Anúncios

Evento da Arena Palestra é marcado por inexpressividade de presidente do Palmeiras

6d627-paulonobre

O evento que reuniu três mil convidados numa espécie de “ponta-pé” inicial de uma Arena Palestra, ressalte-se, ainda inacabada, foi marcado pela absoluta inexpressividade do presidente do Palmeiras, Paulo Nobre.

A WTORRE aparecia mais no telão do que o próprio símbolo palestrino, seus dirigentes discursavam, e a impressão que se tinha é de que um novo prédio da empresa havia sido lançado, não um estádio de futebol que, em tese, pertence ao clube.

Inadmissível, num momento histórico para o Palmeiras, que seu dirigente máximo seja tratado como um qualquer, sem direito a discurso, quando, na verdade, deveria estar chefiando a cerimônia.

Brigas a parte, até porque, convenhamos, se perto doutras construtoras o tamanho da WTORRE, mesmo bancada com recursos trazidos pelo PT, é ínfimo, perante o Palmeiras, de história magnífica e uma legião de torcedores apaixonados, chega a ser covardia.

A inexpressividade do atual mandatário palestrino, que, apesar de, corajosamente, ter banido as “organizadas” do clube, pecou demais na diretoria de futebol, em que banca administrativamente, até hoje, bandidos do esporte, e financeiramente, com a inadequada ação – apesar da boa vontade – em emprestar dinheiro ao Verdão, ficou ainda mais evidente ao não controlar a lista de convidados, marcada, em 80%, quando não por inimigos da gestão, pelos vagabundos “organizados” que havia expulsado do Parque Antártica, fator que, por razões óbvias, junto com a má-fase da equipe, estimularam ainda mais as vaias recebidas pelo dirigente.

Anúncios

24 Respostas to “Evento da Arena Palestra é marcado por inexpressividade de presidente do Palmeiras”

  1. Nave Espacial Allianz 2014 Says:

    Maravilhosa, Espetácular…

  2. Nave Espacial Allianz 2014 Says:

    La Nostra Casa… Não é pra quem quer, é pra quem pode rs.
    Avanti Palestra!!!

  3. DR FRANCISCO TERRA Says:

    A postura do Paulo Nobre era mais que esperada.
    Ele está em litígio com a W.Torre e não se dá nem um pouco com o Torrinha.
    E isso não significa absolutamente nada.
    O importante para mim é escapar do Z4 e quando o time estiver bem até o jogo contra o Atletico MG, que se faça a primeira partida lá.

    Já imagino os 42 mil lugares ocupados numa conta humilde a ingressos de 40 reais dando uma renda 100% do Palmeiras de 1 milhão 680 mil reais só pra desespero dos antis.
    E a Arena foi só elogios ein

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    DR FRANCISCO TERRA. EX CORINTHIANO. PALMEIRENSE NATO.

  4. Antonio Gomes Says:

    independente de clube, o estádio é muito, muito bonito.
    se o dinheiro arrecadado será devidamente utilizado, só Deus sabe.
    E se o show do Paul for mesmo no Allianz, lá estarei. vou contribuir para o pagamento.

  5. Edu Says:

    Paulinho diante do exposto, voce com certeza estava presente, estou certo?

  6. Nave Espacial Allianz 2014 Says:

    Essa PARCERIA Palmeiras/Wtorre/Allianz será um SUCESSO ABSOLUTO no Brasil, já está sendo um sucesso.
    E eu acho ótimo que a arena seja gerida por PROFISSIONAIS.
    Dirigentes Palmeirenses mau administram a casa deles, imagina um MONUMENTO BILIONÁRIO como esse.
    Mustafá e Paulo Nobre estão se sentindo DERROTADOS nesse momento.

  7. zé ferreira Says:

    nada mais justo que o dono, ao menos por 30 anos, ter a palavra.

  8. Fred #MaiconSodomizouElias#GaivotasPaguemEletropaulo #Peppa2ªDivisão #VidaLongaAosLadrõesDeGalinhas #Bugrinos2ªDivisãoNoCentenada #GalaticosDoMorumbi #GaivotasPaguemSabesp Says:

    INEXPRESSIVIDADE DO POBRE PORTUMEIRAS

    QTO MAIS O PLAYBOYZINHO PILOTINHO CAPOTADOR DE CARROS

    AS PEPPAS ESTÃO SONHANDO Q A WTORRE DARÁ CHANCE DELAS GANHAREM $$$$$$ COM A ARENA

    O FATO É Q AS PEPPAS TERÃO Q PAGAR ALUGUEL PARA JOGAR NA ARENA WTORRE

    FATO

    COMECEM A CHORAR, PEPPAS

  9. Ronaldo Coelho Says:

    Hoje o Palmeiras perde pro figueira e provavelmente voltará pra lanterna, e a moderna arena da WTorres vai conhecer a segunda divisão em 2015.

  10. Marco Says:

    Parabéns aos Porks pela Arena! Muito bonita. mas a do timão não perde em nada.

  11. Osvaldo SEP Says:

    Para os Shupaulinos despeitados ( porque alguns eu respeito )

    http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/dinheiro-em-jogo/post/de-volta-estadio-do-palmeiras-gera-r-340-mi-por-ano-em-receitas-para-wtorre.html

  12. Osvaldo SEP Says:

    Naming rights
    Demorou, mas mercado e público entenderam que vender nome de estádio não dá tanto dinheiro quanto se alardeou anos atrás. A Allianz assinou um contrato de R$ 300 milhões pelo período de 20 anos, portanto R$ 15 milhões por ano, para rebatizar o estádio do Palmeiras. Deu opções, fez uma enquete com a torcida, e se decidiu por Allianz Parque.

    Camarotes
    O estádio palmeirense tem 188 camarotes. Nem todos estão à venda, porque vários tiveram de ser reservados para Palmeiras e WTorre, times visitantes, parceiros comerciais como Allianz, Gocil e Diletto, e até futuros patrocinadores do clube. Hoje não há nenhuma marca na cota máster da camisa, por exemplo, mas, quando houver, esta empresa vai querer um camarote no estádio. E vai ter. Sobraram cerca de 120 para ser comercializados.

    A venda foi feita pela WTorre em parceria com a Traffic. Hoje, com cerca de 85% dos camarotes à venda já reservados, a receita chega a R$ 80 milhões. Os contratos têm até cinco anos de duração.

    Os preços dos camarotes variam conforme alguns critérios. Os que estão mais próximos do centro do campo, pela melhor visibilidade, são mais caros. Os que estão na região do anfiteatro, onde estão previstos de 40 a 50 shows por ano para 15 mil pessoas, por terem visão do palco, também. E, claro, o custo varia de acordo com o número de pessoas que o local comporta – 12, 17, 18 ou 21.

    A operação desses camarotes será feita por uma equipe interna da WTorre, mas haverá parceria com a CSM, dona da Golden Goal, para serviços premium. Esta empresa estará encarregada de dar trato fino aos compradores mais endinheirados. Vai recepcionar, colocar pulseira, levar ao camarote, facilitar no transporte, entre outros mimos.

    Há também dois lounges e um espaço que a construtora chamou de Business Club. Nele, grupos de quatro torcedores podem alugá-lo para ter um serviço melhor do que nas arquibancadas, porém sem a exclusividade de um camarote, pois vão dividir um “camarotão” com outros grupos de quatro pessoas. Uma cota dessas custa cerca de R$ 70 mil ao ano.

    Estacionamento e catering
    Há duas empresas terceirizadas pela WTorre para cuidar de estacionamento e alimentação, chamada no mercado de catering. São elas Estapar e Gourmet Sports, respectivamente. Os contratos têm um mínimo garantido, e este número está próximo de R$ 95 milhões em oito anos. O valor pode aumentar se a demanda for maior do que a prevista, mas não diminuir.

    Patrocínios
    A WTorre criou 14 cotas de patrocínios ao estádio, nas quais as empresas que a comprarem terão marcas exibidas pelo local, pacotes de ingressos para levar clientes e outros benefícios. Dessas, dez já foram fechadas, e a receita delas gira em torno de R$ 135 milhões – sem considerar, neste número, o que paga a Allianz. Entre as patrocinadoras estão Diletto, Burger King, Dog Häus e, a mais recente, Citröen, cujas cotas têm durações e valores diferentes.

    Cadeiras cativas
    Esta é uma receita ainda imprevisível, porque cadeiras cativas são motivo de discórdia, e até de processo na Justiça, entre WTorre e Palmeiras. O torcedor que quiser ter uma cadeira só para ele no estádio palmeirense vai ter de pagar duas vezes: uma anuidade, a título de ter a exclusividade sobre aquele assento, e o valor do ingresso jogo a jogo.

    Foi combinado que a WTorre ficaria com a anuidade, e o Palmeiras, com o ingresso. Mas chegou a gestão de Paulo Nobre, e o novo presidente decidiu que queria também parte das anuidades. O Palmeiras entende que 10 mil lugares pertencem à construtora e os demais, cerca de 33 mil, a ele. Não é o que diz o contrato, e a questão vai ser decidida na Justiça. Outro ponto ainda a ser definido é a empresa que fará a venda dessas cadeiras cativas. Há um acerto com a ESM, mas o contrato entre ela e a WTorre ainda não foi assinado.

    Shows
    Outra fonte de dinheiro, ainda é difícil de prever, mas que já dá sinais de quanto pode gerar, são shows que o Allianz Parque receberá. Neste aspecto a AEG, contratada pela WTorre para ajudar na gestão do estádio, é fundamental. É esta a empresa que tem sob contrato vários artistas internacionais com potencial para encher estádio.

    Há espetáculos de grande porte prestes a serem confirmados. Paul McCartney deverá fazer duas apresentações em novembro, e os Rolling Stones mais duas em março do ano que vem. Cada um deverá gerar entre R$ 1 milhão e R$ 2 milhões por evento, mas a conta ainda é incerta, porque envolve venda de ingressos, alimentos e produtos no interior do estádio, todos eles ainda novidades para o Palmeiras e para a WTorre. Esses itens variam conforme o artista – bandas que atraem pessoas mais velhas costumam gerar mais venda de alimentos, por causa de bebidas alcoólicas, enquanto atrações mais jovens movimentam mais bonés, camisetas etc.

  13. Osvaldo SEP Says:

    Como tem gente despeitada e ignorante, tem um vomitando aí que o Palmeiras vai pagar para jogar, não adianta mostrar documento, o retardado vai continuar falando o contrario, então é melhor desprezar e deixar o ignóbil se banhar na sua farta ignorância.

  14. Osvaldo SEP Says:

    O Panetone nem chega perto disso

  15. Mirassol 6x2 Says:

    Parabéns ao Oswaldo SEP. Pelo modo como ele escreve, com toda certeza, ele vai lucrar com a arena. Que otário!

  16. Mirassol 6x2 Says:

    Nave Espacial Allianz 2014 Says:
    setembro 28, 2014 às 10:12 am

    Cade o time no evento teste??? Cade o futebol?? ah, esqueci, o futebol no Palmeiras acabou.

  17. Wilson José Says:

    Tem comentarista que ainda consegue chamar outros torcedores de fanáticos, durma-se com barulho desse.

  18. EX MOSQUETEIRO Says:

    O estadio ta ficando uma maravilha, pena que nao tenha time pra jogar.

  19. Osvaldo SEP Says:

    Mirassol 6×2 Says:
    setembro 28, 2014 às 5:07 pm

    Garanto que voce esperava um xingamento meu, ou algo parecido, mas sua insignificancia é tão grande que nem vale o esforço. Desculpa, tenta de novo.

    Ah sim, uma pergunta, a carapuça serviu ?

  20. Osvaldo SEP Says:

    EX MOSQUETEIRO Says:
    setembro 28, 2014 às 6:24 pm

    Concordo plenamente com seu comentario.

  21. Adriano Says:

    Vc queria o q ? O estádio é da construtora . Ano q vem teremos diversos clássicos na Arena da Wtorre , Palmeiras de Desportos x América RN , Palmeiras de Desportos x Paraná , Palmeiras de Desportos x Oeste .

  22. ALAN KARDEC Says:

    Parabéns pelo novo estádio!!
    Será um palco lindo demais para a disputa da série B em 2015!!

    Enquanto isso, no que REALMENTE interessa, o time da colônia fabril da Turiassu continua na sua busca feroz em direção ao TRI campeonato da Série B.

    Mantendo o padrão de emoções que tem proporcionado á sua imensa e apaixonada torcida, o ex-Palestra Imponente assistiu ao Figueirense lhe impor uma derrota indiscutível em apenas 4 minutos. E na próxima quarta feira, contra outro catarinense, o
    time verde da Turiassu promete novas e arrebatadoras emoções…

    PARABENS PELOS 100 ANOS !
    PARABENS PELA NOVA A RENA !
    E PARABENS PELA MANUTENÇÃO DO SEU LUGAR NO Z-4 !
    VAAAAAI PORCOOO !!!

  23. anti_corru_PT_os #EuVotoMarina40 Says:

    PaTética, JUVENIL e aPTnada!

  24. Guilherme Says:

    Por falar em Estádio, o ‘Engenhão do RS’, o tal Estádio Padrão FIFA que a PeTralhada gaúcha assim o batizou, conseguindo para o mesmo isenções e até uma sub-estação, não anda nada bem.
    Vejam os exemplos abaixo:

    Apagão FIFA
    Governo do Estado DEU uma subestação de energia para o Beira-Rio. Fazia parte do LEGADO DA COPA. Ontem, o Legado se apagou. Teve um FIASQUENTO APAGÃO no “emocionante” jogo contra o lanterna. Mas teve jornalista SCIsento falando que o apagão foi lindo e emocionante.

    Internacional não sabe quem vai ser responsável por obra na cobertura do Beira-Rio
    Reforma necessária no teto é empecilho para entrega oficial do estádio ao clube gaúcho, que minimiza a indefinição
    https://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/internacional-n%C3%A3o-sabe-quem-vai-ser-respons%C3%A1vel-por-obra-na-cobertura-do-beira-rio-190801973.html

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: