Por justiça, Pelé deverá acender a pira olímpica, mas se Ayrton Senna estivesse vivo…

pele ceni

Tudo indica, até pela fala do próprio, no Jornal Nacional, que o maior jogador de futebol de todos os tempos, Pelé, acenderá a pira Olímpica na abertura dos jogos, que será iniciada às 20h, em meio a shows duvidosos, gambiarras declaradas e a tradicional falta de traquejo para grandes eventos dos organizadores nacionais.

Absolutamente justo pelo que representa no esporte, em âmbito mundial.

Antes de criticar, lembre-se que o homenageado não é o mediano cidadão Edson e seu nem sempre adequado comportamento público, mas sim o Mito, que beira a perfeição.

Pensando cá com meus botões, apesar de entender que ainda assim, Pelé mereceria ser o escolhido, o que aconteceria se outro gênio do esporte, Ayrton Senna da Silva, Tri-Campeão Mundial de Fórmula 1, para muitos o maior piloto de todos os tempos (este jornalista incluso), estivesse vivo ?

Vale lembrar que Senna, no Brasil, sempre foi mais querido do que o Rei do Futebol (que supera o piloto no contexto mundial) e bem mais próximo da Rede Globo, que, tudo indica, é a responsável pela escolha dos detalhes mais importantes da festa, entre os quais aqueles que, por meses, carregaram a Tocha Olímpica pelo país.

Talvez, em exercício de suposição, pela primeira vez na história dois Mitos dividiriam a honra, em composição que certamente agradaria a todos, público e organizadores dos Jogos.

Repito, na impossibilidade deste arranjo (se o piloto ainda estivesse entre nós), Pelé, em nossa opinião, mais relevante que Ayrton (o que não significa mais amado), mereceria, como ocorrerá, representar o país neste momento, tão sublime quanto sua carreira de jogador.

Ainda assim, creio, Senna será lembrado (mesmo seu esporte estando longe de ser olímpico), se não pela pouco criativa organização dos Jogos, certamente pelos que estiverem presentes no evento, em meio ao desfile de grandes nomes do desporto nacional.

ATUALIZAÇÃO: em nota oficial, Pelé informa razões pela qual recusa o convite para acender a pira olímpica:

Queridos amigos,
Só Deus é mais importante do que minha saúde! 
Em minha vida tive fraturas, cirurgias, dores, internações em hospitais, vitórias e derrotas, e sempre respeitando aqueles que me admiram. A responsabilidade das decisões é minha onde sempre procurei não decepcionar a minha família e o povo brasileiro.
Neste momento eu não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada.
E como brasileiro, peço a Deus que abençoe a todos que participarem desse evento e que seja um grande sucesso e termine em paz!
 
Edson Arantes do Nascimento – Pelé
Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.