Estranha empresa cobra R$ 120 mil do Corinthians na Justiça

rachid, piovesan, mané

Na última quinta-feira, empresa denominada “Moraes & Gomes Serviços Ltda -ME” ingressou com ação de cobrança contra o Corinthians.

R$ 120 mil seria a pendência.

“Intermediação de negócios – exceto imobiliários” é o objeto social da credora.

Não há registros doutros clientes da suposta “intermediadora”, fundada em 2012, próximo do início das obras do estádio em Itaquera, que está em nome Samuel Gomes do Nascimento, 61 anos, possivelmente “laranja” diante da inexpressividade de atuações comerciais.

O endereço registrado na JUCESP para o negócio, que possui capital social de apenas R$ 5 mil, é o da rua Guajaú 38, no Tucuruvi, também local de residência do “empresário”.

Concomitantemente, é estranho que a “Moraes & Gomes” seja objeto duma única ação judicial desfavorável, em que é cobrada pelo banco Bradesco, coincidentemente, do mesmo valor que agora tenta receber do Corinthians: R$ 120 mil.

Ambas as ações propostas no mesmo período.

O departamento de finanças do Timão, gerido por Emerson Piovesan, deve ter explicações razoáveis para o episódio.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.