Muricy, Barcelona e Flamengo

muricy

(Trecho da coluna de TOSTÃO, na FOLHA)

Muricy Ramalho ficou um mês no Barcelona. Viu tudo e adotou o 4-3-3 do time catalão no Flamengo. Na prancheta, era tudo igual. Na prática, tudo diferente. As principais características do Barcelona, o enorme talento individual, a troca de passes desde o goleiro, a aproximação para fazer triangulações e a tentativa de recuperar a bola aonde a perdeu, não existem no Flamengo.

Os atacantes pelos lados, Emerson e Marcelo Cirino, não têm habilidade para recuar, se misturar aos três do meio e chegar ao ataque trocando passes. Marcelo foi bem no Atlético-PR porque o time atuava nos contra-ataques para aproveitar sua velocidade.

Se Muricy continuasse, uma das soluções do Flamengo seria voltar ao “Muricybol”, de muita marcação e de jogadas aéreas. Bastaria contratar dois grandalhões, bons de cabeça, e um ótimo cobrador de faltas e escanteios. Seria o mais fácil.

Muricy, sorte e ótima recuperação!

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.