que não.

Isso precisa parar!

A solução é óbvia: vender ingressos numerados, somente pela internet, sem divisão de torcedores.

O estádio estará permanentemente lotado, os “organizados”, sem poder se agrupar, pouco a pouco, sumirão dos campos de futebol, e o torcedor verdadeiro, aquele que consome produtos do clube, não da bandidagem, preencherão os caixas das agremiações com a vantagem de não existir risco de novas punições semelhantes.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.