Queda da grade que vitimou torcedores no Morumbi tem que ser investigada

morumbi grade

A queda da grade, no estádio do Morumbi, que separava o camarote da CONMEBOL do campo de jogo, vitimando vinte torcedores que caíram no fosso do estádio não pode ser esquecida em meio às comemorações pela vitória do São Paulo diante do Atlético/MG.

Das duas uma: a manutenção não estava de acordo com as normas mínimas de segurança ou havia mais gente do que a lotação do espaço comportava.

Nos dois casos, apesar do São Paulo ter declarado que o controle do camarote era da CONMEBOL, a responsabilidade, de fato, é do proprietário do estádio.

Espera-se, agora, que o Tricolor assuma o erro, indenize quem tiver que indenizar, puna quem tiver que punir e aprenda a lição de que não se pode descuidar da manutenção do estádio, nem da segurança em eventos de grande porte.

Imaginem se a queda se desse do nível das arquibancadas, onde, por sinal, torcedores, sem serem admoestados, por vezes, fazem acrobacias para sentar no telhado das cabines de rádio.

ATUALIZAÇÃO: peritos constataram corrosão na grade que despencou, comprovando a culpa do São Paulo no episódio.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.