Advertisements
Anúncios

BNDES no telhado: Justiça Federal determina arresto de bens de empresa que administra “Fielzão”

Há alguns meses vem sendo noticiado pela imprensa que “em breve” será liberado o empréstimo de R$ 450 milhões do BNDES para a construção do “Fielzão”, estádio que o Corinthians jura ser de sua propriedade.

“Faltam poucos detalhes”, dizem dirigentes alvinegros.

Não é verdade.

Desde o último dia 24 de maio, as negociações entre BNDES e a CAIXA, que se ofereceu para intermediar o empréstimo, e a BRL Trust, empresa que administra e é fundadora do Fundo Arena, além de ter participação também na ARENA ITAQUERA S/A, estão interrompidas.

A 14ª Vara Federal do Rio de Janeiro determinou o arresto de bens da BRL Trust, e de um de seus sócios, Mauricio da Costa Ribeiro.

Entre eles os ligados às empresas gestoras do “Fielzão”, participantes do Fundo Arena, como, por exemplo, a Arena Itaquera S/A, que já tem na Junta Comercial observação que a impede de realizar transações financeiras, entre elas empréstimos e alienações.

brl 2

brl 1

Na prática, se já era difícil obter o dinheiro do BNDES, com essa decisão, o pleito tornou-se impossível.

Pelo menos, pelas vias normais.

O leitor do Blog do Paulinho, sempre bem informado, soube das tramoias da BRL Trust bem antes, em matéria datada de 28 de janeiro, em que outras falcatruas da empresa foram discriminadas, e o alerta de que “confusões” estariam por vir foi comentado.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/01/28/empresa-que-administra-fielzao-e-acusada-de-fraude-na-justica/

De fato, aconteceu.

Assim como soube também que o Corinthians fechou estranho acordo de pagar R$ 27 milhões à BRL Trust para que ela administrasse o tal Fundo Arena, que tem além da própria como fundadora, a Arena Itaquera e a Jequitibá, todas empresas comandadas pelo mesmo grupo de pessoas, e estabelecidas no mesmo endereço.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/11/19/golpe-de-estadio-corinthians-tera-que-pagar-r-27-milhoes-a-brl-trust/

Sem contar também que, para que o denominado “Golpe de Estádio”, conforme matéria publicada em novembro de 2012, pudesse transcorrer a contento, o presidente Delegado Mario Gobbi, orientado pelo ex-presidente Andres Sanches, pelo vice, Luis Paulo Rosenberg, além do corpo jurídico do clube, encabeçado pelo Dr. Sergio Alvarenga, assinou acordo permitindo que os bens do Corinthians fossem transferidos para o Fundo, ou seja, para a BRL Trust, como maneira de garantir o pagamento da dívida com o “FIelzão”.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/11/15/golpe-de-estadio-diretoria-vendeu-ate-a-marca-corinthians-para-a-odebrecht/

De maneira temerária, tudo o que o Corinthians conseguiu, a duras penas, durante toda a sua história, foi transferido para uma empresa de histórico complicado e que, hoje, sequer pode movimentar seus próprios bens.

Na ânsia de satisfazer a vaidade de serem os “pais da criança”, ou do estádio, os cartolas alvinegros meteram os pés pelas mãos, realizando negócios insanos, financeira e administrativamente.

Uma bomba de efeito retardado, que começa a estourar, atingindo um dos maiores clubes do Brasil, sem nenhuma previsão de quais estragos ainda estão por vir.

ABAIXO DOCUMENTOS COMPROVANDO SER A BRL TRUST FUNDADORA DO FUNDO ARENA, QUE ADMINISTRA O “FIELZÃO”

brl arena 1

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: