Advertisements

O Monge e os refugiados

Padre Marcelo Monge

Padre Marcelo Monge

“A Caritas é o amor da mãe Igreja, que se aproxima, acaricia e ama”

(PAPA FRANCISCO)

_______________________________________________________

Diante da triste realidade provocada pela diária exposição pública e midiática de estelionatários da Fé, que utilizam-se das mais diversas religiões para enganar incautos e proporcionar o próprio enriquecimento, é absolutamente reconfortante encontrar “trigo” diante de imensa dominação de “joio”.

Falamos, especificamente, do padre Marcelo Monge, responsável pela reconstrução (em todos os sentidos) da Igreja São João Batista, localizada no Bairro do Brás, que sobrevive, pelo trabalho incansável e inteligente do religioso, em meio a espaço físico delimitado pelos “Bingos” tratados como “Casas de Deus”, desde “templos de Salomão” até “Assembleias” utilizadas para lavar dinheiro de deputados enrolados com a Polícia Federal.

Monge é também diretor da “Caritas Arquidiocesana de São Paulo”, entidade que realiza trabalho admirável, reconhecido internacionalmente, com refugiados, nas áreas de Proteção, Integração, Saúde Mental e demais assistências.

Entre 1994 e 2014, por exemplo, 6.629 foram atendidos, de 87 nacionalidades distintas.

Para explicar melhor à população detalhes sobre as tarefas executadas, a Caritas desenvolveu um mini-documentário (pouco mais de oito minutos), absolutamente emocionante, que merece ser assistido, razão pela qual disponibilizamos, logo abaixo.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: