Advertisements
Anúncios

Com muita raça, Corinthians volta a jogar bem em vitória contra o Bahia

Com enorme merecimento, o Corinthians, em grande atuação de Emerson Sheik, venceu o Bahia por dois a zero, em Mogi Mirim, espantando um pouco a crise que ronda o Parque São Jorge.

Gols de Guerrero e Cleber.

O Timão disputou uma primeira etapa como há muito não fazia, brigada, com raça, parecendo até final de campeonato.

Logo no primeiro minuto, Pato bateu falta sofrida pelo próprio com enorme perigo, bem defendida pelo goleiro.

Na sequencia, Danilo quase marcou de calcanhar em cobrança de escanteio pela esquerda.

Com a necessidade de vencer, alguns jogadores alvinegros, por vezes, cometiam excessos, principalmente Sheik, que merecia ter sido expulso, após acertar Helder pelas costas, mas recebeu apenas amarelo.

O Bahia, aos poucos, tentou equilibrar o jogo, porém o Corinthians, mesmo com a defesa reserva, se portava com perfeição.

As coisas ficaram ainda mais fáceis para o Timão quando, aos 20 minutos, Sheik bateu escanteio pela direita, Guilherme desviou de cabeça e a bola sobrou para Guerrero, de peixinho, abrir o marcador.

Com a adrenalina mais baixa, porém mantendo a pegada, a equipe de Parque São Jorge melhorou ainda mais no jogo, criando mais oportunidades.

Pato, aos 27 minutos, entrou na área pela esquerda, bateu cruzado, e Marcelo Lomba fez boa defesa.

Três minutos depois foi a vez de Danilo arriscar de três dedos e a bola passar perto do ângulo esquerdo adversário.

Antes do intervalo, o Corinthians, para tranquilizar seu torcedor, ampliou o marcador, em batida de escanteio de Sheik, na cabeça do estreante Cleber, que, com estilo, testou no chão, sem chances para o goleiro.

Na segunda etapa, o ritmo diminuiu, com o Timão administrando a vantagem, mas, ainda assim, melhor do que o adversário.

O primeiro lance de perigo aconteceu somente aos 20 minutos, em boa tabela de Guerreiro com Sheik, que bateu alto, à esquerda do gol.

Quatro minutos depois, Tite sacou Sheik do jogo, que saiu aplaudido para a entrada de Romarinho.

Aos 34 minutos, em contra-ataque, a bola sobrou para Pato, que não jogou bem, sozinho, bater cruzado, mas torto, à esquerda do gol.

No minuto seguinte Maldonado entrou no lugar de Guilherme, cansado.

Depois Jocinei na vaga de Guerrero, para garantir ainda mais o resultado.

No final, a vitória alvinegra, além de amenizar o ambiente, servirá de estímulo para voos maiores, nem tanto no Brasileirão, mas na tão sonhada Copa do Brasil, caminho mais fácil para chegar a Libertadores da América.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: