Advertisements
Anúncios

Raul Corrêa da Silva insinua que recebeu ordens de presidentes para cometer crimes no Corinthians

raul correa

No último final de semana, o Diretor Financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva, foi duramente questionado, não apenas por opositores, mas também por seus pares, sobre as práticas que levaram quatro dirigentes do clube, ele, inclusive, a serem indiciados por crimes diversos, entre eles apropriação indébita e sonegação fiscal.

“Quem deu a ordem para você sonegar os pagamentos de impostos ?”, questionou Osmar Stabile, conselheiro do clube.

“O regime é presidencialista”, respondeu Raul, sob o atônito olhar de diversas testemunhas.

Os defensores dos dois presidentes, para quem o Diretor Financeiro trabalhou no clube, Andres Sanches e Mario Gobbi, enfurecidos, diziam que Corrêa, na verdade, teria seguido orientações jurídicas de Sergio Alvarenga, então diretor jurídico, e que ambos seriam os verdadeiros responsáveis pelo delito:

“Onde já se viu, o Andres e o Gobbi são muito burros, não tem capacidade para tomar esse tipo de iniciativa sozinhos. Lógico que foram aconselhados. Os outros dois, o Roberto e o André Negão, então, não sabem nem escrever o nome.”.

“O Raul quer jogar nas costas deles uma ação que ele mesmo orientou-os a fazer.”.

Hoje estarão todos reunidos no CORI, ocasião mais do que própria para que o assunto seja melhor aprofundado.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: