Advertisements
Anúncios

PGR mira na lavagem, mas investigação pode virar pó: Perrelas devem ter sigilo bancário quebrado

perrella cruzeiro

Em inquerito da Polícia Federal, parado desde 2011, o senador Zezé Perrela e seus familiares são acusados de lavar dinheiro na transação do zagueiro Luisão, então no Cruzeiro, para o Benfica.

Oficialmente, o Cruzeiro teria negociado o atleta por US$ 2,5 milhões ao Central Español do Uruguai, espécie de “quintal” do empresário Juan Figger, porém, um mês depois, os uruguaios, “benevolentes”, repasaram o jogador para o Benfica, por apenas US$ 1 milhão.

A diferença, US$ 1,5 milhão, a PF acredita ter retornado aos Perrelas, já que, até hoje, nada ingressou nos caixas cruzeirenses.

Por essa razão, a Procuradoria Geral da República ingressará com pedido de quebra de sigilo bancário contra Zezé Perrela e seu irmão Alvimar.

Tudo indica, será acatado.

Uma investigação que, a princípio, procura pela lavagem, mas pode, depois de tudo esclarecido, terminar em meia tonelada de pó.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: