Revelações Palmeirenses serão fatiadas entre Kia Joorabchian e a DIS

Há no Palmeiras um esquema de facilitação à DIS, com anuência nada inocente do diretor Jair Jussio, e que tem no treinador Narciso uma de suas peças principais.

Narciso recebe R$ 8 mil mensais da intermediadora de atletas para facilitar a vida de seus atletas e indicar outros, revelados pelo Palmeiras, para aquisição.

Porém, nos últimos meses, a turma de Joorabchian, com mais recursos, começou a dividir o território, facilitada não por diretor de menor escalão, mas pelo próprio presidente, Arnaldo Tirone.

Quem faz a “ponte” é Oliverio Junior, bolso do iraniano e também do corinthiano Andres Sanches, além de assessor oficial da dupla e agora também do presidente palestrino.

Entre as funções de Olivério, que se diz jornalista, está não apenas gerenciar jogadores para o grupo como também cooptar a imprensa para o acobertamento.

Razão pela qual o comentarista Neto entrou na jogada.

Fato é que uma das poucas promessas palmeirenses da base, João Denoni, já está nas mãos de Joorabchian.

E a BAND, no esquema, não apenas o elogia desmedidamente, como também ao treinador (submisso) e ao presidente.

Porém, a DIS, antes sozinha, evidentemente não gostou da rasteira, e deve, nas próximas jogadas do tabuleiro, contra-atacar.

E, no meio desse jogo de interesses, o Palmeiras, vítima, cairá para a segunda divisão, situação esta que pouco incomoda os citados na matéria, desde que o bolso não seja excessivamente afetado.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.