Del Nero, em nova afronta a Ricardo Teixeira, elimina Luiz Gustavo Vieira da CBF

luiz gustavo

No último mês, demonstrando que a intenção da CBF é a eliminar caciques ligados ao ex-presidente Ricardo Teixeira, dois nomes intocáveis da gestão anterior foram demitidos da entidade.

Ambos arquivos vivos de possíveis falcatruas.

O primeiro, Rodrigo Paiva, funcionava até como “Bolso” do ex-patrão, mas, o segundo, Luiz Gustavo Vieira, era menos conhecido, porém, mais perigoso e “lucrativo”.

Vieira, responsável, até então, pelos registros de jogadores, transferências internacionais e nacionais da CBF nos últimos 25 anos, foi demitido, após mais uma “estranha” lambança em seu departamento, que proporcionou benefício indireto ao Paysandu.

Na verdade, a gota d’água, após casos bem mais graves que passaram em suas mãos, entre eles a inclusão de registros falsificados do jogador Junior, então no Vitória, e o mais famosos dos casos, o de (Marcio) Emerson Sheik, ambos presos pelos crimes de falsidade ideológico após denúncias em nosso espaço.

Del Nero retirou de lugares estratégicos gente que não lhe devia fidelidade, talvez não para moralizar os setores, mas colocar outros nomes, próximos de si, que continuem a tocar o que já era ruim da mesma maneira, só que agora “sob nova direção.”

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.