Advertisements
Anúncios

Um novo e espetacular recorde já tem data marcada

rogerioceni

Por JOSE RENATO SATIRO SANTIAGO

Dia 3 de junho de 1993 marcou o fim de uma era para o São Paulo.

Raí se despedia do São Paulo com uma goleada por 6 a 1 frente o Santos em partida valida pelo Campeonato Paulista, iria jogar na França, contratado pelo Paris Saint Germain.

Bicampeão da Libertadores, a equipe viajaria dentro de alguns dias para disputar o Torneio de Santiago de Compostela na Espanha.

Alguns jogadores seriam poupados da excursão, dentre eles o goleiro Zetti, outro grande ídolo.

Em seu lugar, iria estrear um novo goleiro, Rogério Ceni.

Pela primeira vez Rogério entraria em campo pelo Tricolor

Com 20 anos de idade, a estreia seria fora do país.

Dia 25 de junho de 1993 marcou o início de uma nova era para o São Paulo.

O adversário seria o time da casa, o Tenerife.

O começo foi meio assustador.

Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, gol espanhol.

Apenas um susto.

O São Paulo logo virou o placar.

No segundo tempo, pênalti para os espanhóis.

Estreia… Fora do País… 20 anos de idade… tudo levava a crer que…

Rogério defendeu a penalidade.

Ao final, goleada tricolor por 4 a 1.

Viva para o grande destaque do jogo… o atacante Guilherme que marcara os 4 gols tricolores.

Logo, Rogério voltaria para o banco de reservas.

Zetti era o titular.

Rogério passou a ser titular absoluto da equipe em 14 de janeiro de 1997.

Em uma vitória por 3 a 1 frente o Boca Juniors no Morumbi.

Um mês depois, mais um feito.

Em 15 de fevereiro de 1997, frente ao União São João de Araras, marcou, de falta, seu primeiro gol, na vitória tricolor por 2 a 0.

Vieram títulos, conquistas, derrotas, decepções, críticas…

Em 20 de agosto de 2006, o São Paulo acabara de perder a final da Libertadores e enfrentava o Cruzeiro em Belo Horizonte.

Ainda no primeiro, a equipe mineira abriu 2 a 0 no placar e tinha um pênalti a seu favor.

Rogério defendeu o pênalti e a seguir marcou os 2 gols de empate naquela partida.

Naquele dia, passou a ser o maior goleiro artilheiro da história do futebol mundial.

Em 27 de março de 2011, na vitória por 2 a 1 contra o Corinthians, na Arena Barueri, marcou seu centésimo gol.

Em 7 de setembro de 2011, na vitória por 2 a 1 contra o Atlético Mineiro, no Morumbi, vestiu pela milésima vez a camisa tricolor.

Pois agora, o próximo feito já tem data prevista.

Em 20 de novembro de 2013, no estádio do Morumbi, em partida válida pelas semifinais da Copa Sul Americana.

Rogério Ceni irá vestir a camisa tricolor pela 1117ª vez.

Baterá o recorde do Rei Pelé.

O Rei atuou com a camisa do Santos por 1116 vezes entre os anos de 1956 e 1974.

Rogério Ceni passará a ser o jogador brasileiro com o maior número de atuações vestindo a camisa de uma mesma equipe.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: