Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

INICIO DO PERÍODO FUTEBOLÍSTICO DO ANO – 2013

PRÉ-TEMPORADA DOS ÁRBITROS DA FPF

No meu entendimento, plausível, porém, elitista, o tratamento deveria ter sido estendido para todos os árbitros inseridos regularmente na CA-FPF.

DIFICULDADES

Sei que reunir entre 300 e 400 pessoas para procedimentos diversos é improdutivo e prejudicial, no entanto, os dirigentes deveriam e poderiam ter dado oportunidade para todos, dividindo entre 40 e 50 por vez.

DINHEIRO

Os cofres da FPF estão cheios, o presidente não pode alegar dificuldades financeiras, convenço-me que somente com as mensalidades provenientes dos alunos da escola, a FPF fatura os tubos, as despesas com professores, palestrantes e funcionários, são insignificantes.

SAFESP

Caberia aos dirigentes da entidade sindical dos árbitros, protestar, mas,

– como fazê-lo ?

– Se o principal dirigente do SAFESP é membro remunerado da CA, e, exerce a função remunerada de avaliador do trabalho dos árbitros e assistentes pela FPF ?

Conclusão

Neste caminhar a entidade representativa dos árbitros nunca terá independência, na verdade, os dirigentes e associados do SAFESP e COAFESP, continuarão sob a influência dos “probos” políticos e dirigentes do quadro diretivo da FPF.

CAMPEONATO PAULISTA DA SÉRIE A1

Primeira Rodada

Sábado 19/01

São Paulo 2 x 0 Mirassol

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Não foi exigido, nos itens técnico, disciplinar e físico, desenvolveu sua função com tranqüilidade.

São Bernardo 1 x 3 Santos

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Trabalho desenvolvido com normalidade, na parte disciplinar expulsou corretamente, Dudu do São Bernardo por seqüência de faltas em Neymar.

Não teve influência no resultado final.

Domingo 20/01

Palmeiras 0 x 0 Bragantino

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Item Disciplinar

Cartões bem aplicados

Item Técnico

Acertou quando sinalizou a marca penal na jogada do goleiro Rafael Defendi do Bragantino em cima do palmeirense Souza;

– penalidade máxima cobrada por Barcos, a bola bateu na trave.

PAULISTA 1 X 1 CORINTHIANS

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Item Disciplinar

Aplicou três cartões amarelo; 2 para atletas do Corinthians,

– 1 para atleta do Paulista

Item Técnico

Foi bem nos lances que exigiram sua presença

Parte Física

No transcurso da contenda, Marcelo Aparecido de Souza, esteve próximo dos lances, procurou manter a diagonal, como também, quando das disputas próxima de seus assistentes, ficou de frente, mantendo distância compatível, expressando confiar.

2ª RODADA

Quarta Feira 23/01

Corinthians 0 x 1 Ponte Preta

Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho (SP)

Item Técnico

Trabalho desenvolvido normalmente, principalmente, quando sinalizou a penalidade máxima cometida pelo corintiano Felipe, em cima do oponente Cicinho; pela TV observei que o defensor corintiano usou o braço e deslocou Cicinho, atingindo-o, nas costas, altura da cintura.

No todo da contenda, no item disciplinar e, no preparo físico, Luis Vanderlei Martinucho, foi bem.

Quinta Feira 24/01

Mirassol 1 x 2 União Barbarense

Árbitro: Marcelo Rogério (SP)

Item Técnico

Pouco exigido, nos minutos de acréscimo, quando de um ataque da equipe da casa, o assistente 01, se precipitou, cometendo erro ao sinalizar impedimento de um atacante do Mirassol.

Manteve a diagonal, e, apoiou o trabalho dos assistentes.

Item Disciplinar

No transcurso da partida não ocorreu lances que merecessem a participação do árbitro.

Preparo Físico

Esteve em cima dos lances, manteve a diagonal, e, apoiou o trabalho dos assistentes.

FINAL DA COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR

Sexta Feira 25/01

Santos 3 x 1 Goiás

Árbitro: Leonardo Ferreira Lima

Árbitro Assistente 01: Fabrício Porfírio de Moura

Árbitro Assistente 02: Marcos Rodrigues Monteiro

Quarto Árbitro: Douglas Perrone Katayama

Item Técnico

Sinalizou corretamente uma penalidade máxima para cada equipe, – agiu perfeitamente na sinalização das faltas,

– entendimento adequado com os assistentes,

– manteve postura firme, expressando confiança no seu potencial.

Item Disciplinar

Os cartões foram bem aplicados

Preparo Físico

Na maioria das vezes, esteve em cima dos lances.

OBSERVAÇÃO

Almejo que Leonardo Ferreira Lima não se deixe levar pelos elogios,

– que seja humilde,

– que respeite, porém, que procure manter distância dos dirigentes,

– do diz que diz dos colegas de trabalho, por ai vai.

Finalizando

Promissor e futuro árbitro, errar é próprio do profissional e ser humano, respeite a todos, como principal; mantenha independência.

MEDALHAS COMEMORATIVAS

Quando da distribuição, fiquei de olho nos movimentos das mãos do “impoluto” José Maria Marim, até onde a imagem da TV mostrou, ele se mancou, ou seja, não furtou nenhuma.

VERDADE

“Nem tudo na vida são flores, mas quando forem, regue-as”

Gibran Calheira

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo,

Acorda Brasil

26/01/2013

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: