Advertisements

Sarney escancara imoralidade de Lula

O presidente do Senado Brasileiro, José Sarney, retratado com maestria no livro “Honoráveis Bandidos”, é das figuras mais lamentáveis da historia da politica brasileira.

Era tratado pelo PT, antes do poder, é claro, e por Lula, Deus dos petralhas, como demônio a ser combatido, junto com Collor, Maluf, etc.

O tempo passou e combatentes e combatidos se juntaram.

Sempre se pensou que o PT havia aceitado o “casamento” pressionado pelo grupo de Sarney, tendo que engolir politicamente seus “princípios”.

Eis que, em entrevista a FOLHA, no último final de semana, o próprio Sarney escancarou a falta de decência não apenas no partido, como de seu grã-mestre.

Disse que nunca procurou o PT, e sim foi procurado, em três ocasiões, sempre com a presença e o clamor de Lula para que a união fosse formalizada.

Fato que, por sinal, se repetiu com Maluf, recentemente.

Se o discurso de mentiras do PT há tempos foi desmascarado pelos fatos, desta vez sucumbiu perante confissão de um de seus “aliados”, que, por sinal, não pertence a tal “mídia golpista”, bengala sempre utilizada por remunerados virtuais para combater a exposição do que consideram lesivo à imagem dos “companheiros”.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: