Advertisements
Anúncios

A Recopa é do Corinthians !

Com enorme facilidade, o Corinthians venceu o São Paulo por dois a zero, no Pacaembu, com público de 38 mil pessoas, conquistando a Recopa Sul-Americana.

Gols de Romarinho e Danilo.

E poderia ter sido bem mais, tamanha a diferença técnica das equipes.

A primeira etapa foi absolutamente tranquila para o Timão, que nem precisou se esforçar muito para dominar a partida contra um Tricolor claramente abalado psicologicamente.

Os primeiros quinze minutos pareciam um treino em campo pequeno do Corinthians somente no ataque, embora apenas duas chances, com Danilo batendo da intermediária para Rogerio Ceni espalmar a escanteio, e Guerrero cabeceando para nova defesa do goleiro, levaram algum perigo.

Era difícil definir quem jogava menos bola no São Paulo que, aos poucos, foi se enervando no jogo.

Aos 34 minutos, Gil quase marcou de cabeça em bola levantada por Romarinho.

Um minuto depois, Sheik dominou bem na área, cruzou, Guerrero tentou, a zaga afastou e a bola sobrou livre para Romarinho abrir o marcador.

Justo, mas pouco pelo que se viu no gramado.

Sheik, que infernizava a zaga tricolor, ainda arriscou boa batida, aos 39 minutos, que passou por cima da meta.

Precisando agora fazer dois gols para levar a partida para as penalidades, o São Paulo voltou para o segundo tempo com Aloisio no lugar de Wellington.

Mas, novamente, só quem atacava era o Corinthians.

Aos 10 minutos, Sheik deixou Fabio Santos, sozinho, na cara de Rogério Ceni que, com extrema inabilidade, apenas recuou para o goleiro Tricolor.

O primeiro chute a gol do São Paulo no jogo aconteceu aos 19 minuto, com Luis Fabiano virando na área para defesa de Cassio.

Dois minutos depois, a defesa do Corinthians bobeou, Aloísio ficou sozinho e Cassio fez grande defesa.

Na sequencia, Juan saiu para a entrada de Maicon no Tricolor.

Mas de nada adiantou.

Aos 23 minutos, Fabio Santos cruzou pela esquerda, Danilo cabeceou, Rogério Ceni fez grande defesa e, no rebote, o meia corinthiano definiu para o fundo da rede.

Dois a zero.

O 98 º gol do Corinthians na história dos embates entre o clube e o Mito Tricolor.

Renato Augusto entrou, com sua mascara negra, no lugar de Romarinho, aos 35 minutos.

Deu tempo ainda para Pato substituir Guerrero, aos 40 minutos, que saiu aplaudido por todo o Pacaembu, e Ibson, dois minutos depois, entrar no lugar de Sheik, não menos ovacionado.

No final, a esperada vitória do Corinthians garantiu mais um título para o currículo de Tite e seus comandados, enquanto o São Paulo permanece num caminho que pode leva-lo, ainda esse ano, ao maior vexame de sua história.

Troféu que, por sinal, foi erguido por esse fantástico jogador, esquecido por alguns, inesquecível para a Fiel, de nome Danilo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: