Advertisements
Anúncios

Sócio de empresa ligada a “doutor” do Corinthians responde

molina

Publicamos, ontem, nossa opinião a respeito do relacionamento entre o Corinthians e o bacharel de direito Paulo Molina, tratado pelo clube, indevidamente, pela alcunha de “Doutor”, e que, segundo relatos, apresenta-se exercendo funções de advogado.

Corinthians confirma relação comercial com “doutor”, amigo de Andres Sanches

Molina utiliza-se do escritório Molina & Reis Sociedade de Advogados, no qual não está inserido, oficialmente, como sócio.

Guilherme Molina, Raphael Molina e Zoe Aparecida dos Reis Molina, os proprietários, assinam seus trabalhos.

Foi desta maneira que teria conseguido receber honorários, por exemplo, do gabinete do deputado federal Andres Sanches e também do Corinthians, não por acaso, comandado, extra-oficialmente, pelo parlamentar.

Obscuro, o escritório, aberto em 2014 (um mês antes das eleições parlamentares), praticamente inexiste em buscas de internet, sequer possuindo site ativo na Web.

Fica a impressão, devido a quase nula relação de clientes, que a empresa possa ter sido criada para favorecimento do deputado Andres Sanches, amigo de infância do bacharel Paulo Molina, e seu principal contratante, tanto para trabalhos em escritório político, quanto no Corinthians e na Arena em Itaquera.

Após a publicação de nossa postagem, procurou-nos, indignado, o Sr. Guilherme Molina, advogado que consta como sócio do referido escritório.

Disse, entre outras coisas:

“gostaria de salientar que não autorizo a utilização de meu nome ou de quaisquer declarações entre aspas”

Na matéria em questão, não havia a publicação do nome do Dr. Guilherme, muito menos entre aspas, apesar de que, como ocorre neste momento, não haver a necessidade jornalística, até pelo fato do advento da liberdade de imprensa, de qualquer das duas autorizações.

A resposta continua:

“(…) sou sócio do Escritório Molina & Reis Sociedade de Advogados e possuo relação pessoal com o Dr. Paulo, sendo que a resposta neste e-mail decorre de danos indevidos à honra do Escritório, bem como do Dr. Paulo.”

(…) destaco que tenho conhecimento de desavenças e até ações judiciais entre o Sr. e o Sr. Andrés Sanchez, contudo, é esperado que se tenha a coerência adequada e se separem as pessoas, posto que não nos confundimos com a pessoa do Sr. Andrés e não podemos entrar em certa “generalização” por atos de outras pessoas ligadas à ele.”

“1) Não se trata de falso advogado ou de qualquer ilegalidade, de forma alguma. O Dr. Paulo tem formação, vasta experiência e conhecimento para atuação, contudo, por opção pessoal, nunca quis atuar na advocacia propriamente, em especial de forma contenciosa, exatamente por isto sempre optou pela consultoria. Assim, bastava verificação rápida para notar que NUNCA houve prática, pelo Dr. Paulo, de qualquer ato privativo de advogado, tais como, assinatura de petições, procurações, etc., até porque nunca foi de seu interesse atuação nesta seara.
1.1) Destaca-se que o fato se referirem ao Dr. Paulo como Doutor, trata-se, tão somente, de certa forma de respeito, até porque, em verdade, nem pessoas habilitadas para o exercício de atos privativos da advocacia deveriam ser referidas como Doutores, pois Doutor é a pessoa que possui Doutorado em sua formação.”

“Quanto a Nota Oficial do Clube há manifesto reflexo de toda a seriedade, exigência e prestatividade em nossas prestações de serviços. Caberia neste ponto, verificação do Sr. sobre a atuação do Molina & Reis, bem como do Dr. Paulo. Questione o Presidente do Clube, Operador da Arena Corinthians, prestadores de serviço nesta Arena e até a própria Camila Mattoso e verifique se as referências são no sentido da seriedade e bons trabalhos executados. Tenho certeza que nossos trabalhos falam por nós, bastando confirmar a informação.”

O blog verificou e constatou, diferentemente do exposto na resposta, a inexpressividade absoluta do escritório.

Com relação a afirmação de que o “doutor” Paulo tem a enorme competência elencada pelo escritório, mas, por vontade própria, não nunca desejou obter autorização da OAB para a prática de seus serviços, há pouca margem para credibilidade.

Segue:

“Sem dúvidas, orientações que temos ofertado ao Clube e à Arena têm afetado alguns velhos hábitos nada produtivos e, com isto têm sido criados maiores mecanismos de controle para o Clube garantir maior eficiência e resultado para o Projeto Arena Corinthians. Naturalmente, essas modificações geram reações contrárias de pessoas que não querem metas e objetivos a serem cumpridos, motivo pelo qual tentam nos atacar pessoalmente, sem avaliar, de forma imparcial, os trabalhos exercidos.”

“Não procede a informação de obscuridade do Escritório Molina & Reis Advogados na medida em que possui todos os registros necessários, assim como atua de forma clara e transparente, basta, mais uma vez, verificações básicas na internet. Quanto ao site, novamente, não há veracidade: ainda que se trate de mera liberalidade de cada um a criação de site para sua pessoa física ou jurídica, o Escritório possui sim site, apenas está reformulando-o para melhor atender seus clientes, basta acesso em http://www.molinareis.com/

Verificamos na internet e, ainda assim, constatamos a falta de relevância, tratada no texto como obscuridade.

Com relação ao site que está no ar, mas “em construção”, qualquer semi-analfabeto de internet sabe o que isto significa.

“Atinge a honra dos sócios do Escritório e do Dr. Paulo a declaração de “desqualificados”. Na verdade, mais uma vez não houve qualquer conferência de informações. Bastava rápida conversa com pessoas que tiveram acesso a nossos trabalhos para conferir nossa qualificação e importância em negócios da Arena e do Clube, além de outros clientes. Pesquise, por exemplo, sobre as mudanças do Contrato de Patrocínio da Caixa Econômica Federal com o Clube do ano passado (liderado pelo Jurídico do Clube) e deste ano – abril de 2016 (com a atuação do Molina & Reis Advogados e Dr. Paulo). Tenho plena certeza que, apenas por este trabalho, não obstante todos os demais, o Sr. observará as diferenças notórias.”

O blog não tem intenção de atingir a honra de quem quer que seja, mas considera, sim, desqualificada a atuação do bacharel de direito Paulo Molina, em qualquer área em que não esteja habilitado para atuar.

“Quanto à OAB, não há o que questionar a entidade de classe, uma vez que o Dr. Paulo não exerce atividades privativas de advogado, portanto, não há que se falar em exercício irregular da profissão, posto que atua como Consultor, apenas. Assim, esta colocação fere a honra do Dr. Paulo e pode ser vista como de má fé.”

Quanto a OAB, quem deverá responder é a própria Ordem, que não enxerga com bons olhos as referidas práticas.

Não há má-fé alguma em noticiar que o bacharel Paulo atua, no Corinthians, realizando serviços que deveriam ser executados por alguém credenciado pela OAB.

Por fim, o Doutor Guilherme Molina termina com alusão irônica ao slogan do blog:

“peço a elegância de proceder à leitura atenta de cada um dos itens e que faça jus ao seu slogan “jornalismo com credibilidade””

Elegantemente, respondemos que estamos habilitados, com formação acadêmica, para o exercício de nossa profissão, razão pela qual não nos utilizamos da assinatura de terceiros para trabalhar, e que nosso site não está em “construção”, sendo visitado por, em média, 40 mil pessoas diariamente, ao longo de quase dez anos de existência.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário sobre “Sócio de empresa ligada a “doutor” do Corinthians responde

  1. E o sujeito ainda paga esse mico de vir justificar o injustificável.
    A pessoa anos e anos para dizer besteiras como essa???
    OAB tem que rever essa prova para bacharel ser advogado de verdade…

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: