Advertisements

Corinthians: tem “truque” na contratação de Anderson Polga

Assim que o Corinthians oficializou a contratação do zagueiro Anderson Polga, 33 anos, que mesmo jovem nunca passou de jogador nível médio para baixo, desconfiamos do procedimento.

O atleta tem futebol semelhante ao de Paulo André, ambos lentos, embora o atual titular da zaga alvinegra, tecnicamente, seja melhor.

O negócio, em si, foi absolutamente duvidoso.

Consta, segundo registros da Confederação Portuguesa, que Polga foi dispensado pelo Sporting, em 24 de julho, após encerramento de contrato, sem que nenhum valor tenha sido dispendido.

No mesmo dia, o jogador foi inscrito no São José/RS, sem que o clube tenha colocado também a mão no bolso.

Tratava-se de uma estratégia do “esperto” empresário Gilmar Veloz, que já conversava com os sempre abertos a negócios dirigentes corinthianos.

Eis que no dia 5 de setembro, o Timão oficializa a contratação, arcando com R$ 2 milhões pelos direitos do atleta, pagos ao São José/RS, local que Polga sequer deve conhecer.

Evidentemente o destino da grana, pelo histórico das transações alvinegras nos últimos anos, não é difícil de ser imaginado.

Ou seja, o Corinthians contratou um jogador que foi dispensado, aos 33 anos, por deficiência técnica e pagou uma fortuna numa transação que nada deveria ter custado.

É ou não uma mina de Ouro ser dirigente de futebol no Parque São Jorge ?

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: