Advertisements

Paulo André e Joaquim Grava

grava.jpg

Ontem, logo após a divulgação da informação de que o ex-jogador do Corinthians, Paulo André, ingressou com Ação Judicial para receber R$ 2,5 milhões que acredita ter direito, por serviços prestados ao clube, o Diretor Jurídico alvinegro Luis Alberto Bussab, se disse “surpreso” com o pedido.

Não deveria.

O teor do processo é quase uma cópia do que foi movido pelo médico Joaquim Grava, nos anos 2000, contra o clube.

No final, a diretoria, defendida por Bussab, deu-se por satisfeita em indenizar o “doutor”, concedendo-lhe, ainda, bons cargos no Parque São Jorge, empregando a família e homenageando-o com o nome do CT alvinegro.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: