Cruzeiro tem que dar exemplo em mais um caso triste de racismo

tinga

Ontem, na partida em que o Cruzeiro foi derrotado, mais pelos reflexos da altitude do que propriamente pela qualidade do adversário, torcedores peruanos, inqualificáveis, emitiram som de “macaco” nas arquibancadas, em clara manifestação de racismo contra o jogador Tinga.

Há, no regulamento da CONMEBOL, o art. 12, que prevê desde uma irrisória multa à equipe mandante, até a eliminação da Copa Libertadores da América.

Cabe ao Cruzeiro, agora, não silenciar, nem ficar apenas em manifestações de repúdio, daquelas que são recebidas em gabinetes, e, depois, encaminhadas aos trituradores de papel.

Não vai mudar a educação dos imbecis, torcedores do Real Garcilaso, ou de qualquer outro, no planeta, mas servirá como exemplo, demonstrando que, ao menos, episódios semelhantes levarão, se não à punição – não se pode esperar muita da CONMEBOL –  à exposição da intolerância.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

49 respostas para Cruzeiro tem que dar exemplo em mais um caso triste de racismo

  1. YaoMing #Gayvota que voa longe, voa tão altoooooooo...gayvota... disse:

    Paulinho vc acha mesmo q a conmebol vai tomar alguma atitude pesada contra esse clube?
    No máximo deverá dar uma multinha e um jogo com portões fechados….
    Sim, a atitude da torcida foi deplorável e merecem uma bela punição, mas ano passado a torcida curicana assassinou um menino boliviano e qual foi a punição ao curica?
    Depois do caso Oruru a conmebol não tem moral para punir ninguém….

  2. Carlos Napolis disse:

    Todo preconceito é burro e deve ser combatido com firmeza e força. Mas o que realmente atrapalha é que os brasileiros são muito passivos, moderados e coniventes.

    Não é da Commebol que espero não acontecer nada, mas sim do Cruzeiro. Vamos ver se existirá ações práticas em resposta.

  3. Carlos disse:

    Perai?! PERUANO praticou racismo com Brasileiro ??????????

    É zueira essa história né ?! Se alguém quiser entender o porque da pergunta, sugiro que vá dar uma voltinha no centro de SP na região da Sé e no viaduto 25 de Março

  4. Carlos Napolis disse:

    Paulinho, muitos serão preconceituosos aqui ao discordar frontalmente do preconceito ocorrido ontem, mas chamando peruanos de índios e tal preconceituosamente.

    Combater preconceito com mais preconceito não é o caminho.

  5. euclydes zamperetti fiori disse:

    Ao ofender o cidadão brasileiro e futebolista profissional , indiretamente, ofenderam o povo brasileiro; por estas duas razões aguardemos dos nossos governantes tomada firme de posição

  6. Mengão disse:

    Só a torcida do cruzeiro se fantasiar de costureiro escravo.

  7. GUILHERME disse:

    PERUANO RACISTA É O FIM DO MUNDO !

    BANDO DE PASSA FOME DO CARALHO !

    PARECE PIADA NÉ ?

    AI A TORCIDA DOS CRUZEIRO TOMA AS DORES E QUANDO A MEIA DUZIA DE INDIOS VIER PARA CA VER ESSE TIMINHO DE VARZEA JOGAR, VAI PRA CIMA E DA UM PAU, OS BUNDOES DA IMPRENSA E OS MIMIMI VÃO COMEÇAR A CAGAR REGRA E CRITICAR.

  8. Peixoto-Pres.Prudente/SP disse:

    Peruano praticar ato de racismo contra brasileiro é a mesma coisa do que uma PARAIBANA, como a tal Raquel, ser preconceituosa, elitista, higienista e direitista.
    Lamentável…

  9. Carlos SP disse:

    Se a torcida do curintia matou um torcedor na Libertadores e não aconteceu nada o que dirá um caso de racismo?

  10. Não só o racismo que foi o mais grave, mas abusaram do amadorismo, não deixando treinar, gramado ridículo, cortando água do vestiário, nem no Campeonato “Rural” Mineiro existiu tanto amadorismo.

  11. fabio vieira disse:

    Pelo exemplo que a diretoria do Cruzeiro já deu em relação as torcidas organizadas, acredito que nesta situação eles não ficarão de braços cruzados.

  12. Alex franco disse:

    Peruano racista é o fim !!!

  13. Fielzão 2014 disse:

    Os bambis gostam do Peru.

  14. Rafael Mussi disse:

    Que tome uma punição bem rigorosa. Acho difícil, mas torço por isso.
    Agora a pergunta: até onde vai a imbecilidade do ser humano? Ainda mais por causa de futebol.
    Um dos maiores ídolos do futebol peruano, se não o maior, o Cubillas, é negro. Didi, brasileiro que tanto fez sucesso treinando aquela seleção e foi ovacionado pelo povo peruano, também foi negro. Estou me limitando a citar há alguns casos só, para mostrar como muitos torcedores são lixos como pessoa e mais ainda quando se travestem de torcedores. Lamentável.

  15. anti_corru_PT_os disse:

    Racismo é uma coisa que sobra aqui no Brasil. Tem muito brasileiro que pensa ser italiano, americano, e etc……

  16. israel disse:

    A CBF não deveria se manifestar?

  17. SPFC disse:

    Como o povo peruano é branco e puro são descendentes dos povos nórdicos do norte da Europa sua população são de Vikings e como se isso fosse motivo para chamar outros povos ou pessoas de macaco.

  18. Gustavo Leite disse:

    Se a pena por matar um torcedor (Oruro, Curincha) foi apenas 1 jogo com portões fechados, imagine a pena para apenas alguns xingamentos??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk comédia …

  19. José Romero Jr disse:

    Lula foi visto hoje entrando em um importante hospital de SP.
    Paulinho, será que dessa vez ele sai do hospital na “horizontal”?

  20. Osvaldo SEP disse:

    Peruanos Arianos ?? Que vergonha tem que eliminar da competição por 5 anos, tem que dar pena dura mesmo, para lembrarem para sempre.

  21. Osvaldo SEP disse:

    Fielzão 2014 Disse:
    fevereiro 13, 2014 às 8:52 am

    Os bambis gostam do Peru.
    ========

    EU RI

  22. Osvaldo SEP disse:

    israel Disse:
    fevereiro 13, 2014 às 8:56 am

    A CBF não deveria se manifestar?
    ==================

    Só se a FIFA deixar

  23. Pedro Pontes disse:

    Enquanto não houver uma punição exemplar, como a eliminação do torneio ou a perda de muitos pontos das equipes cujas torcidas entoam cânticos racistas, tal fato vai se repetir sempre. Aquelas companhas da Fifa (engana que eu gosto) levando faixas com os dizeres: “Say not racism” ou “Fifa against racism” só serve mesmo para inglês ver. E outra, esperar algo desta Commebosta, que representa bem o que é a América Latrina, podem ficar sentados e relaxar e gozar como já dizia uma ilustre ministra petralha.
    Agora o mais engraçado mesmo Paulinho, é que tem gente aqui no seu blog que se intitula o Arauto da moralidade, da igualdade, da sapiência, da solidariedade, imaginando estar um degrau acima dos demais, numa espécie de olimpo, mas que de forma contraditória adora destilar seu ódio, rancor, e claro, todo o seu “preconceito”, contra quem não pensa da mesma forma, imaginando que todos temos que ser robôs programados pelo partidão, usando termos como “essa paraibana”. Fala a verdade, isso não é cúmulo da hipocrisia? É aquela velha máxima, faça o que digo; mas não faça o que eu faço….

  24. Marcelo disse:

    E o jogador fez alguma coisa?
    Um cara da idade dele cheio de titulos… deveria ter se negado a continuar no jogo..

  25. rodrigo lima disse:

    publicado pelo competente jornalista perrone:
    O esfacelamento do grupo situacionista no Corinthians gerou uma orgia eleitoral no clube. Ninguém tem compromisso com ninguém, e todos dão bola para todos. Nesse cenário, aconteceu uma surpreendente aproximação entre Andrés Sanchez e Antonio Roque Citadini, inimigos políticos históricos.

    Recentemente, o ex-presidente se encontrou ao menos duas vezes com o e ex-vice-presidente. Não fecharam um acordo para a eleição, que vai acontecer entre dezembro e janeiro, mas ficou aberta a possibilidade de apoiarem o mesmo candidato. Andrés não pode se candidatar, pois pelo estatuto do clube precisa ficar fora de mais uma eleição. Citadini é apontado com um dos possíveis nomes da oposição.

    “Sugeri ao Andrés que encontrasse o Roque, mas não tem nada a ver com política, com apoio eleitoral. Falei que eles precisavam acabar com as rusgas antigas. Só isso”, disse o conselheiro André Luiz Oliveira, o André Negão. Ele é um dos principais aliados de Andrés e pré-candidato à presidência.

    No entanto, o blog apurou que um dos fatores que empurraram Andrés na direção de Citadini foi o distanciamento em relação ao atual mandatário, Mário Gobbi. Segundo quatro interlocutores de Sanchez, ele reclama constantemente de seu sucessor. Discorda de diversas atitudes tomadas e teve ao menos uma ríspida discussão com o presidente alvinegro.

    De acordo com as mesmas fontes, Sanchez também fala cobras e lagartos dos “engravatados”, como ele chama parte dos conselheiros e dirigentes da turma de Gobbi, a maioria integrante do grupo Corintianos Obsessivos. Isso apesar de até membros dessa corrente terem abandonado a canoa situacionista.

    Já aliados de Gobbi afirmam que, desde que saiu da CBF, Andrés voltou a se envolver em diversos assuntos do clube, apesar de ser o responsável apenas pela arena. Afirmam que sua movimentação no Parque São Jorge tumultuou o ambiente político. Há entre os “gobbistas” quem acredite que os “andresistas” querem apenas tumultuar o cenário. O objetivo seria conseguir uma mudança de estatuto que permita a Andrés participar do próximo pleito.

    O ex-presidente sempre descartou a intenção de virar a mesa para se candidatar. Recentemente, depois de se aproximar da oposição, ele também tem dito publicamente que não participa de decisões da atual administração. Três interlocutores do presidente declararam ao blog que Sanchez vinha sendo consultado antes de todas as decisões importantes, na maioria das vezes sem se recusar a participar. Foi assim, afirmam, nos momentos críticos de Tite e também antes da nomeação do novo diretor de futebol, Ronaldo Ximenes.

    Andrés não pôde ser ouvido, pois não fala com o blog. Gobbi, por meio da assessoria de imprensa do clube afirmou que “Andrés sempre foi bem-vindo, que é consultado sempre como amigo e conselheiro da gestão”.

    Gobbi não pode se reeleger, também por conta do estatuto corintiano. Isso não livra o presidente de ferozes ataques dos “andresistas”, principalmente por supostamente delegar funções demais e quase nunca pegar a bola para bater o pênalti.

    No meio da troca de tiros, está Roberto de Andrade, ex-diretor de futebol e que foi citado por Andrés com seu preferido para assumir a presidência. No vale-tudo em que se transformou a disputa eleitoral corintiana, a candidatura dele está ameaçada.

    Os que defendem a união entre Andrés e Citadini afirmam que o clube precisará de um presidente cascudo e com apoio esmagador dos conselheiros. Essa ala prevê tempos bicudos, com estádio para pagar e manter, além da dívida alta já existente. E das dificuldades para montar um time forte. Oposicionistas acreditam que o grupo de Andrés não tem quadros desse porte. Esse seria outro motivo para o ex-presidente se aproximar de Citadini.

    Assim, o pacto entre dois nomes com esse peso poderia forjar um candidato à altura, dizem os interessados na fusão. Tem até gente sonhando com uma candidatura única, algo pouco provável. Raul Corrêa da Silva, diretor de finanças, Elie Werdo, segundo vice-presidente, e Ilmar Schiavenatto, diretor social, também são vistos como possíveis candidatos saídos dos escombros da implosão situacionista. Nenhum deles, porém, confirma a condição de pré-candidato.

    Liderada por Citadini, Paulo Garcia, Fran Papaiordanou e Osmar Stábile, a oposição não lança candidato enquanto flerta com Andrés.

    Conheça a origem da desavença entre Citadini e Andrés

    Em 2004, Nesi Curi, vice-presidente do Corinthians, indicou e Alberto Dualib nomeou Andrés como diretor de futebol, ao lado de Fran Papaiordanou. Queria dar visibilidade ao pupilo Andrés para que ele chegasse à presidência. Nesi não se dava com Citadini, vice de futebol e o preferido do presidente Alberto Dualib para ser seu sucessor.

    No mesmo ano, o Corinthians firmou parceria com a MSI. Citadini era frontalmente contra. Andrés era a favor e acabou se tornando amigo do peito de Kia Joorabchian, o número 1 da empresa no Brasil. A partir daí, as divergências entre Andrés e Citadini se acentuaram e colocaram os dois em diferentes trincheiras.

    Ironicamente, após os abalos causados pela parceria no Parque São Jorge, Andrés foi o principal articulador da queda de seu padrinho político, Nesi, juntamente com Dualib. Quando a poeira baixou, Andrés e Citadini continuavam de lados diferentes.

  26. ROBERTO MANDROVANNI disse:

    Lamentável.

  27. AIRTON ( CORUMBÁ MS ) disse:

    Falam-se em bom senso e os caras do bom senso somente bravateiam….

    Caso brasileirão 2013…:

    Se houvesse moral e honra, os jogadores que hoje cobram ética deveriam paralisar e pedir a eliminação do clube que BURLA A LEI tentando DAR O NÓ e meter jogadores irregulares em jogos, e / ou pedir o rebaixamento da equipe…..

    CASO AGRESSÃO DA FIEL……

    Jogadores deveriam paralisar o campeonato, parar com essa onda de dizer sempre ” A TORCIDA DO CORINTIANS É DIFERENTE!!!” e deixar de puxar saco da mesma, pois amanhã quando fizer um gol são os primeiros a mandar beijinho pra torcida.
    Jogador tem que ser profissional, meter um gol e voltar pra dentro de seu campo, sem essa onda de ir pra galera….NO BASKETE O JOGADOR NÃO FICA INDO PRA GALERA…

    CASO TINGA….
    ONDE ESTÁ A SOLUÇÃO??

    Pow, os caras cobra punição!!! Será que não perceberam que eles tem esse poder na mão???

    Se existe um corporativismo em cima disso tudo… AMBAS EQUIPES JOGADORES, NA HORA EM QUE COMEÇE UMA AGRESSÃO RIDICULA DESSA…. SAIAM DE CAMPO TODOS JUNTOS, NUMA DEMONSTRAÇÃO TOTAL DE UNIÃO E DESPREZO A QUEM FAZ ISSO!!!

    JUNTEM-SE TODOS DE MÃOS DADAS E FIQUEM DE FRENTE PRA TORCIDA OLHANDO ELES FAZER A SACANAGEM..

    DAI ISSO ACABA PORRA!!!

    A COISA É FACIL DE SE RESOLVER!!

    ONDE ESTÁ UNIÃO DESSES CARAS???

    O que não pode é passar a mão como aconteceu no caso de ORURO ONDE A TÉ A PRESIDENTA DA REPUBLICA INTERVEIO EM FAVOR DE ASSASSINOS E HOJE VIROU MODA METER ROJÃO!!!

  28. Paulinho o Cruzeiro tem que ir até o extremo desse episódio, essa comnebol tem que ser severa quero só ver o que eles vão fazer..

  29. Cleber SEP disse:

    Foi horrivel, nem dou pray pra nao me enojar novamente!!!

    Esse tipo de atitude por parte da torcida deve ser punida com a eliminaçao do time no torneio!!!!!!!!!

  30. JOHNNY BENGALA disse:

    É revoltante tendo em vista que os peruanos tem em sua fisionomia identicas aos primórdios indigenas que habitavam as Américas.
    Racismo é um mal que dificilmente será erradicado do mundo.

  31. EU - ABSOLUTIS VERITAS disse:

    RAÇA HUMANA É ÚNICA, cor de pele varia!!!!

    Qualquer ser, seja ele peruano, alemão, russo, americano, brasileiro ou qualquer outro, não passam de:

    SUBDESENVOLVIDOS, SEM CIVILIDADE, SER DECREPITO (deteriorado), SER ABOMINÁVEL, SER DE MERDA, SER AMEBA, SER INÚTIL, SER INSIGNIFICANTE, SER DO SUBMUNDO.

    Racistas são perturbados mentalmente!!!

    Vou repetir QUALQUER SE RACISTA, é tudo isso e muito mais.

    É muito triste perceber que tem GENTINHA DE MERDA que age assim, SEJA EM QUE PAÍS FOR, não importa a origem, racista é GENTINHA DE MERDA, GENTE PODRE, GENTE INÚTIL, se é que podemos chamar de gentes COISAS assim.

    RAÇA HUMANA É ÚNICA, cor de pele varia!!!!

  32. Fernando disse:

    Vamos falar menos do racismo (não que seja pouco, mas veio por parte da torcida) e falar do que o CLUBE fez, o clima de terror que o time adversário criou, com apagão no treino, falta de água no intervalo e após o jogo, cartazes ameaçadores, divulgação diferente da utilizada da numeração nas camisas, etc etc etc

    Engraçado como o racismo tirou o foco disso. Proposital? Será? Combinado entre organizadas e diretorias para desviar o foco?

    A Conmebol fará algo contra isso, ou será que ela está por trás disso?

    Vale lembrar que há um bom tempo estão tentando evitar de todas as formas para não ter outro brasileiro campeão da libertadores, tendo em vista que é uma tendência a se repetir daqui pra frente…

    Tentaram de TODAS AS FORMAS tirar o Galo da Libertadores do ano passado.

    E os 2 pênaltis absurdos dados contra o Flamengo ontem?

  33. Julio Botegli disse:

    Meu nome é Sociedade Esportiva Palmeiras, e estou celebrando meus 100 anos de idade no proximo dia 26 de Agosto. Nasci em 1914 , vinte e nove dias após o início da primeira guerra mundial. Devo dizer que nasci com a colher de ouro na boca, ao contrário dos meus pais. Sou filho de pais italianos que imigraram para o Brasil, no final do século XIX. Juntamente com minha mãe e avós um grande número de imigrantes italianos vieram para o Brasil para trabalhar na lavoura do café. Os imigrantes fugíam das guerras, perdas de propriedades em seu país de origem. Por aqui as coisas não foram nada diferentes para eles.

    Meu pai chegou ao Brasil sete anos antes de minha mãe. O sonho que ambos tinham de se reencontrarem e se casarem se concretizou somente na virada do século. No mesmo navio, em direção ao Brasil meu pai fez amizade com uma pessoa também do sul da Itália. Conversavam muito, falavam dos planos, dos sonhos que tinham entre mordidas no pão duro, no queijo ressequido enquanto bebiam algum vinho. O porto de destino de ambos era Santos, porém teriam, que fazer uma parada para vistoria de carga no Rio de Janeiro. No desembarque, o pouco dinheiro e mercadoria que o amigo trazia para iniciar seus negócios desapareceram. Em Santos, meu pai e amigo se separaram. Meu pai ajudou o amigo com a passagem de trem e algumas provisões em direção ao interior de São Paulo, enquanto meu pai seguia para outra localidade.

    Como atrativo para os imigrantes italianos após a libertação dos escravos ,o governo brasileiro ofereceu pequenos pedaços de terra no interior do Estado de São Paulo. A terra foi oferecida aos escravos que haviam se tornado livres, porém os abolicionistas rejeitaram a oferta. Para eles, era algo indigno para os ex-escravos continuarem o mesmo tipo de trabalho braçal que fizeram durante três séculos. O Brasil ficou sem mão de obra para a lavoura da noite para o dia. Os recem libertos escravos batiam no peito e bebendo, cantavam cheios de júbilo a tão desejada e justa libertação. Porém, quando despertaram da longa euforia, eles não mais viviam nas senzalas ,mas em mocambos, em palafitas, em favelas e nos cortiços das grandes cidades.

    Tanto os negros, como os imigrantes italianos eram colocados em um mesmo patamar de inferioridade na época. Sinto orgulho das minhas origens. Eu não as escondo de ninguem, nem tampouco invento detalhes, e omito particularidades que foram muito além que simples reuniões sem caráter oficial no Bom Retiro para a formação de uma agremiação. Um pequeno grupo de italianos e espanhóis decidiu fundar uma equipe de futebol na primeira década do século XX em São Paulo. Houve uma série de discórdias nas reuniões, e meu pai e os amigos se retiraram e decidiram fundar uma outra equipe de futebol o mais distante do grupo de espanhóis o quanto possível. Meu pai e amigos tinham em mente uma equipe que representasse a colonia de imigrantes italianos que crescia vertiginosamente Meu pai trabalhava na época em uma empresa na Água Branca que pertencia ao amigo que conheceu no navio alguns anos antes. O amigo havia se tornado um próspero comerciante e ajudou meu pai e os três amigos a me trazerem ao mundo. Recebi na pia batismal o nome de Palestra Itália.

    O tempo foi passando e fui crescendo robusto e feliz. O meu padrinho de batismo, o próspero comerciante, bem como meu pai nunca deixaram por um só momento de ter o cuidado necessário para comigo. Meu padrinho me deu muitos presentes e dele recebi a construção do primeiro estádio de futebol com arquibancadas de concreto na América do Sul. Tanto a primeira como a segunda guerra mundial são marcos importantes na minha existência. As minhas vitórias foram conquistadas com trabalho, honestidade e suor e minhas conquistas despertaram a inveja e o ódio em muitos. Por causa da segunda guerra, tive que trocar o meu nome de Palestra Italia para Palmeiras. O nacionalismo geo-fágico embotava o raciocício lógico de alguns. O Decreto Lei partiu do Palácio do Catete, cujo chefe da nação e todo o seu ministério eram ferrenhos partidários do Nazi-Fascismo. A mudança de nome não alterou o meu destino. Mataram um lider, mas das suas cinzas nasceu um campeão.

    A mudança de nome era muito pouco para a sordidez do arianismo cabloco. As aves sarcófagas investiram contra mim e quizeram se apoderar de mim por inteiro. A troca de nome apenas, era muito pouco. Embora o meu padrinho já não mais vivesse o peso do seu nome manteve a rapinagem afastada, mas não a voracidade das suas investidas. O nacionalismo come terra partiu em direção ao leste da cidade , saqueou e se apodereu da propriedade do Germânia. Chorei muito a morte de irmãos, parentes e amigos e sucumbiram às balas alemãs nos campos italianos e foram sepultados em Pistoia. A tranquilidade somente voltou ao saber que seus corpos foram transladados e enterrados em terras brasileiras alguns anos mais tarde.

    Germanistas infestavam o Palácio do Catete. Dali, durante anos saiam interventores para todos os estados do Brasil. O Estado de S.Paulo tinha um desses interventores a comanda-lo. Para que se tenha idéia quem eram os verdadeiros Nazi/Fascistas, o antigo interventor e governador do estado, tinha uma Força Policial de quase 50.000 soldados sob seu comando. A eficiente Gestapo Paulista era de causar inveja a Himmler e Goring. O interventor de outrora, se torna governador e elege o seu fantoche substituto para o próximo quadriênio no estado. O mamulengo cede ao São Paulo algumas centenas de milhares de terra para a construção de um estádio de futebol no Jardim Leonor. Terras pertenciam ao antigo interventor e ex-governador.

    Dados que vem a seguir são estarrecedores e comprometedores. Foi iniciado o butim do Banco do Estado de São Paulo, o Banespa durante a gestão dos mesmos arianos caribocas que sequestraram o Germania. A pequena besta toma posse no governo do estado no dia 6 de 6 de 1966 às 6 horas da tarde. Todos sabemos quem veio para roubar, dilapidar,, enganar e mentir. Os embaixadores do diabo conhecem as Escrituras melhor que ninguem. Estava tudo muito claro, mas a cegueira tomou conta de todos.
    Foi o início da pilhagem ao tesouro do Banespa

    Estou fazendo cem anos de vida. Sempre gozei de muita saude e viverei eternamente. Claro que uma gripe ligeira aqui outra acolá me incomodam. Casos de homofobia são totalmente irrelevantes. Parece que alguns assumiram depois que foram para outros lugares. Aqui para nós, um ou outro caso em centenas de milhares de jogadores em 100 anos de existencia é muito pouco, não acham?
    Vou além, tive um jogador que me deu muitas alegrias, por haver feito um gol decisivo em uma Copa super importante. Pois bem, esse jogador, depois que passou por aqui, foi preso como receptador de mercadorias roubadas. Triste. Porém, que diferença há no crime cometido por ele, ou por aqueles que roubam da maioria dos seus adeptos que a verdadeira origem os empurra para as barrentas e fétidas margens do Tietê; que saquearam o maior Banco do Estado de S.Paulo, para construir um estádio; ou que se apropriaram indevidamente do escudo de uma equipe fundada vinte anos antes,

    Pesquisas são tendenciosas, momentânea e seguem uma vertente. Uma pesquisa agora não seria de bom grado para muitos. Quanto ao jogo em que eu poderia ter caido para a segunda no paulista, devo dizer que o Guarani fez de tudo para me derrotar. O jogo não valia nada para eles. Se fosse jogo facilitado o Bugre poderia ter escalado o roupeiro nas balizas. O jogo terminou empatado. Eles ainda estavam magoados por que o primeiro gol no Brinco de Ouro foi marcado por mim, quando da inauguração do estádio. Não houve penaltis escandalosamente marcados, ou deixados de ser consignados, gols em impedimento, jogador tirando a bola de dentro do gol, gols legitimos anulados de forma gritante, um governador de estado sentado no banco de reservas no meio dos jogadores, numa clara intimidação a um juiz totalmente desequilibrado, e outras coisas mais. Tudo o que foi mencionado com relação à partida, foi coisa da imprensa marrom.

    Sou rico, e nasci em berço esplêndido, graças aos meus paisanos que me ajudaram a crescer nesta vida. Nunca adquiri um só tijolo com dinheiro público. Nesses cem anos de vida tive alegrias e tristezas, mas tenham certeza que os momentos alegres suplantam em muito os momentos de mágoas.

    Assinado – porco, pork, periquito, hulk, e muitos outros mas acima de tudo para sempre Palmeiras

  34. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra disse:

    Fazer o que fizeram a torcida peruana com o Tinga e o mesmo que o Peixoto faz com a jornalista Raquel Sheherazade.

  35. SemPapoFurado disse:

    AIRTON ( CORUMBÁ MS ) Disse:

    fevereiro 13, 2014 às 12:19 pm ,

    limite-se a comentar sobre clubecos da sua cidade, esqueça o
    Grande Corinthians,, o que acontece aqui não é da sua conta.

    E aos bamby pelo menos o Corinthians amparou a família do rapaz diferente do seu clube que assassinou um garoto de 15 anos e nunca a família viu a indenização, ou também como na noite do sambódromo que os são paulinos assassinaram 3 pessoas e até agora não houve indenização.

  36. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra disse:

    Peru nunca fez ou faz falta, ainda mais se tratando de futebol, nem devia participar da Libertadores. Deveria ceder o pais ao Chile para virar alguma coisa.

  37. Carlos Napolis disse:

    Atualizando a informação do gaivota aí de cima:

    Quase dois meses após a tragédia da Arena Corinthians, as viúvas de Fábio Luiz Pereira e Ronaldo Oliveira dos Santos, os operários mortos no acidente, não receberam um centavo do seguro de vida ou da indenização a que têm direito. Nem tiveram informações oficiais sobre a queda do guindaste que os matou. Também não houve visitas de pêsames da construtora Odebrecht ou de jogadores do Corinthians. Elas não foram convidadas para a missa de sétimo dia no estádio e, no fim das negativas que acham mais doídas, no dia do acidente as autoridades falaram mais sobre o cronograma da Copa do que dos enterros.
    http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,familias-das-vitimas-do-acidente-do-itaquerao-esperam-por-indenizacao-,1120136,0.htm

  38. Marcela disse:

    Cara, o Airton deu a solução que é realmente muito simples.

    Está na mão dos jogadores, basta apenas em todo mundo, qualquer jogador venha a ser ofendido, que todos imediatamente pare o jogo, se unam em um abraço coletivo, todos perfilados diretamente de onde vem o som.

    Grande idéia..!!! Realmente está nas mãos dos jogadores e com isso pode se perceber inclusive quais jogadores iriam aderir a esse movimento.

    Parabens Airton de Corumbá MS, GRANDE IDÉIA!!!

    Que voce acha disso Paulinho???

  39. Renan Merlin disse:

    Se o racismo viesse da Argentina, EUA ou Espanha com sua população branca seria nojento mas explicável agora o PERU? Sendo que boa parte de sua população é negra e mestiça?

    Por acaso o Maior ídolo da historia desse pais de merda foi o Teofillo Cubillas negro, Os principais jogadores da atual seleção peruana Paolo Guerrero e Farfan são negros então mostra que se no Brasil seu povo é asco em outros países sulamericanos vemos coisas piores

  40. EU - ABSOLUTIS VERITAS disse:

    SemPapoFurado Disse:
    fevereiro 13, 2014 às 1:58 pm

    Para você ver como o desespero de gente inútil é grande. Como você pode ficar atualizado com notícia de quase 30 dias atrás. Impossível, notícia sobre atualização de assunto, tem que ser com 3 ou 4 dias, no máximo.

    Só mesmo em mentes LIMITADAS para estas coisas existirem. No ritmo alucinante das informações nos dias atuais, notícia com mais de 10 dias é coisa antiga para pessoas inteligentes, eu disse notícias não artigo sobre assuntos diversos. É bem diferente.

    Outra coisa, você viu algum destes coitados e inúteis, falarem sobre as mortes na Arena de Manaus? Aqui não vi nenhum, mas como alguns são mais estranhos que nota de 3 (quase o preço de ingresso de determinado clubeco), não comentam por não importarem-se com morte de ninguém – a não ser na MODERNA Arena Corinthians (com nome PROVISÓRIO da cidade de SP), sem amortecedores e nada pista de atletismo sem uso, mas tem uma certa “finalidade”, como você bem lembrou em post anterior.

    Mas, vamos nos concentrar, pois a MODERNA ARENA CORINTHIANS (com nome PROVISÓRIO da cidade de SP), palco de abertura do maior evento de futebol do mundo, será inaugurada em Abril e em Junho o palco será aberto para que, bilhões de pessoas vejam a ESPETACULAR Arena Corinthians (com nome PROVISÓRIO da cidade de SP).

    Vai ter cara que já “espuma” hoje, infartando ou tendo AVC, espero que não ocorram estes, mas a ira e a raiva estão nas entranhas de alguns, desde que começaram as obras da MODERNA Arena Corinthians (com nome PROVISÓRIO da cidade de SP), escrevo assim para aumentar ainda mais a ira de alguns inúteis, tenho certeza que “espumam” ainda mais.

    Bom final de semana!!!!

    CORINTHIANS O MAIOR E MELHOR CLUBE DO MUNDO EM TUDO, o resto é o resto!!!!!!

  41. EU - ABSOLUTIS VERITAS disse:

    Renan Merlin Disse:
    fevereiro 13, 2014 às 7:25 pm

    Desculpa, mas “explicável” racismo não é, e jamais será!!!

    Não tem explicação, racista é GENTE(?) DE MERDA.

    E a Espanha que tem forte presença “Moura”, não é diferente do Peru. Mas, mesmo que fossem todos “Arianos”, mesmo assim seriam uns merdas!!!

    Não consigo separar seres humanos por raça, cor ou credo, pois para mim só existe uma RAÇA, A HUMANA!!!!

  42. Carlos Napolis disse:

    Olha, é preferível pagar 2 reais em um ingresso qualquer (somente os sócios) do que mendigar latinha de alumínio na rua para assistir jogo dos Gaivotas.
    Aliás, é o timeco do governo que não vale lixo!!!
    http://www.trimundial.com/2013/08/vergonha-nao-e-vender-ingresso-2-10.html

    O que vale mais, 2 reais ou uma latinha de alumínio achada na sarjeta?

    Aos cérebros com conteúdo de feno úmido e estercos……….kkkkkkk

  43. Ronaldo Lucio disse:

    Se com a morte de um jovem não fizeram nada, não é por causa disto que vão punir alguém.

  44. Luis Souza disse:

    Quer dizer, torcidinha de um paizínho de merda cujo maior feito foi se vender na copa de 74 quer tirando uma?
    Deixa pra lá, conseguiram os 5 minutos de fama e caem no ostracismo de novo. É como certo clubinho da zona oeste conhecido mais por estar entre 2 shoppings do que por importância no cenário futebolístico.

  45. SemPapoFurado disse:

    EU – ABSOLUTIS VERITAS Disse:
    fevereiro 13, 2014 às 7:36 pm

    Eu também não vi nenhuma indenização para o torcedor que ficou pendurado nas lanças criminosas do panetone ou do torcedor deles que caiu da arquibancada para numerada, mas fazer o que, eles vivem em função do Corinthians

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.