Advertisements

Denilson ou Nilson ? Jogador do CRB, artilheiro do Mundial de Clubes 2009, assinou contratos com documentos falsificados

O jogador Denilson, atualmente no CRB, está envolvido num grave caso que envolve falsificação de documentos e fraude esportiva.

Tudo indica, com anuência, do Diretor de Registros da CBF, Luis Gustavo Vieira, o mesmo que autorizou a inscrição de atacante Junior, ex-Vitória, e Emerson Sheik, do Corinthians, condenados por falsidade ideológica, sem a devida verificação documental.

A denúncia já havia sido feita pelo Blog do Paulinho, em 2009, logo após a participação vitoriosa do atleta no Mundial de Clubes, mas, pelo que se vê, nenhuma providência foi tomada.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2009/12/12/heroi-brasileiro-na-coreia-e-uma-fraude/

Inclusive com a informação de prisão do jogador e condenação por falsidade ideológica.

A história é complexa.

No dia 13 de fevereiro de 1995, às 19h, o então jogador amador Denilson Martins do Nascimento, nascido em 4 de setembro de 1976, na Bahia, deu entrada com sua inscrição de jogador na Federação Baiana de Futebol.

Protocolo nº 1552.

De repente, nunca mais se escutou falar do jogador no Brasil.

SURGE “NILSON” EM PORTUGAL

Na temporada 97/98, um atleta de nome NILSON do Nascimento Silva (na verdade nome falso de Denilson), foi inscrito na Federação Portuguesa de Futebol, pela equipe do FC União de Lamas, conforme comprova documento enviado pelo Dr. João Leal, Diretor Jurídico da entidade portuguesa.

de 2

Dr. Leal enviou-nos, ainda, cópia do passaporte falso de Nilson (Denilson), além de informar, oficialmente, que DENILSON do Nascimento Silva nunca foi inscrito pela Federação Portuguesa.

de 3 de 4

Confira abaixo que no currículo do jogador Denilson, sem se preocupar com a falsificação, conta a passagem pelo futebol português, além doutras tranferências, que serão relatadas a seguir.

http://www.sambafoot.com/pt/jogadores/4852_denilson.html

http://www.ogol.com.br/jogador.php?id=97681

DENILSON VOLTA AO BRASIL, COMO “NILSON”

No dia 1º de setembro de 1999, Denilson se inscreve com documento falso, em nome de Nilson, na Federação Carioca de Futebol, com data de nascimento alterada para 2 de fevereiro de 1977, constando ainda como local de nascimento o Rio de Janeiro, não a Bahia.

Com anuência da CBF, é registrado na entidade, no dia 14 de setembro de 1999, com nº 133.913, pela equipe do Raiz da Gávea Esporte Clube, da terceira divisão local, contrato nº 292.549, com duração de três meses (01/09/1999 até 30/11/1999).

De maneira “estranha”, apenas quatro dias após o início do contrato, foi ingressado na Federação Carioca a documentação de rescisão do clube com o atleta, que depois foi protocolada na CBF em 07 de outubro de 1999.

NILSON NOS EMIRADOS ÁRABES

Após a clara armação envolvendo CBF, Federação Carioca, o Raiz da Gávea e Denilson, o jogador, ainda como Nilson, transferiu-se para a equipe do Al-Shabbab, dos Emirados Árabes, conforme comprova documento ITC (Certificado de Transferência Internacional).

DENILSON RESSURGE

Está comprovado que DENILSON Martins do Nascimento e NILSON do Nascimento Silva são, de fato, a mesma pessoa.

Depois das referidas transferências, o atleta Denilson, que hoje é jogador do CRB de alagoas, utilizando-se do nome “Nilson”, rodou o mundo atuando em diversos clubes, sempre de maneira fraudulenta, portanto irregular.

Enquanto isso, o jogador DENILSON, de maneira “incrível”, permaneceu todos esses anos sem contrato no país, como se tivesse ficado uma década sem jogar.

Até que, de repente, em 1º de janeiro 2011, Nilson retornou ao Brasil, doze anos depois, assinando contrato, como Denilson, no Mogi Mirim, do presidente Rivaldo.

A grande questão é que existe um documento exigido pela FIFA, que até 2010 chamava-se ITC, e depois passou a ser tratado como TMS.

Essa documentação é obrigatória nas transferências de atletas, tanto para sair do Brasil, quanto no retorno.

Teria a CBF como expor publicamente os certificados internacionais do atleta Denilson ?

De que maneira Denilson saiu do país ?

Quem “montou” sua documentação ?

Que fim levou o atleta Nilson ?

Não causa estranheza a CBF o jogador Denilson, que nunca teve contrato profissional no Brasil, ter assinado seu primeiro vínculo apenas aos 35 anos, em 2011, com a equipe paulista ?

Vale lembrar que Denilson recebeu, quando atuava pela equipe do Pohang Steelers, da Coreia, em 2009, a Chuteira de Ouro da FIFA, por ter sido artilheiro do Campeonato Mundial de clubes do mesmo ano, atuação que lhe valeu um contrato no Bunyodkor, do Uzbequistão, então treinado por Luis Felipe Scolari.

Depois da passagem pelo Mogi Mirim, já como Denilson, o atleta atuou ainda, sempre de maneira irregular, pelas equipes do Guarani (na série B, 2011), fez testes na Portuguesa, e foi reprovado, em 2012, chegou a ser anunciado pelo Red Bull no final do mesmo ano, mas foi parar no CRB, do Alagoas, em 3 de fevereiro de 2013, onde está até os dias de hoje.

Vale lembrar que o CRB, com atuação de Denilson, que ainda marcou um dos gols,  conquistou o último campeonato alagoano, batendo o rival CSA nas penalidades.

DOCUMENTO OFICIAL DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA COMPROVANDO QUE O JOGADOR COM NOME DE DENILSON MARTINS DO NASCIMENTO NUNCA JOGOU EM PORTUGAL

de 1

Advertisements

Facebook Comments

27 Responses to “Denilson ou Nilson ? Jogador do CRB, artilheiro do Mundial de Clubes 2009, assinou contratos com documentos falsificados”

  1. marcio de sousa rosa Says:

    Olá Paulinho boa tarde! sei que não tem nada a ver com assunto em questão, sou leitor do seu blog já tem um tempo. Eu gostaria de lhe pedir que postasse algo sobre o que há realmente por trás da iniciativa do governo de contratar 6.000 médicos cubanos pra atuarem no interior do país sem ao menos se submeterem a prova do revalida. Sou da área médica e estou achando essa atitude do governo no mínimo estranha pra não dizer eleitoreira, visto que a área da saúde é a qual o governo petista está mais mal avaliado. A contratação de mais médicos não irá resolver o problema da saúde pública no país, pois eles querem tapar o sol com a peneira literalmente, haja vista que não investem em estrutura e não dão melhores condições de trabalho para os profissionais médicos atuarem nessas regiões mais carentes do país. Por favor, leia esse comentário e fale a respeito sobre essa problemática, pois você é um dos poucos jornalistas imparciais e sérios que ainda resta neste país.

  2. Victor Dunstan Says:

    Poderia o CSA,alegar alguma coisa? invalidar título,por ex…sinistro essa malucoo aeh!!

  3. edmilson soares Says:

    O CRB de Alagoas utilizou o jogador Denílson durante o campeonato alagoano diversas vezes. Inclusive o mesmo fez gols. As vésperas do clássico o CSA denunciou o caso no TJD/AL. Após a vitória do CRB, por pênaltis, inclusive com gol do falsário, a imprensa alagoano está querendo transformar o mesmo em vítima, em herói, e os acusadores em vilões. O CRB, por escala-lo irregular pode perder os pontos e ser punido?

  4. Juliano Moura Says:

    Que nojeira! e eu que gostava do futebol dele. E a CBF???

  5. Nuno Says:

    Nos Emirados Árabes e você posta uma foto do Taj Mahal?

  6. André Luiz Says:

    Que “balaio de gatos” da porra…
    Esses empresários fazem qualquer coisa pra colocar esses jogadores nos clubes. Claro,com a conivencia dos pais.

  7. Bonde do Magnífico Says:

    Na verdade, Paulinho, o ITC (International Transfer Certificate) ainda continua sendo a documentação exigida para a transferência internacional do atleta, o que acontece é que, em 2010 a FIFA deu início à operação do TMS (Transfer Matching System) que nada mais é que um sistema que todos os clubes do mundo tem que acessar para inserir as informações das transferências internacionais, em consonância com o clube e a associação contrária, para que haja a conferência da Associação correspondente, no nosso caso a CBF, para que só então seja emitido o ITC. Esse processo veio substituir o modelo antigo, onde as documentações eram enviadas via fax, deixando os funcionários dos clubes à mercê dos fusos horários. A FIFA explicita que, o TMS surgiu como forma de evitar a lavagem de dinheiro, proteger os menores de idade de transferências indevidas e agilizar os processos.
    Neste caso específico, soa estranho o retorno de um jogador ao Brasil, após anos no exterior, sem que tenha havido uma transferência para fora ou ao menos um registro interno.

  8. Ouvidoria Says:

    Sugestivo o nome do clube portugues para a situacao.

  9. EVANGELISTA Says:

    QUANTA INVEJA, BLOGUEIRO 171. VOCÊ AINDA VAI MORRER DE TANTA PERSIGUIÇÂO , SEU INCOMPETENTE.

    DEIXE A VIDA DOS OUTROS EM PAZ.

  10. Cleivisson Veloso de Lira Says:

    Cessiá chora muito

  11. C Says:

    Meu irmão que besteira tá bom de parar com isso velho temos que pensar que o cara é m ser humano e ele está afirmando com muita certeza que não está errado o residente do CRB já confirmou que ele está certo e documentado pela polícia federal .

  12. PAULO URUPES Says:

    Como diria Renato Russo: Que país é esse? Respondo: UMA GRANDE MEEEEEEEEEEEEEEEEEEEERRRRRRRRRRRRRRRRRRRRD……………

  13. Adriano Says:

    Preenche todos os requisitos para jogar no CUrintia .

  14. Lampião Says:

    Se é baiano, seria um MEAAUUUUUUUU???

  15. Adimilson Anderson Nunes Says:

    Porra, a questão eu acho que fica ainda muito pior. Do Camaçari ao Feyenoord, o nascedouro da falcatrua nasce com o clube baiano mas quem faz o parto, é o clube de Roterdã.

    Até porque quando ele se transfere do Feyenoord para o clube de Lamas, em Portugal, entra em cena a questão dos Acordos de Schengen. Embora ele, De(Nilson) seja considerado estrangeiro dentro da União Européia, o fato de ter trabalhado dentro de uma das nações da UE, permite ao clube português ter as garantias mínimas para registrá-lo na então FPF (Portugal) já que a burocracia holandesa já teria verificado documentos e procedência, sendo necessários nessa hora um simples fax (meio usado naquela época, eu penso) para homologar o contrato.

    Ele foi um trabalhador “legal” dentro das normas de Schengen e portanto, a FPF fez sua inscrição sem problemas. O problema, gravíssimo, acho que cabe mais a CBF e ao clube formador (Camaçari) e, porque não, os clubes que o contrataram, dentre os quais, o tal clube-empresa modelo, o Red Bull (que de modelo não tem porcaria alguma).

    Corre a língua pequena que ele foi reprovado no Canindé por causa que alguém lá desconfiou da papelada dele e interagindo com documentos do BID, viu essa enorme lacuna e achou melhor, deixar o atleta ir embora. Não tenho fontes concretas que alicercem esta afirmação, é apenas boato.

    Voltando ainda na questão do clube holandês, há uma boataria insana (aqui, muito procedente) não apenas com relação a brasileiros mas também de imigrantes do Suriname, então uma ex-colônia da Holanda na América do Sul, que falsificariam documentos para terem maiores chances em clubes da ex-metrópole. Ou seja, a tal “organizada” Holanda não é tão organizada assim. Tal prática teria também outro tentáculo, na Ásia, com garotos oriundos das ilhas da Indonésia, em especial Molucas e também em ilhas do Caribe “Holandês” (Aruba, Curaçau, Bonaire, Saba)

    PS: Portugal melhorou muito nesta questão de fiscalização. Para quem quiser pesquisar, há os casos mais famosos, que ocorreram depois da entrada de De(Nilson) no país europeu:

    – Caso do angolano Mateus
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Mateus

    – Leandro Lima, idade adulterada quando da saída do São Caetano para o FC Porto
    http://pt.wikipedia.org/wiki/George_Leandro_Abreu_de_Lima#cite_note-5

    E há um caso mais emblemático ainda, o de Rodrigo Gral, oriundo das categorias de base do Internacional e ex-Grêmio que está atualmente na Chapecoense.

    Palavras do Gral, numa entrevista pra lá de sensacional feita pelo site Impedimento.org:
    […Na transição entre Inter e Grêmio, mais um fato marcante na carreira de Rodrigo. Em 1990, enquanto estava no Beira-Rio, seus documentos teriam sido adulterados. “Saí de Chapecó para ir para uma cidade grande, era um moleque, nunca tive pretensão de fazer algo errado. Só queria jogar futebol”, diz. “Alguém dentro do Inter alterou a documentação e diminuíram dois anos. Me entregaram e disseram: ‘você vai ficar nessa categoria’. Depois que houve a convocação para a seleção pré-olímpica, em 2000, começaram tentativas de extorsão. Eu não aceitei, disse que não tinha dinheiro e que se tivesse não daria. Abri o jogo para o Grêmio e me deram total apoio. Só fiquei decepcionado por não ter participado da Olimpíada, mas ficou o aprendizado”…]
    http://impedimento.org/sobre-meninos-e-lobos-historias-da-bola-com-rodrigo-gral/

    Na questão do Gral, fica clara a manipulação do clube – Internacional – na questão de adulteração dos documentos do atleta sem a participação do mesmo – talvez omissão, mas reina aqui, a ignorância do atleta, creio. Não é de espantar, já que gente do naipe de Luiz Fernando Zachia e seu irmão, Pedro Paulo Zachia, controlavam o colorado, além de José Asmuz, acho que este, o presidente no período do Gral no Internacional.

    Fica a enorme necessidade de ver no caso do De(Nilson) os culpados e quem recebia o “por fora” quando destas transferências do atleta pelo mercado asiático.

    Rodrigo Gral perdeu a chance de jogar a Olimpiada. Leandro Lima pagou uma multa e foi sendo jogado para escanteio pelo então clube que o comprou, FC Porto, que não conhecia a falcatrua, até ser hoje, um jogador apenas comum.

    E o De(Nilson)? Como fica esse cara com jeitão marrento nas fotos?

  16. Adimilson Anderson Nunes Says:

    Putz, uma correção, ele saiu do Feyenoord para o Paris Saint-Germain, que ainda não era controlado por magnatas do petróleo. Fica ainda mais explícito para a FPF(Portugal) que ele, De(Nilson) já era um trabalhador “assíduo” dentro da zona de Schengen.

    Cara ganhou muita grana porque soube explorar os mercados da Ásia e do Golfo Pérsico, além de uma breve passagem no Uzbequistão, onde o dono do FC Bunyodkor tem dinheiro a dar com pau.

  17. John Wesley Harding Says:

    Grande Denílson Jogou muito no Guarani gratidão eterna por aquele campeonato de 2011

  18. Flávio BP Says:

    Ele pegou umas dicas de falsidade ideológica com o Sheik

  19. Adimilson Anderson Nunes Says:

    Paulinho, pra você ver como são as coisas, o CRB jogou com o Botafogo no Raulino de Oliveira (Volta Redonda) e levou 3 cocos. O De(NIlson) começou no banco de reservas e entrou aos 66′ de jogo. Ou seja, o cara tá jogando depois de toda esta trambicagem????

    Meu, esse cara não pode jogar a Série C do BR-2013, será o cúmulo da desmoralização…na boa, torço para que os times da chave do CRB leiam seu blog e coloquem seus jurídicos para foder a CBF nesta questão.

    Aqui, o link mostrando que ele, De(Nilson), entrou no decorrer do jogo…
    http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-do-brasil/pos-jogo/2013/05/22/botafogo-evita-novo-vexame-elimina-crb-e-encara-figueirense-na-copa-br.htm

  20. Raginhu Says:

    Eu so fiquei boiando numa coisa. No mundial,ele estava inscrito como Nilson? Pq o chamavam de denilson?

  21. Edmilson Minervino Says:

    Raginho: ele adotou o próprio nome como que fosse apelido. Só isso…se ficar impune, alimentará outros a fazer também.

  22. paulo galindo Says:

    edmilson vc deve de alagoas querendo favorecer ao csa , olha para o seu conhecimento o clube ñ tem nada haver com isso va procura o q fazer seu besta.

  23. Jota Says:

    Cheio de regateanos aqui, todos com o cú na mão né? Pois relaxem que na pior das hipóteses o De(Nilson) é quem deve ser punido e não o clube. Rindo muito com alguns comentários…

  24. Amaro Amado Says:

    Quem viu o programa do Roberto Cabrini, o editor do Conexão Repórter, do SBT, o primeiro da série “Os porões do futebol”, ficou sabendo da cachorrada no nosso futebol, o (De)nilson ou foi parceiro inocente ou aproveitou-se do esquema. De qualquer modo , se for aplicada as leis, o jogador tá super phudido e o Cerrebê também, aliás eu quero mais é que o cerrebiba e esse paulo galindo (que pelo nome não se perca) vão é se phuder mesmo.

  25. João Martins Says:

    Quando o De[nilson] voltou ao Brasil, os times que ele defendeu estão todos irregulares,porque jogaram com um jogador a mais,Nilson e Denilson vici-versa.

  26. Leandro Casado Says:

    Vocês sabiam que ele foi julgado e inocentado? Então parem de falar do negão que além de ser uma pessoa reta,joga muita bola!! Galooooooooooooo!

  27. flodoaldo santos Says:

    pode falar o que quiser do denilson ou nilson,pois eu admiro muito esse atleta pela sua garra e coragem,alem do mais o cara e um puta atacante,valeu denilson manda ver gol em cima deles,mostre que sua forca esta em cristo jesus,abraco do amigo flodoaldo

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: