Advertisements

Governo de Brasília corta o “apêndice” para se dizer transparente

O Governador de Brasília, Agnelo Queiroz (PT), nem deu bola para o fato da PM de seu estado ter comprado mais de R$ 5 milhões em capas de chuva, a preços três vezes maiores do que os de mercado.

Assim como noutros casos, alguns até em que participa como investigado.

Bastou a mídia descobrir e noticiar a flagrante irregularidade para tudo mudar.

Agnelo, com a “esperteza” habitual, selecionou o culpado que lhe traria menos problemas políticos, conclamando a imprensa antes de demiti-lo.

Procedimento igual a retirada de um apêndice, que incomoda o corpo, mas não faz a menor falta se removido.

Na sequencia, postou em mídias sociais do Governo: “Transparência, essa é nossa bandeira”.

Sua passagem pelo Ministério do Esporte e amizade com mensaleiros indicam bem a veracidade da informação.

Advertisements

Facebook Comments

5 Responses to “Governo de Brasília corta o “apêndice” para se dizer transparente”

  1. Lampião Says:

    Brasil

    Um país de tolos!

  2. Alex Franco Says:

    A CULPA É DO CORINTHIANS .

  3. Marcos Says:

    Paulinho porque vc só fala mal do PT, tenta encontrar nos seus onformantes mais astutos algum problema nas admnistrações tucanas e etc….

    Tá parecendo que vc está com uma raiva enorme, será que queria algo e não foi atendido….?

  4. Yara Mcnamara Says:

    A imprensa marrom é assim, uma licitação do PSDB/DEM pois quem fez a licitação foi o ARRUDA, aquele mesmo, que era senador do PSDB e depois foi para o DEM, antigo PFL. Uma licitação de 2010. A imprensa do Brasil deveria ser investigada que nem a inglesa. Nossa acho que todos os donos de empresas de mídia, iriam fugir do Brasil no dia seguinte.

  5. fernando Says:

    não chegou á comprar ,passa á informação direito.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: