Advertisements

Nem o “pai de santo” adiantou. Palmeiras joga melhor, mas empata novamente no Brasileirão

Jogando muito mais bola do que o superior Botafogo, o Palmeiras fez das tripas coração para vencer o decisivo jogo disputado na tarde de hoje, mas não conseguiu.

O injusto empate, em dois a dois, praticamente selou o destino do clube para 2013.

Para desespero de sua apaixonada torcida, e do Pai de Santo contratado por Arnaldo Tirone para mudar a “sorte” do time, e que, por motivos óbvios, certamente será demitido.

Tivemos uma primeira etapa cadenciada pelo ritmo de jogo imposto pelo Botafogo, que tocava melhor a bola e mesmo sem criar muitas chances de gol, envolvia o adversário.

O Palmeiras, desprovido de técnica, tentava na vontade ao menos incomodar a equipe carioca.

Na lentidão da partida, a primeira jogada digna de nota foi uma falta ensaiada do Fogão, finalizada por Lodeiro e bem defendida por Bruno.

Seis minutos depois, Luan deixou Patrick Vieira na cara do gol, mas, na saída de Jefferson, o avante palmeirense bateu para fora.

O castigo veio aos 20 minutos, quando Mauricio Ramos errou uma saída de bola, que sobrou para Andrezinho lançar, de calcanhar, a Lodeiro, que ganhou na corrida da zaga, bateu cruzado, a bola pegou na trave e, por sorte, voltou na cabeça do uruguaio, que não perdoou.

Sentindo o placar adverso, o Palmeiras murchou em campo e o Botafogo, tranquilo, ensaiava definir o jogo no contra-ataque.

Porém, numa batida de escanteio de Marcos Assunção, sempre ele, Patrick desviou para o gol e quando a bola estava saindo veio o pé salvador de Barcos empurrando para as redes.

O empate, inesperado, deu forças ao Verdão que melhorou no jogo e partiu para o ataque, terminando a primeira etapa com o domínio das ações.

Porém, mal o segundo tempo começou e, aos 3 minutos, Bruno fez milagre ao defender batida de Lodeiro, na pequena área.

Com o jogo caindo no marasmo, Gilson Kleina, tentando acelerar as coisas, colocou o atacante Maikon Leite no lugar do lateral Artur, aos 9 minutos.

E o Palmeiras, desesperado, foi com tudo para frente.

Aos 12 minutos, Luan perdeu gol impossível, sozinho, na área, aproveitando cruzamento de Wesley, então deslocado para a lateral.

Dois minutos depois, Luan se antecipou à zaga e quase marcou, mas a bola passou por cima da meta de Jefferson.

Com a pressão palmeirense, o Botafogo, antes tranquilo, começou a errar passes e recuou.

Mas, aos 18 minutos, Lodeiro ganhou uma dividida na esquerda de Mauricio Ramos e cruzou na cabeça de Elkeson, que em seu primeiro toque na bola fez o gol botafoguense.

Dois a um, até então injusto, como é o futebol.

Cinco minutos depois, Maikon Leite acertou belo chute da entrada da área, mas a bola, caprichosamente, encontrou a trave direita de Jefferson.

Aos 24 minutos, Maikon Leite foi lançado na área, Jefferson fez grande defesa e, no rebote, sem goleiro, num lance bisonho, Patrick Vieira se atrapalhou todo e sequer conseguiu bater a gol.

Já com Obina no gramado, o Verdão esquece qualquer esquema tático e com o coração nas chuteiras, passou a jogar com dez jogadores no ataque.

Para desespero do torcedor, que a esta altura já chorava nas arquibancadas da Fonte Luminosa, Obina cruzou da direita, a bola sobrou para Barcos, que bateu consciente, mas a zaga do Botafogo salvou em cima da linha.

Marcos Assunção tentou de falta, aos 35 minutos, mas Jefferson, bem colocado, defendeu.

Barcos deu esperança ao torcedor quando, aos 46 minutos, dominou a bola no peito dentro da área e marcou um golaço, empatando a partida.

A pressão palmeirense persistiu até o final, porém, de nada adiantou.

Com mais esse empate, o Palmeiras permanece em seu calvário, esperando apenas o momento oficial do segundo rebaixamento de sua história.

Facebook Comments
Advertisements

39 comentários sobre “Nem o “pai de santo” adiantou. Palmeiras joga melhor, mas empata novamente no Brasileirão

  1. Alviverde/SP

    Você, os rivais e até parte da torcida palmeirense pode achar que o Palmeiras já caiu, Paulinho, mas o TIME não pode se considerar rebaixado. Vai ter que LUTAR até o FIM, enquanto tiver chances. Se o time do Palmeiras DESACREDITAR de SI mesmo, aí já ACABOU.Têm de manter a FÉ, mesmo tendo MÍNIMAS chances. Mas realmente falta muita CALMA e CONCENTRAÇÃO nos jogadores, que cometem falhas GROTESCAS, como Maurício Ramos, hoje o responsável direto pelos dois gols tomados, perdem gols incríveis seguidamente, tão AFOITOS que estão em marcar os gols. O garoto Patrick Vieira sentiu o peso da camisa, perdeu um gol e várias boas jogadas do ataque. O ÚNICO que se salva mesmo é o Barcos, que manteve o SANGUE FRIO na hora das finalizações e marcou dois, cumprindo assim, a sua promessa de marcar pelo menos 27 gols nesta temporada. Coisa que pouco vai adiantar devido à má campanha do time…uma PENA.

  2. Fred

    RIP Palmeiras

    Só resta saber em q rodada esse timeco colonial, o Bugre “genérico” da Capital cairá…..

  3. Lan's tupã

    Apenas comprovou-se o q era anunciado desde o primeiro turno, a copa do Brasil foi um acidente…com esse time o guara não volta a serie A tão cedo!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: