“Ferrarinho” e Basílio embolsam mais R$ 16,5 mil com “masters” do Corinthians

koga

Mesmo com acusações diárias contra seus procedimentos, o Diretor Cultural do Corinthians, o desempregado Flávio Ferrari Junior, vulgo “Ferrarinho”, continua com carta branca do presidente, delegado Mario Gobbi, para receber vantagens na condução do departamento de Masters do clube.

Vale lembrar que o dirigente é responsável por fazer o Timão perder mais de R$ 40 mil na Justiça, em processo movido pela ex-gestora do Teatro alvinegro, que disse ter saído porque “não queria cometer atos ilícitos”, foi enxovalhado, publicamente, pela diretora e produtora de teatro da última peça em cartaz no clube, e “esqueceu”, há mais de um ano, de prestar contas ao caixa alvinegro do dinheiro arrecadado com estacionamento numa festa realizada no “Fielzão”.

Agora, como já vem ocorrendo desde que “Ferrarinho” colocou o ex-ídolo Basílio para auxiliá-lo, a dupla receberá mais R$ 16,5 mil, depositados na conta da empresa do ex-atleta, valores estes que nunca serão conhecidos pelo caixa alvinegro.

É a verba a ser recebida por mais um amistoso do “masters”, em comemoração ao aniversário da emancipação da cidade, com dispensa de licitação, em contrato que será assinado no próximo dia 19, a ser pago pela Prefeitura de Cajati, com autorização do Prefeito Luiz Henrique Koga (PSDB)(foto).

Os jogadores convocados para a disputa, como de costume, receberão valores simbólicos, e algumas caixas de cerveja, para esquecerem de questionar.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.