Advertisements

STJD acerta na Série D. Acertaria na “A” ?

stjd

Julgando a polêmica partida, em que o massagista da equipe do Aparecidense/GO evitou gol certo do Tupy/MG, no minuto derradeiro da partida, o STJD agiu exemplarmente.

Fez o que o árbitro do jogo, por lei, não poderia fazer, ou seja, eliminou os goianos do campeonato, pela responsabilidade no ato do funcionário, e, por consequencia, classificou os mineiros para a próxima fase.

Foram três votos contra um.

Com o precedente criado, resta saber – quem sabe um dia saberemos – se episódio semelhante ocorresse na Série A, beneficiando, por exemplo, Corinthians ou Flamengo, se o órgão julgador teria peito de tomar atitude semelhante, que, reiteramos, foi absolutamente correta.

Advertisements

Facebook Comments

12 Responses to “STJD acerta na Série D. Acertaria na “A” ?”

  1. kasparaitis Says:

    Paulinho, discordo. Não achou que agiram de forma exemplar. Podem ter eliminado a equipe beneficiado (o mínimo a se fazer, convenhamos) mas em compensação deram uma pena de 24 jogos de suspensão e 500 reais de multa pro infeliz do massagista!!! É mole? isso porque muito provavelmente ele agiu sozinho, a rebelia do clube.

    ele era quem deveria tomar a maior punição, neste caso, ser impedido de entrar num campo pelo resto da vida.

  2. Delegada Helô Says:

    Perfeita a sentença. Ouvi alguns comentarista dizerem que o certo seria a realização de um novo jogo, ora, isso seria premiar a equipe do massagista, que poderia vencer a partida e, com isso, abrir um precedente perigoso. Imagina só a bagunça! Se um dia anularam 11 partidas para favorecer um time da série A, o que iria acontecer, todos se achariam no direito de entrar em campo e prejudicar o adversário para provocar nova partida. Neste paísinho de meu Deus, onde corrupção e má fé são coisas corriqueiras a invasão nos campos ocorreria em todas as partidas.

  3. Pedro Says:

    claro que não… Isso inclusive já aconteceu em 97 ou 98. O presidente corintiano foi gravado em conversa com o presidente do Atlético Paranaense combinando suborno de árbitros e o que aconteceu? O Atlético foi sumariamente rebaixado de divisão. O Corinthians não. Não sofreu punição e ainda acabou convidado para o campeonato “mundial” de 2000

  4. rafael otavio serra Says:

    APROVEITO O GANCHO PARA PEDIR A SUA OPINIÃO A RESPEITO DO CASO VALDIVIA NO JOGO CONTRA O AMERICA MG E TAMBEM A CUSPARADA DO IMBECIL DO WILIANS DO MESMO TIME CONTRA O ALAN KARDEC

  5. GOMAO Says:

    Todos acham que nada aconteceria, claro que não seria feito nada, só discordo de você Paulinho quando cita como exemplo somente estes dois times. se não me falha a memória tem um clube pequeno no Rio, que caiu para série B e depois para série C, e milagrosamente voltou para série A, claro que os baianos gostaram, pois o Bahia também foi beneficiado. Então Paulinho não e somente Corinthians e Famengo os beneficiados.

  6. Fred2 Says:

    Comentário de um jornalista,

    :
    Antero Greco

    Há situações danadas para criar saia-justa. Veja a sinuca de bico em que se meteu o Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O órgão que zela pelo cumprimento das regras do futebol destas bandas dias atrás lascou punição de dois jogos de suspensão para cima de Valdivia por considerar que burlou a lei ao forçar terceiro cartão amarelo em um jogo do Palmeiras.

    O chileno pisou na bola, no entendimento do egrégio colégio, por desrespeitar o fair-play. Pior, teve a cara de pau de admitir em público, e na maior candura, que havia agido de propósito, pois na estratégia da equipe era desnecessária a presença dele na partida seguinte. Falou aquilo com sorriso, na saída do gramado – e Valdivia tem cada dentão!

    Diante do cinismo do Mago, um pessoal de tevê na hora ficou na dúvida e pensou: “Epa, isso que o Valdivia fez não é errado?” Para esclarecer o dilema, agiu como manda o bê-á-bá do jornalismo: ligou para um representante do tribunal e perguntou se era correto. Como foi pego de surpresa, o entrevistado disse que precisava analisar melhor o caso, deveria estudar a fita e etc. Bom, pra não ficar chato, o relator apresentou denúncia e Valdivia pegou gancho. Para parar de ser folgado.

    Não é que agora Elias age de maneira igualzinha? Com a agravante, se assim se pode considerar, de ter afirmado na beira do campo que, antes de enrolar até levar a advertência, consultou Mano Menezes para saber se pegava mal. O técnico teria dado o aval, pois a partida chegava ao final. O treinador, em seguida, desconversou, sob a alegação de que aquilo era assunto interno. Sei.

    Chega-se, assim, à questão. Elias irá para as barras do tribunal por essa falcatrua inominável? A turma responsável manteve postura semelhante: “Calma lá, devemos averiguar, antes de um pronunciamento oficial…” Logo haverá resposta para o destino do delito.

    Não há saída: se Elias não levar gancho como o do Valdivia, ficará claro que houve má vontade com o chileno. E isso abrirá espaço para críticas à parcialidade da corte. Ou vai ficar a impressão de que ela tentou ficar bem com a mídia. Se Elias for culpado, dar-se-á novamente realce a uma tolice, um pecadilho menor no futebol. Se evidencia uma particularidade banal em vez de se combater a violência.

    Enfim, na história do Valdivia teria ficado bacana se ele levasse, no máximo, um puxão de orelhas. Agora, o tribunal que durma com esse barulho.

    e tem mais:
    http://m.globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2013/09/tudo-por-elias-fla-tenta-anular-cartao-para-ter-volante-na-copa-do-brasil.html

    Dá para confiar nesse tribunal?

    Aquele que em 2005 anulou uma série de jogos e permitiu que o Curica fosse favorecido e campeão?

    Aquele que um dia disse ao Vagner Love que se as trancinhas dele fossem rubro-negras o resultado seria diferente?

    As incoerências e arbitrariedades do STJD, vão longe, são intermináveis

  7. Lampião - Odaliscas da Fiel, a torcida curicana! Says:

    Depois de 2005…que moral esse tribunal tem???

    Não fosse esse tribunal e as arbitragens, Curica perderia metade dos “títulos” que tem

  8. observador Says:

    jamais! 2005 é a prova disso.

  9. Gustavo Leite Says:

    Já temos a resposta pra isso…. Uma pessoa que confessa que roubou e nada fizeram … A prova? vejam …

  10. Jones 8-1-1 Says:

    claro que não…um exemplo claro disso é que em 2005 voltaram da noite para o dia 13 jogos na Série A e nenhum na Série B, sendo que os mesmos juízes comprovadamente participaram de jogos em ambas as divisões

    Inter campeão dentro de campo de 2005

  11. Sou Corintiano Corrupto e Pilantra Says:

    Esse stjd age de acordo com o fregues, como nesse caso nao tinha nenhum clube da “sua relacao” envolvido, prevaleceu o bom senso.

  12. Gil Says:

    Paulinho,
    Já aconteceu e nada fizeram! Leia essa reportagem e veja como um dos clubes mais beneficiado do país não foi punido.

    http://blogdopcguima.blogspot.com.br/2013/09/por-que-o-time-do-massagista-que.html

    Tempos depois o “ladrilheiro” cobrou uma promessa feita na época e coincidentemente, ou melhor, providencialmente o vídeo desapareceu.

    http://blogdopcguima.blogspot.com.br/2013/09/forcas-ocultas-tiram-do-ar-video-de.html

    Na reportagem do professor PC Guimarães, ele foi muito feliz em repetir a frase: “o Framengo é a maior prova da impunidade no Brasil”. Acrescentaria o Corinthians como o outro clube beneficiado e pelas reportagens do seu blog confirma a frase acima.

    Abs,

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: