Advertisements

Del Nero é condenado a pagar R$ 300 mil ao ex-árbitro Wagner Tardelli por Danos Morais no “Caso Madonna”

tardelli

Por decisão da 3ª Vara Civil do Rio de Janeiro, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, terá que indenizar o ex-árbitro Wagner Tardelli, em R$ 300 mil, por danos morais ocasionados quando do afastamento do profissional da partida decisiva do Campeonato Brasileiro de 2008, acusado de corrupção no famoso “Caso Madonna”.

Tardelli, que comprovou sua inocência no STJD (onde foi absolvido), já havia vencido, também na Justiça, a BAND (que divulgou a notícia pela versão do dirigente), que foi obrigada a pagar-lhe R$ 15 mil.

Del Nero teria que pagar R$ 200 mil, a princípio, para Tardelli, mas a juíza entendeu que a gravidade da repercussão justificaria o acréscimo de mais R$ 100 mil (totalizando R$ 300 mil) além de mais R$ 30 mil em custas processuais.

A sentença, que o leitor confere, na íntegra, logo abaixo, dá conta de que o STJD negou-se a colaborar com a Justiça Carioca, mesmo intimado para tal, ação que motivou vergonhosa ordem de busca e apreensão, em que constatou-se que as provas (gravações) em poder do órgão, estranhamente, sumiram do mapa.

Em defesa, Del Nero chegou ao desplante de afirmar que o episódio “beneficiou”, pela repercussão, ao ex-árbitro Tardelli, e que a ressonância dos fatos não teria ultrapassado o “mundinho do futebol”.

CLIQUE PARA LER A INTEGRA DA SENTENÇA

Tardelli vs. Marco Polo Del Nero

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: