Advertisements

Deputado petista quer proibir MMA na TV

jose mentor

O deputado José Mentor (PT-SP), pede para que seja discutido, novamente, seu projeto que tem o intuito de proibir as transmissões de MMA na televisão brasileira.

Seu argumento é de que a exibição estimula a violência.

Vamos por partes.

De fato, não apenas em nossa opinião, com o também na de muitos, embora outros tantos divirjam, o MMA é uma espécie de retrocesso da raça humana no que diz respeito a tratar tamanha barbaridade como esporte.

Porém, nada justifica qualquer tipo de censura.

Tanto a TV tem o direito de mostrar o que bem entender em sua programação – arcando com o ônus e o bônus de suas decisões – como o telespectador, se incomodado, de trocar de canal, escolhendo opção mais adequada a seus interesses.

Qualquer ação para impedir esse tipo de liberdade, mesmo que, muitas vezes, fora de nossa concordância, é puro exercício de ditadura, ou, talvez, no específico caso do deputado, de querer aparecer mais do que a própria polêmica.

Advertisements

Facebook Comments

26 Responses to “Deputado petista quer proibir MMA na TV”

  1. Jefferson Sousa Says:

    Gozado, projeto para prender deputado corrupto e petralha mensaleiro ninguém quer criar.

  2. Lampião - GAIVOTAS DA FIEL, é do CURINTIAAAAAAA Says:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    A Globo manda….ponto final!

  3. ROBERTO MANDROVANNI Says:

    Na tv é um contra o outro, com algumas regras e se um pedir para parar, a luta para.

    Na rua é um monte de bandidos armados, muitos deles utilizando fardas. Não há segurança, as leis são ignoradas, são fracas, e o bandido só para depois de lhe arrebentar todinho, depois de lhe dar um tiro ou sair arrastando seu filho por metros, depois de instaurar o terror, depois de levar aquilo que vc levou a vida toda para conseguir…DEVERIA PROIBIR BANDIDO NA RUA, VIOLÊNCIA NAS RUAS.

    ESSE SANGUESSUGA, O QUAL EU PAGO O SEU SALÁRIO, JÁ FAZ BASTANTE SE FICAR QUIETO SEM APRESENTAR PROJETO NENHUM, POIS É UM BRINCALHÃO.

  4. Nelson Says:

    Olá Paulinho e blogueiros!
    A ditadura é um mal?
    Sim!
    E a “Ditamole”?rsrsrsrsrs…
    Abraços a todos!

  5. Rogerio Giurcsics Says:

    Ele poderia, pedir tambem para extinguir programas como: BIG BROTHER BRASIL, FAZENDO E OUTROS QUE ATINGE A MORAL DA FAMILIA.

  6. Osvaldo SEP Says:

    SE A EXIBIÇÃO DISSO ESTIMULA A VIOLENCIA, EXIBIR A ATUAÇÃO DO PARTIDO DELE VAI ESTIMULAR COISAS NÃO MUITO NOBRES.

    COMO PEGAR O DINHEIRO ALHEIO E FAZER GRAÇA PARA OUTRO, UM EXEMPLO, PEGAR O DINHEIRO QUE UE PAGO COM IMPOSTO E INVESTIR NUM PORTO EM CUBA.

  7. geraldo pedro pavan Says:

    como esta CPI do bandestado, mentor?

  8. Fred - Corinthians Gaivotas Fiéis. A única torcida Gay do Brasil Says:

    Se é pra radicalizar, só a TV cultura e outros raros programas em outras emissoras deveriam permanecer no ar

    MMA passa de madrugada….Assiste quem quer.

    Assim como os filminhos “porno light” q a band transmite em madrugadas de sabado

  9. Marcio Gilvani Wilkomm Says:

    A questão é que a propaganda do MMA é em todo os horários, inclusive no intervalo de programas infantis, e várias academias já oferecem treinamentos em MMA para crianças…um absurdo!

  10. Leandro Says:

    Então esse deputado deveria criar um projeto visando a extinção do PT, pois a existência desse partido estimula a violência.

    Por que ele não cria também um projeto visando reduzir imposto?

  11. Osvaldo SEP Says:

    E mais uma do DESgoverno

    http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1058/noticias/mais-uma-caixa-preta

    Mais uma caixa-preta

    O governo criou um fundo com recursos do FGTS para financiar empresas — um míni BNDES. E não quer dar satisfação do que faz com 28 bilhões de reais

    São Paulo – Nos últimos anos, instituições como o BNDESPar, braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, e fundos de pensão de estatais, como Petros e Previ, estiveram entre os principais instrumentos à mão do governo para intervir na economia.

    De uns tempos para cá, o arsenal foi reforçado por outro integrante: o Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS). Com 28 bilhões de reais em carteira no fim de 2013, na prática, esse fundo se tornou uma espécie de míni BNDES, reforçando os investimentos em companhias nas quais o banco já aplica dinheiro.

    “É uma fonte fácil de recursos e repete a prática de ajudar empresas amigas do governo, que poderiam se financiar sozinhas”, diz Ruy Quintans, professor de macroeconomia e finanças na escola de negócios Ibmec do Rio de Janeiro. “E faz isso sem dar satisfação aos donos do dinheiro, os trabalhadores.”

    O fundo FI-FGTS foi criado em 2007 para diversificar as aplicações do bolo de dinheiro formado com o que as empresas recolhem em nome dos empregados. Tradicionalmente, o capital era direcionado a custear projetos de habitação e saneamento. Com o FI-FGTS, o dinheiro dos trabalhadores passou a chegar a áreas tão distintas como aeroportos, construção naval e produção de celulose.

    Quase 74% dos recursos estão alocados em títulos de dívida e em ações de empresas, boa parte delas de capital fechado. É o caso da Odebrecht Transport, subsidiária do grupo Odebrecht e vencedora, no fim do ano, dos leilões de concessão do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e da BR-163, em Mato Grosso.

    Pouco antes do Natal, a empresa recebeu 1,4 bilhão de reais em investimentos públicos. Desse total, 1 bilhão veio do BNDESPar em troca de 10,6% da companhia. O restante, 429 milhões de reais, foi aplicado pelo FI-FGTS, que fez um aumento de capital para manter sua fatia no negócio — em 2010, o fundo já havia comprado 30% da Odebrecht Transport por 1,9 bilhão de reais.

    Não é o único exemplo em comum nas carteiras do BNDES e do FI-FGTS. Ambos investiram em empresas como a Sete Brasil, fabricante de sondas para exploração de petróleo, e na produtora de celulose Eldorado, construída pelo grupo JBS em Mato Grosso do Sul.

    Além disso, o FI-FGTS é fonte de captação do próprio BNDES — 19% do patrimônio do fundo, ou o equivalente a 5,2 bilhões de reais, está aplicado em títulos de dívida do banco.

    Como são tomadas essas decisões de investimento? Uma das críticas ao fundo, administrado pela Caixa Econômica Federal, é a falta de transparência. As aquisições do FI-FGTS são propostas pela Caixa a um comitê de investimentos formado por 12 membros, encarregados de aprovar os projetos contemplados.

    Sua composição é mais política do que técnica. Metade dos integrantes — um representante da Caixa e cinco de diferentes ministérios — é indicada pelo governo. Três são apontados por entidades patronais, como a Confederação Nacional da Indústria. Os restantes representam centrais sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores.

    Uma vez aprovado o investimento, um relatório é enviado para o Conselho Curador do FGTS, presidido pelo ministro do Trabalho. “Na prática, os conselheiros apenas chancelam as decisões do comitê”, diz um conselheiro que prefere não se identificar.

    Segundo a Caixa, todas as operações são baseadas em laudos técnicos internos e em estudos feitos por auditorias independentes. Mas essas informações não são públicas. Ficam restritas ao comitê de investimentos, cujas atas das reuniões também são secretas.

    Nas últimas semanas, EXAME teve negados os pedidos de acesso aos documentos por meio da Lei de Acesso à Informação. A resposta: eles contêm informações confidenciais sobre as companhias receptoras de investimentos.

  12. Guilherme Says:

    Esse calhorda daqui a pouco vai querer proibir a divulgação de notícias contra os petralhas. Se quer moralidade na tv porque esse sr. não pede a extinção do BBB, entre outros programas do gênero que são uma verdadeira putaria, um atentado ao pudor em horário nobre. Ridículo.

  13. João Santos Neto Says:

    Sou absolutamente contra MMA ou coisa que o válha. É um absurdo. É a volta ao tempo das cavernas. Tratar essa coisa como esporte é inaceitável.
    Alguém precisa fazer algo a respeito. Deveria ser mesmo proibido – mas não acredito em “boas intenções” desse deputado – que é um notório sem vergonha e ordinário.

  14. Arena Carandiru 2044 Says:

    Convenhamos que se fosse um deputado Tucano, todos aplaudiriam a iniciativa. Concordo que não pode haver censura, mas se fosse um Sociólogo tucano, todos aplaudiriam, isso aplaudiriam.

    Mesmo assim sou contra essa censura deste deputado que não tem o que fazer. Vejo o MMA bastante violento realmente, mas também assiste quem quer e muito menos isso vai estimular a violência.

  15. Pedro Pontes Says:

    Os PETRALHAS, como sempre, querendo controlar mentes e opiniões das pessoas….Esse MMA é o lixo do lixo, agora querer proibir a exibição na tv é o fim do mundo, típicos de governos totalitários e absolutistas igual Cuba, Coreia do Norte, Russia, etc. Por que esse ilustre pelego travestido de deputado não propõe um projeto de lei para erradicar a corrupção e a compra de votos no país, tratando tal delito como inafiançável????

  16. Se é assim... Says:

    …então ele deveria incluir nessa lei os jogos do curica, pois as imagens da torcida também incitam a violência e o homosexualismo 🙂

  17. IM JOHN GALT Says:

    proibir e censurar isso é MUITO covarde ,tinha que ser um vagabundo petista…é sempre assim!
    Querem transformar o Brasil em Cuba de todo jeito. Poribir BBB??!! Questão de gosto,tudo subjetivo,eu não assito bbb nem quando desligo videogame mas entrar numas de discurso safado e falando em nome da moral da família,de bons costumes…bah…FALÁCIA pura! Não gosta?! num assista,pronto.
    Quem pratica censura seja em que nível for é COVARDE e sempre vem com um discurso populixo qualquer,pra justificar a SUA própria opinião. Que bom que existem videogam,es,livros e youtube ( opa,o PT vai atacar isso tb…)

  18. ITAQUERENSE Says:

    Se é assim… Disse:
    fevereiro 6, 2014 às 1:50 pm

    violência e homossexualismo são coisas que não se combinam.
    nunca vi um gay espancar as pessoas… agora se seu timinho tem torcedores bondosos e carinhosos como o shupaulo é por que eles sim são viadinhos. kkk

  19. RARARA Says:

    pela primeira vez na vida concordo com algo dos petralhas, não perco meu tempo vendo gente batendo em gente.

  20. ALÉTHEIA Says:

    Que tal uma lei para prender mensaleiro companheiro dedo duro!!!!!!!!!!!

  21. EU - ABSOLUTIS VERITAS Says:

    Todo DITADOR começa com pequenas ações com esta.

    Não assisto, não gosto, não tenho nada contra a quem gosta ou pratica, mas proibir só pode ser coisa de subdesenvolvido com perfil de DITADOR.

    Se conseguir este intuito, logo tentará mais uma proibição e assim por diante.

    Já tentaram “travar” a imprensa, estes “coisas”, não desistem que saco. Quando não estavam no governo condenavam todo e qualquer tipo de proibição, a Veja e outros veículos de comunicação eram para eles um sonho, um paraíso, mas hoje metem o pau.

    O subdesenvolvimento deste pessoal é de amargar.

  22. Denilson Perozzo Says:

    Não sou fã deste partido, mas neste caso, estão corretíssimos. Tem que proibir sim. E ainda mais, a questão não é só trocar de canal. A questão é que a TV é uma concessão pública, e temos que exigir programação de qualidade!!!

  23. Osvaldo SEP Says:

    JUDAS E PETRALHAS ASSOCIADOS, COMENTEM A NOTICIA

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/02/1408166-assessor-de-haddad-e-investigado-por-cartel.shtml

  24. Osvaldo SEP Says:

    PETRALHADA, COMENTA ESSA TAMBEM

    http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/mais-medicos-pode-ter-esquema-de-fraude

  25. Neguim Says:

    Sujeitinhos vagabungos esses deputados e senadores…Querem aparecer de qq maneira! Ainda acham que a população é trouxa como em outros tempo. Latifundiários malditos vão para o inferno elite inescrupulosa e sem moral. São os mesmo hipócritas de sempre

  26. Patricía Lima Neaski Says:

    Tanta coisa mais importante pra fazer e querem aparecer agora em cima do MMA. Porque não acabam logo com o voto secreto? Por quê não obrigam quem representa o serviço publico como eles a frenquentar o que é publico, como hospitais públicos por exemplo? Por quê não alteram a legislação penal contra essa impunidade toda? Por que não torna crime hediondo roubar o dinheiro da População? Que hipocrisia quer aparecer em cima de um esporte.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d blogueiros gostam disto: