Advertisements

Mario Gobbi agora fala em “consenso” com opositores para manter Mano Menezes

mano gobbi andres lula

No início da semana, o presidente do Corinthians, delegado Mario Gobbi, disse que não renovaria o contrato do treinador Mano Menezes, e que o futebol do clube seria gerido por um interino, até que se definisse o novo mandatário do clube, após as eleições, em fevereiro de 2015.

Jogou a culpa no Conselho Deliberativo, que, segundo suas palavras, não aceitou antecipar o pleito para dezembro.

Anteontem, alertamos que as palavras de Gobbi não passavam de jogo de cena, e que, na verdade, o dirigente tinha como objetivo pressionar as lideranças alvinegras para que o contrato do técnico alvinegro fosse renovado antes que sua gestão chegasse ao final.

Seria esta a maneira de manter o “esquema” de contratações que remunera diversos grupos no Parque São Jorge.

Ontem, durante a partida entre Cruzeiro e Corinthians, o repórter de campo da Rede Globo noticiou que houvera conversado com Gobbi a respeito desse assunto, no hotel em que se hospedava a equipe, e a resposta, óbvia, foi a de que o presidente do Corinthians tentaria um consenso entre os presidenciáveis para manter Mano Menezes o comando técnico alvinegro.

Tão elementar quanto os reprováveis hábitos de policiais flagrados na CPI do DETRAN, em São Paulo, arquivada por questões políticas, mesmo com farto material comprobatório de todos os ilícitos.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: