Advertisements
Anúncios

Mario Gobbi beneficiou-se de ação ilegal, que antes combatia, para ser Presidente do Corinthians

“(…) apenas dizer que o artigo (69) alterava as regras da eleição de janeiro, e, no meu modo de ver, não se altera regra de eleições há um mês e meio do pleito (…)

A frase acima, foi proferida pelo atual presidente do Corinthians, delegado Mario Gobbi, em dezembro de 2006, quando era apenas conselheiro, e tentava impedir que mudanças de Estatuto, em vésperas de eleições, pudessem ajudar, de alguma maneira, seu antecessor, Alberto Dualib, então exercendo a presidência.

gobbi 1

Na ocasião, foi ajudado por duas liminares concedidas pelo judiciário, impetradas em deferimento de duas ações invocando a Constituição do Brasil, que impede alterações de Leis eleitorais num prazo de um ano antes do pleito, impetradas pelo associado Rolando Wohlers, o Ciborg, e pelos “corinthianos obsessivos”, Drs. Felipe Ezabella e Sergio Alvarenga, que hoje dividem a gestão alvinegra com o delegado.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/09/20/os-obsessivos-do-corinthians-e-a-lei-que-so-e-valida-no-poder/

Anos depois, em situação semelhante a de Dualib, o que antes era inadmissível para o delegado, foi aceito para proveito do próprio e do grupo que o cercava, ou seja, alterou-se o Estatuto, menos de um mês antes de Mario Gobbi ser eleito presidente do Corinthians.

Com estranho silêncio dos que se indignaram em 2006, “corinthianos obsessivos” e grupo “Fora Dualib”, e até dos que foram derrotados, de maneira claramente irregular, no referido pleito.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: