Advertisements

Escândalo da base: diretoria pode ‘fritar” Onofre Almeida para salvar dirigentes ligados a Andres Sanches

onofre, negão e donato

Após reunião, que contou com a presença de Andres Sanches e André Negão, a cúpula da diretoria do Corinthians decidiu trabalhar para defender, por razões diversas, dois dos envolvidos no escândalo da base alvinegra.

São eles: Mané da Carne e Eduardo “gaguinho” Ferreira.

Negão opinou pela fritura também de Mané (por quem já foi traído, nos bastidores), mas Sanches o convenceu a mudar de ideia, com o argumento de que, fora do Corinthians, o dirigente poderia se tornar uma bomba-relógio, com poder de estourar segredos que não podem ser revelados das últimas gestões.

Com relação a Eduardo, a queda do cargo, além do simbolismo negativo de um apadrinhado da cúpula ser demitido, existe também a questão comercial, que não pode ser atrapalhada.

Sobraria então para o Diretor da Base, Onofre Almeida, que, segundo os que se reuniram, não criaria maiores problemas com o afastamento (“pouco relevante, ninguém dará bola”, disse Andres), que seria repassado ao público como demonstração de que a diretoria “pune seus próprios dirigentes”.

Em verdade, com a permissividade de uma comissão de ética comprometida, estariam entregando um anel que consideram de pouco valor para salvar os dedos, enlameados, de seus “companheiros”.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: