Felipão detona vendedores de opinião

Ontem, durante uma entrevista coletiva, a primeira após o calor da conquista da Copa do Brasil, o treinador Luis Felipe Scolari detonou boa parte dos jornalistas vendedores de opinião.

Alguns recados, claramente direcionados a profissionais do Departamento de Esportes da BAND, que, como num passe de mágica, passaram a elogiar seu trabalho, após mais de um ano em campanha difamatória.

“O Palmeiras tem um bom time e vai ser enfrentado da mesma maneira, com ou sem título da Copa do Brasil. Pelo que eu vejo dos críticos, o Palmeiras ganhou por milagre, mas aí, hoje, eu vi todo mundo falando que não. E falam que não porque são pipocas, não assumem o que disseram. Quando diziam que era ruim, falavam que não iam passar da primeira, depois da segunda, depois da terceira fase…. Agora, que ganhou, fala que é bom? Se tem opinião, tem que manter”

Não é a primeira vez que um comentarista da emissora é tratado pelo termo “pipoca”.

Vale lembrar que, recentemente, o jornalista Benjamin Back, o Benja, tratou o ex-jogador Neto com esses termos e venceu ação judicial.

Ao falar sobre renovação de contrato, Felipão confirmou informação prestada por nosso espaço, meses atrás, de que não pretende renovar seu vínculo com o clube.

“Não depende de nada (para a renovação). Não depende, porque eu não estou pensando em renovar. Eu vou cumprir o contrato e, se não cumprir, vou pagar a multa. Isso é normal de todo mundo. Quando eu vim para cá, pensei que, em 2012, depois da Euro, eu teria convites que manifestassem para eu voltar para a Europa. E era uma possibilidade que me interessava. Eu não recebi nenhuma proposta, embora as eliminatórias da Copa, lá, comecem só sem setembro”

Felipão que, diga-se de passagem, nunca abandonou o Palmeiras, mesmo após momentos realmente complicados, não apenas no futebol, mas, principalmente, nos bastidores.

Para finalizar, o treinador palmeirense mandou novo recado, desta vez aos que insistem em vincular seu salário à competência ou não de seu trabalho, além de indicarem ser este o motivo de uma eventual não renovação com o clube.

“Não foi conversado nada sobre isso. E voltaram a falar daquele assunto (salário), que a gente já tinha combinado que não falaria, porque falar disso no Brasil é um absurdo. Mas tem cafajeste, mentirosos, mentirosos de primeira que insistem em falar sobre isso. Agora vou passar a não atender alguns pedidos de vocês também”.

Na BAND, um conhecido comentarista dizia, diariamente, que o treinador ganhava “X” quilos de Picanha, evidentemente para explicitar e incitar o torcedor do Palmeiras contra o trabalho que, em determinado momento, enfrentava dura oposição.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.