Advertisements

Se não for socorrido “Fielzão” se aproxima de vexame histórico

A negativa do Governo Estadual em arcar com os custos da arquibancada móvel do Fielzão, noticiada hoje pelo UOL, a ser utilizada no Mundial de 2014, compromete, e muito, a situação financeira do Corinthians.

Em sendo realmente confirmada, serão R$ 70 milhões a mais de dívidas, sem, contar outros pormenores, a serem absorvidos pelo caixa alvinegro.

Dinheiro este que o clube não possui e que vai de encontro ao discurso do atual vice-presidente, Luis Paulo Rosenberg, que disse em reunião do Conselho Deliberativo, “vamos tomar o dinheiro deles”.

Pelo visto, a iniciativa não prosperou.

Sem os recursos do BNDES, além dos certificados da Prefeitura e agora o dinheiro do Governo de São Paulo, a abertura do Mundial pode ir para o vinagre, com possibilidade, remota, dos estádios de São Paulo e Palmeiras virem a ser utilizados para o evento em partidas de menor expressão.

Mesmo assim, suficientes para constranger a todos os envolvidos no projeto corinthiano, que há meses arrotam o peru que compraram a credito, sem ter como ao menos pagar o “mínimo” da fatura.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: