Advertisements
Anúncios

Corinthians oferece “naming-rights” para sites de jogatina

bandido-encapuzado1-275x300

Em meio às indefinições sobre a venda de “naming-rights” do estádio em Itaquera, o Corinthians, quem tem em mãos, apenas, uma proposta de absoluto risco, inventada por dois jovens publicitários, que, espertamente, querem criar uma empresa (fundo) para, utilizando-se da marca do próprio clube, arrecadar os recursos necessários para garantir os pagamentos (um acordo de maluco) do contrato, desesperou-se.

Há dias, autorizados por Andres Sanches, intermediários estão oferecendo o nome da Arena a sites de apostas em esportes, de atuação proibida no Brasil.

Inclusive aos concorrentes da “WINNER”, que, lamentavelmente, ocupa espaço no manto alvinegro.

Tirante a evidente possibilidade de contribuir para a lavagem de dinheiro e a suspeita de ligar-se a grupos quase sempre acusados de comprar resultados, o Corinthians, de histórico futebolístico glorioso (dois títulos mundiais, entre outros), rebaixa-se, como instituição e comercialmente, ao insinuar a associação de sua marca com possíveis envolvidos em atos criminosos.

A ação, que já vazou para o mercado, desde já desvalorizou ainda mais qualquer tipo de negociação futura com empresas sérias.

Este é o resultado de uma gestão que desde sempre vendeu-se como “renovadora” e “transparente”, mas tem, em seus quadros, um deputado federal indiciado no STF por crime eleitoral e lavagem de dinheiro, um ex-bicheiro que já foi preso por diversos crimes, acusado, também, de receber propina da construção do estádio, além de diversos outros “ladrões de galinha”, como os que o MP-SP investiga no recente escândalo das categorias de base.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: