Comitê de Construção do “Fielzão” pede esclarecimentos e documentos ao Corinthians

No último mês, em reunião realizada no 12º andar da Prefeitura de São Paulo, na sala da Secretária de Finanças, membros do Comitê de Construção do Estádio da Copa reuniram-se para avaliar o andamento das obras no “Fielzão”.

O evento foi presidido pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, Marcos Cintra.

Dirigentes do Corinthians fizeram explanações sobre o que foi realizado até o momento, e o custo para finalizar o empreendimento.

Parece não terem sido convincentes.

Tanto que a Comissão decidiu, ao final dos trabalhos, adotar as seguintes providências, segundo a Ata da reunião:

1) encaminhar o presente processo administrativo para SIURB efetuar análise técnica do projeto de engenharia e arquitetura para construção de estádio para a abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2014, ora apresentado, nos termos do contido no art. 5º, inciso VI, § 2º do Decreto Municipal nº. 52.871, de 2011, em especial para os seguintes esclarecimentos:

a) O projeto de engenharia e arquitetura apresentado atende as exigências da FIFA para ser o estádio de abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2014, conforme estabelecido no caput do art. 1º da Lei Municipal nº. 15.413, de 2011?

b) O cronograma físico financeiro apresentado é exeqüível, frente às exigências legais, para se concluir a obra antes da abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2014, conforme estabelecido no inciso I do § 1° da Lei Municipal nº. 15.413, de 2011?

c) A área onde será edificado o estádio para a abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2014 está inserida no § 1º do art. 1° da Lei Municipal nº. 14.654, de 2007, com a relação dada pela Lei Municipal nº. 14.888, de 2009, conforme estabelecido no inciso II do § 1° da Lei Municipal nº. 15.413, de 2011?

d) O orçamento apresentado é compatível com os preços de mercado para esse tipo de obra?

e) As etapas apresentadas no projeto são corretas do ponto de vista de engenharia e prestam-se adequadamente para fins de fiscalização e acompanhamento do andamento da construção do estádio?

2) solicitar à requerente a apresentação do alvará para início de obras.

Dúvidas estas que, a esta altura dos acontecimentos, já deveriam ter sido sanadas, e que, pelo visto, os dirigentes alvinegros, pelo menos nesta reunião, não estavam preparados a esclarecer.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.