Pai de jogador denuncia sacanagens e favorecimentos a jogadores indicados por dirigentes no Corinthians

alba

Por LUIZ CARLOS

Eu vou dizer um pouco o que é o Corinthians.

Os atletas que ainda que não fazem parte da base, simplesmente são considerados como atletas que não representam o Corinthians.

Isso são palavras dos próprios organizadores e responsáveis pelas categorias sub 15 e sub 17 do CIFAC.

O atleta do CIFAC do Corinthians para poder ser melhor avaliado precisa de indicação, isso começa pela ficha de inscrição para as seletivas do clube, que em letras garrafais tem a seguinte pergunta: quem indicou ?

Sexta feira, dia 14/03/2013, os meninos atletas do sub 15 e sub 17 do Corinthians foram para Campinas disputar a Copa Ouro contra o Guarani, os pais tiveram que pagar o almoço dos atletas porque o clube disse que não dispõe de recursos para esses atletas, que jogam pelo clube, mas não representam o clube, como diz os seus organizadores do CIFAC.

O Corinthians é uma vergonha para quem não conhece ele nas partes internas.

Tenho vergonha de ser sócio.

Pois bem senhores, que representam o S. C. Corinthians Paulista, através da ouvidoria.

Sou sócio desta entidade e lamento por tais ações e palavras de pessoas que até podem ter boa vontade em querer oferecer algo para esses jovens que sonham em ser atletas ou melhor serem jogadores.

Mas é inadmissível ter que aceitar que essas pessoas falem em nome do Corinthians e se dirijam diretamente para os atletas, dizer que eles não representam nada para o Corinthians ou não representam o Corinthians.

Isso é vergonhoso.

O Corinthians oferece cargos, oportunidades ou condições de trabalho só para apadrinhados de diretores ou indicados de diretores, porque isso é a imagem que me é passada.

No mínimo tenham competência de indicar pessoas que tenham afinidade no trato humano com pessoas e jovens principalmente.

EX: categoria sub 15 CIFAC seleção interclubes ano 2013.

Ano bom do meu filho, titular da sua posição, simplesmente foi tirado da equipe, porque seu técnico a época (Sr. Rafael) justificou ao atleta que ele não seria mais titular porque estava sofrendo pressão externa de um pai para colocar seu filho de 14 anos, este pai era responsável também pela organização do CIFAC como ainda é hoje parte da organização do CIFAC 2014.

Espero que meu filho este ano não sofra retaliações, simplesmente porque não concordo com a forma e comportamento das pessoas nomeadas para representar o Corinthians.

Digo retaliações porque o futebol a bola tudo encobre.

Procuro dar base para meu filho ser um cidadão de fato e direito, porque o que podemos esperar de ações de um clube quando o seu maior patrimônio é externado publicamente por seus dirigentes ser a sua torcida.

Torcida que mata, que gera violência, que briga, que rouba, que ganha ingressos para ir ao estádio.

Torcida que prejudica a receita do clube, fazendo perder o seu mando de campo.

E aqueles que vão a campo representar o nome Corinthians (esses não são patrimônio para o clube) independentemente de não serem base mas estão ali para representar o nome Corinthians porque para isso eles servem, mas não servem porque não representam o Corinthians e não representam nada para o Corinthians.

Para finalizar:

Enquanto tais posturas não forem mudadas, estarei distribuindo este email para toda imprensa e redes sociais, não como uma forma de ameaça, mas sim para exigir postura profissional e soluções para que as pessoas possam conhecer e saber melhor o que ocorre nos bastidores do futebol e também começarem a se manifestar e externar suas opiniões e cobrarem mais para aqueles que pagamos porque eu sou patrimonio deste clube sou sócio.“

Luiz Carlos

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.