Advertisements

Os dilemas do Palmeiras

palmeiras segunda

O Palmeiras vive dilemas importantes, no ano de seu centenário, e que, se mal resolvidos, podem comprometer o futuro de sua história.

Em primeiro lugar, o de não ceder aos apelos de torcedores – alguns “organizados” e pagos para reclamar – acertando contrato milionário com o fraco Alan Kardec, alçado a “Salvador da Pátria” diante da mediocridade do futebol brasileiro.

Se o fizer, não mais poderá seguir com a acertada política imposta pelo presidente Paulo Nobre de não mais pagar salários acima da capacidade financeira do clube.

Outro problema é aceitar que sua atual equipe de futebol é risível, lamentável, e indigna de suas tradições – com ou sem Kardec.

Ou seja, sonhar com títulos no centenário, apesar de desejável, é abrir a porta para novo rebaixamento.

A inteligência, neste momento, seria atuar de acordo com a realidade, fechadinho, evitando derrotas humilhantes, tentando conquistar o máximo de pontos possíveis, para, ao menos, se colocar em posição honrosa no campeonato.

Sim, o clube é grande, tem história, mas não pode manchá-la, novamente, por querer mostrar o que, há tempos, não possui mais.

Não se constrói casa sem alicerce, e o do Palmeiras está mais do que corroído, vítima de gestões lamentáveis de incompetentes que hoje pagam os “organizados” para criar o clima de inferno, no anseio de retornar para demolir o que restou de suas desadministrações.

Enquanto o presidente do clube, seja ele Paulo Nobre ou outro qualquer, precisar emprestar do bolso dinheiro ao caixa do Palmeiras, não há como pensar grande, apenas a necessidade de trabalhar para voltar a crescer.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: