Advertisements
Anúncios

Bruno Henrique: mais um negócio para o departamento de futebol do Corinthians explicar

ronaldo ximenes 3

Recentemente, o Corinthians anunciou a compra de 50% dos direitos do jogador Bruno Henrique, utilizando-se de empréstimo do BMG, o banco do Mensalão.

Aliás, o predileto, também, dos dirigentes alvinegros.

Os outros 50%, segundo consta, pertenceriam ao empresário Sergio Malucelli, um dos sócios de V(W)anderlei(y) Luxemburgo em transações de jogadores.

Ao analisarmos a documentação oficial de registro do atleta na CBF, porém, encontramos dados discrepantes dos que foram fornecidos, publicamente, pela diretoria alvinegra.

De 2009 até julho de 2013, o atleta perambulou pelos clubes ligados a trupe “Luxemburguiana”, Iraty e Londrina, com uma escala, mal sucedida, no Atlético/MG, por três meses, em 2010.

Em julho de 2013, foi emprestado pelo Londrina à Portuguesa, local que permaneceu até o final do ano, recebendo R$ 25 mil de salário.

Diferentemente do que vem sendo divulgado, pela documentação da CBF, no dia 05 de fevereiro, Bruno Henrique rompeu totalmente seu vínculo com a equipe paranaense, acertando contrato, em definitivo, até fevereiro de 2017, com o Coimbra/MG, time de fachada do BMG.

Registrado no dia 10, às 16h46m, com salário de R$ 2,5 mil, e multa contratual de R$ 5 milhões.

Bruno Henrique 1

Quatro dias depois, o BMG, através do Coimbra, enviou à CBF contrato de empréstimo, até o final de 2016, não em definitivo, como se falava, do jogador com o Corinthians, aumentando o salário de R$ 25 mil (que o jogador recebia na Lusa há apenas dois meses), para R$ 60 mil mensais.

Bruno Henrique 2

Para ter o jogador em definitivo, o Corinthians terá que pagar ao BMG, segundo consta oficialmente na CBF, R$ 5 milhões, ou seja, R$ 3,5 milhões a mais do que os valores pagos pelo banco do Mensalão, R$c 1,5 milhão, à trupe de Luxemburgo.

Certamente os dirigentes de futebol do Corinthians, não Mano Menezes, o de fato, mas Ximenes “Scarpa”, o de direito, se não mentirem, como no caso Edenilson, devem ter explicações interessantes a fornecer sobre mais essa estranha negociação.

Bruno Henrique 3

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

14 comentários sobre “Bruno Henrique: mais um negócio para o departamento de futebol do Corinthians explicar

  1. Paulinho falando em contrataçoes,onde anda o zagueiro wanderson,que foi contratado,e nem no banco fica,para ser reserva do felipe deve ser muito ruim.

  2. Pqp, é impressionante a sua “perseverança” em apontar as “falhas” da administração do Corinthians…
    O mais elogiável é que tudo isso é movido pelo amor ao Corinthians e à ética…

  3. Peixoto, duro não é a perseverança, duro é os leitores tipo vc fingir que não estão entendendo toda esta podridão.

  4. ó RECEITA FEDERAL DO BRASIL, por que me persegues?

    por que vens atrás das moedas, deixando as cédulas escaparem?

    esse BMG é mesmo uma money washing machine

  5. Explicar oq??

    Precisa nada!! Qto mais sacanagem houver, melhor!!!

    Vida longa aos Ladrões de Galinhas!!

  6. Eles não explicam nada, depois de uns dia cai também no seu esquecimento e fica tudo como está.

    Caso Edenilson, todo mundo já esqueceu.

    Caso Jucilei, já nem lembram mais de como foi.

    Caso Marquinhos, pouco se falou no assunto.

  7. o carlinhos torcedor simbolo dessa bandidagem deve ter uma explicação.Quer dizer…..se ele parar de pensar no SPFC e pensar no proprio time talvez tenha alguma explicação……..hahahahahaah

  8. Quem esse tal de Alan Kardeca pensa que é pra jogar na seleção! ele pode se conformar por que jogador de serie B não joga na seleção!
    felipão não o convoque.. pois o Brasil só vai passar vergonha !
    QUANTO AO PATO espero muitos jogos ruins no são paulo, para que fique mais uns 2 anos sem ganhar do corinthians! kk

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: