Advertisements
Anúncios

Lendas e verdades sobre os “naming rights” do Fielzão

andres-taxinha-2013_03_07-19_30_38-UTC_thumb.jpg

Está sendo anunciada como definitiva a comercialização dos “naming rights” do Fielzão para a empresa aérea Emirates.

R$ 450 milhões, por 20 anos.

Não é a primeira vez que se dá como certo o negócio, inclusive com a repetição do nome do comprador.

Procurada pelo Blog do Paulinho, a Emirates, via assessoria, desmentiu estar negociando com o Corinthians ou qualquer Arena do país, e que, a princípio, não possui interesse em fazê-lo.

Ontem, o Estadão publicou que a negociação se dá através de um “fundo” intermediário, que estaria cobrando R$ 50 milhões de comissão, quase 12 % sobre o negócio.

Informações de bastidores, porém, corroboram com a versão oficial da Emirates, até o momento.

Um grupo de conselheiros do Corinthians, entre eles Andres Sanches, teria se acertado com o referido “fundo”, que se apresentou “próximo” da Emirates, mas não ainda com a empresa aérea, no intuito de tentar convencê-la a negociar com o clube.

Nada ainda está certo no negócio, muito menos se realmente existirá, de fato, a negociação.

Certeza apenas é de que, se realmente um dia viesse a se concretizar, a briga pela tal comissão seria monumental.

De um lado, o grupo de Andres Sanches, do outro, o de conselheiros corinthianos que receberam a promessa do presidente Mario Gobbi de que estariam dentro de qualquer negociação de “naming rights”, encabeçado por Edgard Ortiz e seus “companheiros”.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: